Para se tornar mais conhecida, Marina intensifica agenda em SP

SÃO PAULO – A senadora Marina Silva (AC), pré-candidata do PV à Presidência da República nas eleições de outubro, intensificará nesta semana sua agenda pelo Estado de São Paulo. O périplo faz parte da estratégia de torná-la mais conhecida em todo o país, e por tabela, reduzir o seu índice de rejeição, o maior entre todos os pré-candidatos.

Neste sentido, a viagem à São Paulo é tida como prioritária pelos coordenadores da campanha, já que se trata do maior colégio eleitoral do país. O Estado também concentra eleitores mais escolarizados, que representam a maior base de apoio à candidatura da senadora ao Palácio do Planalto.

A agenda começa amanhã, em Serra Negra, quando Marina participa do c. À noite, ela estará em Atibaia, onde fará palestra sobre meio ambiente e sustentabilidade aos universitários da Faculdade de Atibaia.

Na sexta-feira pela manhã, a senadora toma café com empresários na Casa do Artesão de Atibaia e depois segue para Piracaia, onde se encontrará com lideranças do PV da região de Bragantina. À noite, vai ao encontro regional do PV na Câmara Municipal de Ferraz de Vasconcelos.

Já no sábado, Marina será recebida em Araraquara para uma reunião estadual com mulheres do PV. Também está previsto um encontro com movimentos sociais e com trabalhadores rurais da região de Araraquara.

De acordo com a última pesquisa Ibope, encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e divulgada na semana passada, a pré-candidata do PV é conhecida por apenas 23% dos brasileiros e seu índice de rejeição caiu de 40% para 31% na comparação com o levantamento anterior, realizado em novembro de 2009.

A CNI explicou que o índice de rejeição da senadora está diretamente associado ao fato de ser menos conhecida entre os eleitores.

 

 

Fonte: G1

+ sobre o tema

Tribunais são enviesados contra mulheres e negros e não fazem justiça, diz advogada da OAB

Os Tribunais de Justiça são enviesados e, por isso,...

O tal “panelaço” tem cara, grife, cor e endereço, nobre, diga-se de passagem

O tal "panelaço", importado da Argentina, de que  grande...

O silêncio da mídia diante da denúncia de golpe do fotógrafo brasileiro ganhador do Pulitzer

Dez dias atrás, o fotógrafo Mauricio Lima foi festejado pelos grandes meios...

para lembrar

Fim da saída temporária apenas favorece facções

Relatado por Flávio Bolsonaro (PL-RJ), o Senado Federal aprovou projeto de lei que põe fim à saída temporária de presos em datas comemorativas. O líder do governo na Casa, Jaques Wagner (PT-BA),...

Morre o político Luiz Alberto, sem ver o PT priorizar o combate ao racismo

Morreu na manhã desta quarta (13) o ex-deputado federal Luiz Alberto (PT-BA), 70. Ele teve um infarto. Passou mal na madrugada e chegou a ser...

Equidade só na rampa

Quando o secretário-executivo do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Cappelli, perguntou "quem indica o procurador-geral da República? (...) O povo, através do seu...
-+=