ONGs apontam sexismo e racismo em videoclipesp

Vídeos incitam a violência contra a mulher, diz relatório de entidades britânicas.

De acordo com relatório encomendado pelas organizações feministas britânicas End Violence Against Women Coalition (Coalizão pelo fim da violência contra a mulher), Imkaan e Object, diversos videoclipes incitam a violência contra a mulher. A pesquisa será enviada a líderes da indústria musical e políticos do Reino Unido. Intitulada de Pornographic Performances(Performances Pornográficas, em tradução literal), ela constatou que mulheres, especialmente as negras, são constantemente retratadas de forma hiper-sexualizada nos clipes.

Clipe de ‘Blurred Lines’, de Robin Thicke, é citado como exemplo de sexismo, assim como ‘Summer’, de Calvin Harris, e ‘Never Say Never’, de Basement Jaxx 

Ainda segundo o levantamento, nos vídeos os homens são personagens que têm “poder e dominam”, enquanto as mulheres são “receptoras passivas” do olhar deles. Além disso, os espectadores que assistem aos clipes estariam mais propensos a considerar o comportamento promíscuo masculino aceitável e o das mulheres, intolerável. As instituições pedem mudanças para alterar a representação da mulher em vídeos musicais e a adoção de classificação etária para todos eles. “Durante anos, jovens mulheres têm nos dito que não estão felizes em ver como a mulher é representada na cultura popular e isso inclui os clipes. Estamos felizes em finalmente apresentar um relatório que reflete o impacto nocivo do racismo e do sexismo em vídeos de música”, disse Lia Latchford da Imkaan ao jornal britânico The Guardian.

Fonte: Portal o Dia 

+ sobre o tema

Juarez Xavier: “Não existe meritocracia em sociedades desiguais”

Em entrevista à #tvCarta, o professor de Jornalismo Juarez...

Alemães são acusados de racismo e assédio contra mulher em bar do DF

Dois alemães são acusados de dar um tapa nas...

Ketiley Mica, de 9 anos, fala sobre aceitação de seus cabelos afro e emociona

O depoimento da pequena Ketiley Mica, que mora em...

para lembrar

ONG pede a governos para acabarem com “testes de virgindade”

A organização Human Rights Watch instou, esta terça-feira, os...

Jandira Feghali: Lei Maria da Penha está fazendo revolução social; 300 mil mulheres salvas

300 MIL MULHERES SALVAS PELA LEI MARIA DA PENHA da assessoria...

Nilma Bentes: “História mostra que mulheres negras sempre estarão dispostas a lutar”

Realidade da população negra na Amazônia e enfrentamento ao...

Atleta medalhista de bronze do Quênia é encontrada morta em casa

Agnes Jebet Tirop, atleta do Quênia recordista mundial dos 10 mil...
spot_imgspot_img

‘Abuso sexual em abrigos no RS é o que ocorre dentro de casa’, diz ministra

A ministra das Mulheres, Cida Gonçalves, considera que a violência sexual registrada contra mulheres nos abrigos que recebem desalojados pelas enchentes no Rio Grande...

ONU cobra Brasil por aborto legal após 12 mil meninas serem mães em 2023

Mais de 12,5 mil meninas entre 8 e 14 anos foram mães em 2023 no Brasil, num espelho da dimensão da violência contra meninas...

Após um ano e meio fechado, Museu da Diversidade Sexual anuncia reabertura para semana da Parada do Orgulho LGBT+ de SP

Depois de ser interditado para reformas por cerca de um ano e meio, o Museu da Diversidade Sexual, no Centro de São Paulo, vai reabrir...
-+=