Olívia Santana – Deputada Estadual – Bahia

Numero: 6550

Olívia Santana é vereadora, reeleita nas eleições de outubro de 2008 para a Câmara de Vereadores de Salvador, pelo PCdoB. Ex-secretária de Educação e Cultura de Salvador, atual presidente da Comissão de Educação, Cultura, Esporte e Lazer da Câmara Municipal. Militante do movimento negro, das mulheres, dos direitos humanos e defensora da Educação Pública, Gratuita e de Qualidade nos ensinos fundamental, médio e universitário.

Nascida na Comunidade do Alto de Ondina, Olivia Santana é filha de empregada doméstica e pai marceneiro. Sua mãe teve oito filhos, mas só sobreviveram três: ela e mais dois. Olívia teve que aprender cedo a lidar com as dificuldades. Sua história política começou aos 14 anos, quando teve que trabalhar como servente em uma escolinha particular. Esse foi o pontapé para a escolha de sua carreira.

Se preparou para o ingresso na universidade  com os módulos velhos da filha da dona da escola em que trabalhava como faxineira. Prestou vestibular sem ter feito cursinho. Foi aprovada em Pedagogia na Universidade Federal da Bahia – UFBA.

Assim, é Olívia, vereadora com seis anos de mandato; mulher batalhadora, percebeu cedo que sua trajetória seria de muitas lutas, batalhas, mas também de conquistas. Um exemplo foi a sua vitória na eleição de 2008, como uma das mais votadas da esquerda.

Em nome da unidade das forças políticas do campo de Lula e do governador Jaques Wagner, Olivia retirou sua pré-candidatura à Prefeitura de Salvador, em favor de Pinheiro.   Na Câmara, ela representa uma caixa de ressonância das bandeiras de luta dos negros, das mulheres e dos setores da Educação, da Cultura e movimentos populares.

+ sobre o tema

Barbosa derruba supersalário no Tribunal de Contas do Município de São Paulo

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro...

Salve Zumbi e João Cândido, o mestre sala dos mares

Por Olívia Santana   Há 15 anos, após uma grande marcha...

Lei 13.019: um novo capítulo na história da democracia brasileira

Nota pública da Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais...

Moradores das favelas sonham com casa e negócio próprios em 2020, mas sem otimismo por segurança

Estudo do Data Favela mostra que moradores desses conglomerados...

para lembrar

Direitos…?

A classe média não quer direitos, quer privilégios

Número de mulheres eleitas prefeitas no 1º turno aumenta 31,5% no país

Candidatas alcançaram posto em 663 cidades, mas apenas uma...

Dengue avança em São Paulo com 6 mortes

Total de vítimas da Dengue no Estado é metade...

Por 55 votos a favor, Senado abre processo de impeachment e afasta Dilma

 Por 55 votos a favor e 22 contra, o...

Morre o político Luiz Alberto, sem ver o PT priorizar o combate ao racismo

Morreu na manhã desta quarta (13) o ex-deputado federal Luiz Alberto (PT-BA), 70. Ele teve um infarto. Passou mal na madrugada e chegou a ser...

Equidade só na rampa

Quando o secretário-executivo do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Cappelli, perguntou "quem indica o procurador-geral da República? (...) O povo, através do seu...

Em 20 anos, 1 milhão de pessoas intencionalmente mortas no Brasil

O assassinato de Mãe Bernadete, com 12 tiros no rosto, não pode ser considerado um caso isolado. O colapso da segurança pública em estados...
-+=