Pela primeira vez, Oscar tem três atrizes negras na mesma categoria

Pela primeira vez em 88 anos de Oscar, três atrizes negras estão indicadas à mesma categoria. Nesta terça-feira (24), a Academia anunciou Naomie Harris, Octavia Spencer e Viola Davis como concorrentes ao prêmio de melhor atriz coadjuvante.

Por  Luísa Pécora, do Mulher no Cinema 

Foto: Montagem Mulher no Cinema 

É, também, a primeira vez que mais de uma atriz negra é indicada na categoria desde 1985, quando Margaret Avery e Oprah Winfrey concorreram por A Cor Púrpura.

Harris foi reconhecida pelo trabalho em Moonlight: Sob a Luz do Luar; Spencer, por Estrelas Além do Tempo; e Davis, por Cercas. Uma quarta atriz negra também foi indicada, mas na categoria principal: Ruth Negga, por Loving.

Considerando as indicações aos homens (Denzel Washington e Mahershala Ali), esta é a primeira vez na história em que o Oscar inclui artistas negros em todos os prêmios de atuação. O recorde é especialmente significativo depois de dois anos consecutivos com zero diversidade nestas categorias, o que provocou protestos e reformas na Academia.

Por fim, mais um recorde: Davis entra para a história como a primeira atriz negra a receber três indicações ao Oscar. Ela concorreu por Dúvida (2008) e Histórias Cruzadas (2011).

A cerimônia do Oscar será realizada em 26 de fevereiro.

+ sobre o tema

Presidente Lula, não precisamos de uma juíza negra no STF, precisamos de 3

Não há solução civilizatória razoável para o Brasil que...

‘Vou adotar um filho e nem o Papa pode me impedir’

Coincidência ou não, no dia em que o Papa...

Pesquisa usará dados da Justiça para mapear violência contra LGBTQIA+

Alinhado à Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas...

DF é a capital que mais registrou agressões contra mulheres em 2019

O Distrito Federal foi a capital que mais registrou...

para lembrar

Juízas de MT debatem Lei Maria da Penha em Londres

As magistradas mato-grossenses Amini Haddad Campos e Adriana Sant'Anna...

Site busca voluntários para atacar feministas com ácido sulfúrico

Administradoras da página Feminismo Sem Demagogia e familiares receberam...

“Passando o Brasil a limpo…”

"Causa espécie o posicionamento manifestado por alguns democratas de...
spot_imgspot_img

O mapa da LGBTfobia em São Paulo

970%: este foi o aumento da violência contra pessoas LGBTQIA+ na cidade de São Paulo entre 2015 e 2023, segundo os registros dos serviços de saúde. Trata-se de...

Grupos LGBT do Peru criticam decreto que classifica transexualidade como doença

A comunidade LGBTQIA+ no Peru criticou um decreto do Ministério da Saúde do país sul-americano que qualifica a transexualidade e outras categorias de identidade de gênero...

TSE realiza primeira sessão na história com duas ministras negras

O TSE realizou nesta quinta (9) a primeira sessão de sua história com participação de duas ministras negras e a quarta com mais ministras...
-+=