Pelé se sente injustiçado e diz que seria mais valorizado em outro país

Maior jogador de todos os tempos segundo a Fifa, reverenciado em todo o planeta, Pelé acredita que não recebe o tratamento adequado no Brasil. O ex-jogador, que muitas vezes é criticado por suas opiniões polêmicas, se sente injustiçado em seu país de origem e diz que seria mais valorizado se tivesse nascido em outro lugar.

“Graças a Deus estou mais ou menos blindado com isso. Aprendi a entender que as pessoas são como são, podem deturpar o que você fala ou não entender. O que me machuca é que tem pessoas que deturpam o que você fala, isso é duro”, disse Pelé, em entrevista à ESPN.

“O Pelé seria igual [se tivesse nascido em outro país], mas acho que você vê outros atletas que realmente tiveram a infelicidade de se envolver com coisas ruins, que denegriram a imagem do país, e eles defendem. No Brasil, não aceitam. Até se tiver um mal entendido você tem que estar preparado para recuperar logo, senão não vale”, completou o ex-jogador.

As mais recentes polêmicas envolvendo Pelé giraram em torno dos protestos contra a Copa do Mundo. O ex-jogador, que tem sido duramente criticado por ser contra as manifestações e defender a realização do Mundial, novamente voltou a condenar as ações contra a realização do torneio.

“Desde a Copa das Confederações estamos vivendo isso. É uma coisa que a gente não devia estar preocupado, porque o futebol é o maior promotor do nosso país. O que é política é política. Mas tenho confiança de que vai dar tudo certo, o Brasil vai para a final e será igual à Copa das Confederações”, comentou Pelé.

“Ofusca um pouco [a Copa], mesmo com a euforia de alguns. Sempre tem a preocupação. Vários amigos meus mexicanos já vieram me perguntar se era seguro ir para o jogo, se não tinha nenhum problema. O pessoal que vem de fora fica preocupado com esse movimento. Digo para não se preocupar porque o Brasil é mais ou menos assim”, afirmou.

 

Fonte: UOL

+ sobre o tema

Tratamentos para a pele negra

O 21º Congresso Brasileiro de Cirurgia Dermatológica tem como...

Justiça proíbe manifestações durante a Copa das Confederações em Minas

O pedido foi feito pelo Governo de Minas Gerais...

Africanos irritados com Obama

Apoio do presidente aos casamentos homesexuais vai contra sentimentos...

para lembrar

Os escravos loiros de olhos azuis da Europa

Parece bizarro imaginar que Finlândia e Suíça, que hoje...

A literatura de Moçambique vista do outro lado do Atlântico

Faz-se agora o percurso inverso com estudiosos brasileiros,...

BatucAfro presta homenagem a orixá no Itaim Paulista

Neste sábado, 10 de junho, a partir das 17h,...

Dia Nobre discute feminismo, maternidade e infância na Balada Literária

As tensas relações entre mãe e filha e as...
spot_imgspot_img

Da fofoca às janelas do Brasil, exposição evidencia africanidade que vive em nós

Depois da fofoca e de um cafuné no meu caçula, tentei tirar um cochilo, mas terminei xingando uma cambada de moleques que cantavam "Tindolelê" na rua. A frase ficou meio maluca, mas essa loucura tem seu método...

Graciela Soares se inspira na obra de Carolina Maria de Jesus para o lançamento de single inédito

A partir do 7 de junho, a cantora e compositora Graciela Soares apresenta nas principais plataformas de áudio o seu primeiro single autoral Despejo, confira o link do...

Coletivo Kukuru Itan realiza oficina gratuita de teatro de Nanã para idosos durante o mês de junho

Com a missão de valorizar a identificação de idosos racializados, sobretudo negros, o Coletivo Kukuru Itan criou a oficina de teatro de Nanã, que acontece durante o mês...
-+=