domingo, outubro 2, 2022
InícioQuestões de GêneroONU Mulheres celebra hoje (24/2) sua inauguração como entidade impulsora da igualdade...

ONU Mulheres celebra hoje (24/2) sua inauguração como entidade impulsora da igualdade de gênero

Nova York, 24 de fevereiro de 2011 – A ONU celebra hoje, no Salão da Assembleia Geral, a inauguração histórica da sua mais nova organização: a ONU Mulheres. Uma noite que terá a participação de importantes personalidades do mundo político, do entretenimento, dos negócios e da mídia, além da música e do cinema.

ONU Mulheres, conhecida oficialmente como Entidade das Nações Unidas para a Igualdade de Gênero e o Empoderamento das Mulheres, é resultado da fusão de quatro órgãos da ONU e representa o esforço mais ousado das Nações Unidas até o momento, para acelerar as ações para a igualdade de gênero. Em todo o mundo, este momento era bastante aguardado pelas pessoas que defendem os direitos das mulheres.

“Com o nascimento da ONU Mulheres, recebemos uma energia extra para o progresso da igualdade de gênero e o empoderamento das mulheres”, diz o Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon. “Os desafios são grandes. Mas acredito que a nova energia, o novo impulso e a nova hierarquia que a ONU Mulheres traz consigo vão superar esses desafios. A verdadeira igualdade de gênero deveria ser o nosso legado comum para o século 21”.

O Secretário-Geral designou a ex-presidenta do Chile Michelle Bachelet para ser a primeira diretora-executiva da ONU Mulheres. Enquanto descreve a inauguração como o primeiro dos muitos ritos importantes na busca global pela igualdade de gênero, Bachelet enfatiza que a criação da ONU Mulheres responde ao descontentamento geral com o ritmo lento da superação da desigualdade de gênero. Os Estados-Membros da ONU acordaram de maneira unânime pela criação da nova organização, em resposta às constantes demandas e reivindicações apresentadas pelas ativistas dos direitos das mulheres.

“Imaginem o quanto poderemos fazer, quando as mulheres tiverem o pleno empoderamento como agentes ativas de transformação e progresso das suas sociedades”, diz Michelle Bachelet. “Historicamente, vivemos um momento de grandes potenciais e mudanças para as mulheres. Chegou a hora de agarrar essa oportunidade”. E completa: “A minha própria experiência me ensinou que não existem limites para as conquistas das mulheres”.

Trabalho da ONU Mulheres no mundo

 ONU Mulheres prestará apoio aos países de forma individual para o alcance da igualdade de gênero na economia e na política e para a eliminação do fenômeno mundial da violência contra as mulheres. Ajudará a estabelecer pautas internacionais de progresso e liderar iniciativas coordenadas da ONU para converter as novas oportunidades para as mulheres e as meninas em elementos centrais de todos os programas de paz e desenvolvimento da ONU.

A embaixadora da Boa Vontade da ONU Mulheres e vencedora do Oscar Nicole Kidman descreve a sua experiência pessoal de ter visto as mulheres mudarem o mundo. “Há depoimentos incríveis sobre o poder de recuperação, força e dignidade, de esperança no final das contas”, declarou. “É por isso que digo que as mulheres e as meninas que conheci são minhas heroínas. Para mim, é um prazer e um orgulho estar com a ONU Mulheres, a nova e forte voz das mulheres de todo o mundo”.

A Sua Alta Real, a Infanta Dona Cristina da Espanha, na qualidade de presidenta do Instituto da Saúde de Barcelona, acredita de forma cabal que o investimento nas mulheres é um investimento nas famílias, comunidades e nações. Ao mencionar o progresso desigual em alguns aspectos dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio, como a redução da mortalidade materna, ela faz um chamado a “todas as partes interessadas e responsáveis – governos, fundações, setor privado, sociedade civil, instituições acadêmicas e indivíduos – a investir no empoderamento das mulheres como estratégia fundamental para cumprir os ODM”.

Christiane Amanpour, da ABC News, será a apresentadora da cerimônia de inauguração da ONU Mulheres. São oradores do evento: o presidente da Assembleia Geral da ONU, Joseph Deiss; a presidenta da Junta Executiva da ONU Mulheres e ex-ministra das Relações Exteriores da Nigéria, embaixadora Joy Ogwu; a ativista nepalesa Bandana Rana; e a ex-comandante da Unidade de Polícia da Libéria formada totalmente por mulheres, Rakhi Sahi.

O fundador da CNN e presidente da Fundação da ONU, Ted Turner, convoca a todos os homens e ao setor privado a se envolverem no alcance da igualdade de gênero A atriz Geena Davis destaca o papel dos meios de comunicação na promoção de imagens positivas das mulheres. E a cantora Shakira gravou uma mensagem especial, em que destaca a importância da educação.

A cerimônia se encerrará com a interpretação da canção “One Woman”, com letra de Beth Blatt e música composta por Graham Lyle y Clay para a ocasião.

O evento de inauguração da ONU Mulheres terá transmissão multimídia no site http://bit.ly/unwomenlaunch.

Para uma transmissão de qualidade superior, faça contato com a UNTV, James Ludlam, ludlam@un.org.

As fotografias registradas em momento prévio à cerimônia estarão disponíveis em torno das 7pm EST (21h de Brasília); as do evento, por volta das 9pm EST (23h de Brasília): http://bit.ly/unwomenlaunchphotos.

Atendimento à imprensa (global): Gretchen Luchsinger, especialista em Comunicação da ONU Mulheres , +1.212.906.6506, +1.201.736.2945 (celular), gretchen.luchsinger@unwomen.org.

Apoio Assessoria de Comunicação da ONU Mulheres Brasil e Cone Sul: Isabel Clavelin, 55 61 3038.9287 / 8175.6315, Isabel.clavelin@unwomen.org, www.unifem.org.br

 

Fonte: Unicrio

Artigos Relacionados
-+=
PortugueseEnglishSpanishGermanFrench