Tag: Pelé

    (Foto: EFE/Sebastiao Moreira)

    Pelé, 80 anos: Longa vida ao rei

    Em 1968, o ano que nunca terminou, o artista plástico americano Andy Warhol (1928-1987) cunhou uma de suas mais conhecidas frases, estampada no catálogo de uma exposição em Estocolmo: “No futuro, todo mundo será famoso por quinze minutos”. Em 1977, dias antes de Pelé pendurar as chuteiras com a camisa verde do Cosmos de Nova York, o gênio da pop art reescreveu a máxima depois de apontar sua inseparável Polaroid Long Shot para o rei, base para uma coleção de serigrafias: “Pelé é um dos poucos craques que contrariam minha tese. Em vez de quinze minutos de fama, terá quinze séculos”. Nesta sexta-feira, 23, Edson Arantes do Nascimento completará 80 anos — pouco ainda diante do túnel de eternidade que tem pela frente. Instado por VEJA a dizer o que o Pelé de 80 anos diria ao Pelé de 17, revelado pelo Santos e descoberto pelo mundo na Copa de ...

    Leia mais

    Mostra de Walter Firmo revela o olhar icônico do fotógrafo sobre o negro brasileiro

    “Desses 81 anos, quase 82, você tira uns 15, divide, e o resto é só de fotografia”, brinca um dos principais fotógrafos do país, o carioca Walter Firmo. O jeito alegre e descontraído de levar a vida sempre se refletiu no seu trabalho. O ingresso na arte de retratar se deu por meio do fotojornalismo. O primeiro emprego foi em 1957, no extinto jornal Última Hora, do Rio de Janeiro. “Atuei como repórter fotográfico não de uma forma precisa como demanda o jornalismo fotográfico. Atrás da verdade intrínseca custe o que custar, aquela coisa meio obtusa. Eu chutava o balde; queria a poesia. Sem poesia não poderia viver”, ressalta. Firmo – que é autodidata – sempre buscou a melhor luz, observava o ambiente em volta, tentando mostrar não apenas o massacre, as chamas de um avião que caiu, o homem que tenta matar o outro ou o incêndio que consome ...

    Leia mais
    Getty Images

    Neymar toma a pior decisão diante dos racistas. Imita Pelé. Não percebe. Seu silêncio é cúmplice do preconceito. Neymar precisa assumir que é negro. Graças a Deus…

    "Não escutei os gritos. Não escuto coisas fora do campo. Só jogo futebol." Por Cosme Rímoli, do  R7 Essa foi a decepcionante resposta de Neymar diante da manifestação de racismo da torcida do Español. Mais uma vez ele teve toda a chance enfrentar os ignorantes. Pessoas que comparam negros a macacos. Mais uma vez, ele recuou. Era impossível não ouvir os urros de estúpidos vândalos no estádio Cornellà-El Prat, sábado. No empate entre Español e Barcelona. Selvagens na moderna arena urravam, imitando símios quando Neymar pegava na bola. A cena foi lastimável. Transmitida por todo o mundo. A imprensa espanhola e quem acompanha futebol neste planeta esperam por uma postura firme do jogador. Neymar é capitão da Seleção Brasileira. Está, ao lado de Messi e Cristiano Ronaldo, entre os que disputam a Bola de Ouro de melhor do mundo. Jornalistas ingleses garantem que o Manchester United estaria disposto a pagar R$ ...

    Leia mais

    Pelé inspira arte em nova exposição em Londres

    Uma exposição em Londres, batizada de "Art, Life, Football" (Arte, Vida, Futebol), marca os 75 anos do rei Pelé com obras de arte inspiradas no ex-jogador. Do BBC Há obras de 15 artistas internacionais especialmente convidados a produzir peças para a exposição na Halcyon Gallery. Elas incluem fotografias, pinturas, gravuras e algumas esculturas. Foto: Divulgacao I Halcyon Gallery Exposição da Halcyon Gallery marca os 75 anos do rei do futebol Em entrevista à BBC, Pelé, que visitou a exposição nesta semana, disse que sua maior fonte de inspiração foi seu pai. "Meu pai foi um bom jogador de futebol. Ele costumava dizer: Deus deu a você a bênção de jogar futebol. Você não fez nada, Deus deu a você. Mas, para ser um bom jogador e um bom homem, você precisa se preparar, precisa respeitar as pessoas, ajudar, e aí você vai ter sucesso", disse Pelé. ...

    Leia mais

    Com Pelé, New York Cosmos treina em Havana para jogo histórico contra seleção cubana

    É o primeiro clube de futebol norte-americano a viajar a Cuba desde 1978; partida amistosa representa outro passo na reaproximação diplomática entre os países Do Opera Mundi A equipe norte-americana de futebol New York Cosmos treinou nesta segunda-feira (01/06) em Havana para o amistoso de amanhã contra a seleção cubana, um evento que representa mais um passo na reaproximação diplomática entre os Estados Unidos e a ilha. A equipe viajou acompanhada de Pelé, presidente de honra do clube nova-iorquino pelo qual atuou entre 1975 e 1977. Foto: Ag. Efe "É emocionante estar aqui tantos anos depois de uma equipe norte-americana ter feito isso. Acho que é um momento histórico, muito importante para o Cosmos. E que o futebol seja o esporte eleito para esse evento tão lindo que vai unir as pessoas", disse o treinador do Cosmos, Giovanni Savarese. O técnico disse que toda a equipe ...

    Leia mais
    Robert Cianflone/Getty Images

    Pelé opera a próstata e passa bem

    Pelé, eterno ídolo do futebol brasileiro, está internado após ter sido submetido a uma cirurgia de próstata, segundo boletim médico que o Hospital Albert Einstein emitiu no início da noite desta quinta-feira (07). De acordo com o hospital, localizado na Zona Sul da cidade, o Rei do Futebol encontra-se em estado de saúde estável, em apartamento. No Brasil Post Ainda segundo o boletim , Pelé foi submetido a uma ressecção transuretral da próstata, procedimento conhecido como RTUP, que consiste na remoção parcial ou total da próstata. Nesse tipo de cirurgia, é inserido um instrumento, através do canal da uretra, para remover a parte da glândula que estiver obstruindo o fluxo de urina. O Rei do Futebol passa bem, mas está sendo acompanhado por médicos especialistas, os mesmos que o trataram no ano passado. O procedimento requer alguns dias de internação, até que ele se recupere plenamente. Pelé deverá sair do ...

    Leia mais
    Robert Cianflone/Getty Images

    Opinião: Como McCartney para os ingleses, Pelé virou ‘tio chato’ para os brasileiros

    Quando eu me mudei de Londres para o Rio de Janeiro, em 1998, muitas coisas me deixaram chocado: a desigualdade social, o tempo que demorava para comprar uma linha telefônica e o jeito que os cariocas comiam pizza com ketchup. Por Alex Bellos no BBC  Nada me surpreendeu mais do que a reação que eu tive quando mencionei o nome "Pelé". Para mim – e todos os britânicos da minha geração -, Pelé é o maior ícone do futebol mundial, provavelmente o maior herói de todos os esportes. A história dele é simples de entender: um garoto negro pobre que surgiu do nada e se tornou o melhor do mundo por seu talento e dedicação. O sucesso que ele teve, com o triunfo sobre a adversidade, resume o que todos nós amamos sobre o esporte. No Rio, a primeira vez em que eu disse o nome dele, pouco me deram atenção. ...

    Leia mais
    Robert Cianflone/Getty Images

    Estamos sendo justos com Pelé?

    No momento em que Pelé deixou o Hospital Albert Einstein, onde estava internado desde o dia 24 de novembro, foram dadas as condições mínimas para que cada brasileiro iniciasse as suas reflexões a respeito de sua postura tão crítica, exigente e até mesmo cruel perante o Rei do Futebol nas últimas décadas. Isso porque, embora transformar graves episódios médicos em oportunidades pedagógicas possa parecer uma atitude insensível e desnecessária, talvez sejam justamente nestas ocasiões em que as tentativas de conscientização surtam mais efeito. Do: GCM Pelé foi o maior gênio na arte de chutar uma bola que já existiu, e assim é tratado em qualquer lugar. Além da conquista de três Copas e mais uma série de façanhas com a camisa da Seleção Brasileira, foi o protagonista máximo de um Santos que encantou o mundo com duas Copas Intercontinentais, duas Libertadores da América, seis troféus nacionais e dez títulos paulistas, numa época em ...

    Leia mais
    Robert Cianflone/Getty Images

    Lenda, Rei, estrela… Planeta repercute internação de Pelé

    Poucos seres humanos são capazes de mobilizar tantas pessoas em tantos lugares do mundo como Edson Arantes do Nascimento. Aos 74 anos, Pelé foi internado pela segunda vez em um intervalo de uma semana e está na UTI do Hospital Albert Einstein após ser diagnosticado com infecção urinária desde a última segunda-feira. Isto bastou para que a imprensa de todo o planeta parasse para observar o estado de saúde do maior jogador de futebol de todos os tempos. Espanha, França, Itália, Argentina, Portugal... Em praticamente todos os cantos do globo, fala-se de Pelé. Jornais, sites, rádios, televisões e revistas estão de olho no que acontece na zona sul de São Paulo para informar os seus leitores a respeito do Rei do Futebol. O maior ídolo do esporte mundial nunca deu tantos sustos assim em seus "súditos". Por isso, atrai a atenção dos principais centros esportivos do planeta. Na Espanha, por ...

    Leia mais
    Robert Cianflone/Getty Images

    Pelé é transferido para UTI e faz hemodiálise em hospital de SP

    Ex-jogador está no Albert Einstein e trata infecção abdominal. Ele esta internado desde segunda-feira (24). No G1  O ex-jogador Pelé, de 74 anos, apresentou melhora de sua condição clínica, mas seguirá sob cuidados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Albert Einstein, na Zona Sul de São Paulo, segundo informou o boletim médico divulgado no final da tarde desta quinta-feira (27). Ele está internado no hospital desde segunda-feira (24). Pelé tem infecção abdominal e está fazendo hemodiálise como tratamento de suporte renal, sem necessidade de outras terapias de suporte, de acordo com o comunicado dos médicos. A assessoria do hospital afirmou que Pelé foi levado para a UTI por ser um melhor local para monitoramento do quadro. Mais cedo, ele tinha sido transferido para a unidade de cuidados especiais do hospital. Segundo o primeiro boletim médico, o ex-atleta, que foi internado para tratar de uma infecção urinária, seguia hospitalizado ...

    Leia mais

    Morte e vida virgulina – Por: Cidinha da Silva

    Fábio Mandingo, autor de Salvador Negro Rancor (Ciclo Contínuo, 2011), lançou o segundo livro pela mesma editora, trata-se de Morte e vida virgulina. A obra tem dinamismo e agilidade, características essenciais do texto de Mandingo. O verbo do autor baiano tem verdade, versatilidade, alvo e faz com que nossos olhos ajam durante a leitura da palavra sua que, literalmente, nos transporta a outros mundos, propicia a formação de imagens pautadas pelo seu repertório rico de lugares de fala desconhecidos ou ignorados. Raimundo Carrero, autor pernambucano, nos diz que autor não tem estilo, quem tem estilo é o personagem. Mandingo parece ter levado essa ideia às últimas consequencias nos dois primeiros textos do livro, Infanto Juvenil I e Infanto Juvenil II, os que menos gostei por serem muito masculinistas. Senti falta da interferência de um autor mais sensível, ainda que não transversalizado pelo feminismo, propriamente. Falta do autor que se manifesta ...

    Leia mais
    Getty Images

    Pelé foi alvo de racismo na carreira, mas ignorou luta antirracista

    Adriano Wilkson Assim que chegou ao Santos, ainda adolescente, Edson Arantes do Nascimento passou a ser chamado de "Gasolina" pelos outros jogadores do time. O apelido se referia à cor da substância que dá origem a esse combustível, o petróleo, negro como a pele do recém-chegado. E ficou vivo tempo suficiente para Edson pensar que seria assim que ele ficaria conhecido no mundo do futebol. A imprensa paulista preferiu chamá-lo de Pelé, apelido cunhado durante sua infância em Bauru. Mas na Copa de 1958, seus companheiros começaram a chamá-lo de outra coisa: Alemão. Era uma ironia que marcava a clara oposição entre o seu tipo físico – e a cor de sua pele – e o dos atletas europeus. O "Alemão" foi abandonado ainda na Suécia, mas Pelé continuaria a ser chamado, ao longo da carreira, por outras palavras que remetiam à cor de sua pele, como se essa característica ...

    Leia mais
    Getty Images

    Pelé e a consciência negra ou estamos por nossa própria conta – Por: Cidinha da Silva

    Por Cidinha da Silva Pelé é um sujeito conhecido e reconhecido pelas declarações infelizes e obtusas que procuram minimizar as manifestações de racismo em todos os continentes. É frustrante e dolorido ouvi-lo, entretanto, sua triste figura no quesito compreensão do funcionamento do racismo é plenamente compreensível no contexto brasileiro. A principal estratégia da casa grande para perpetuar o racismo no Brasil tem sido sua negação. Por isso é tão importante para este projeto hegemônico que ícones como Pelé prestem esse desserviço ou façam esse trabalho sujo, como queiram. A persona Pelé vende a ilusão de que nunca foi alvo de racismo ou que o superou pelo sucesso e pela subserviência discursiva aos métodos de manutenção do poder branco, que permitem a existência inofensiva de alguns ícones negros. E pretende dizer aos mais novos, tais como Aranha, o insurgente, que, para chegar a algum lugar como negro, é preciso aquiescer ao ...

    Leia mais
    Robert Cianflone/Getty Images

    A mente de Pelé ainda está presa numa senzala

    Por: Marco Antonio Araujo Mais uma obra pode ser incorporada ao acervo do Museu Pelé: um áudio editado com as maiores bobagens que o Rei do Futebol pronunciou durante sua existência. Nessa coletânea não podem faltar as estultices que o Atleta do Século pensa sobre um tema que lhe deveria ser caro, mas que em sua boca é vendido a preço de banana: o racismo. Percebam o requinte de um raciocínio que não conseguiu sair da senzala: "Se eu fosse querer parar o jogo cada vez que me chamassem de macaco ou crioulo, todos os jogos iriam parar. O torcedor, dentro da animosidade, ele grita. Acho que temos que coibir o racismo, mas não é em lugar público que vai coibir.  Quanto mais atenção der para isso, mais vai aguçar". Fosse um branco dizendo esse amontoados de bobagens, seria empalado pela opinião pública. Na boca do maior jogador de todos ...

    Leia mais

    Maracanã canta “Pelé”, Alemanha é tetra e Argentina chora

    POR BOB FERNANDES Direto do Rio de Janeiro Uma hora e meia para o início da final da Copa do Mundo, Alemanha x Argentina no Maracanã. Os argentinos provocam com seu cântico que termina em: - …Maradona es más grande que Pelé… Esquecido em seu próprio país por ação ou omissão da FIFA, CBF, mídia e inicialmente pela torcida, escalado e escalando-se apenas para uma grotesca propaganda onde, de cetro, apresenta-se como o “Rei”…. Pelé. Até que, desde as oitavas, o Brasil jogando progressivamente um futebol de terceira, de quinta, e de última…a história se impôs. Nesta bela tarde de domingo resta um, um único cântico para os brasileiros que, no Maracanã, secam a Argentina: - …mil gol, mil gols, mil gols, só Pelé, só Pelé, Maradona cheirador… Pelo que se lê nas redes sociais, pelo que se ouve no Centro de Mídia, multidões de brasileiros torcem pela Argentina.  E ...

    Leia mais
    Getty Images

    Noir, brésilien et footballeur : de la poudre de riz à la légende Pelé

    Avant 1958 et la victoire en Coupe du monde, le fait d'être noir ou métis a été considéré comme un handicap pour  prétendre à la Seleçao. José Sérgio Leite Lopes et Afrânio Garcia Jr. La Coupe du monde a suscité des reportages en France montrant un Brésil plus complexe que les stéréotypes avancés d’habitude. Dans un plateau de la semaine dernière, avant la cérémonie d’ouverture, le présentateur chevronné de "C dans l’air" s’est dit surpris d’avoir vu, dans un film tourné par Cantona, l’histoire bien connue au Brésil d’un joueur "de couleur" de Rio qui se sentait obligé de couvrir son visage de poudre de riz pour rentrer sur le terrain dans les années 1920. Le Brésil en Europe est tellement associé au métissage, et les vertus de son équipe à son caractère "arc en ciel", que ce fait peut paraître incongru. C’est oublier que la fin de l’esclavage dans ce ...

    Leia mais
    Getty Images

    Um Brasil despreza e não merece Pelé…

    Por: Bob Fernandes Argentina x Suíça no Itaquerão. A torcida argentina faz o de sempre, uma ode a Maradona. Canta e provoca: “…Maradona é maior do que Pelé…” Pelé está no estádio. A torcida brasileira, a princípio, nada diz a respeito de Pelé. Não como reverência, saudação. Depois, apenas como resposta aos argentinos, entoará: -Mil gol, mil, gols, só Pelé, só Pelé; Maradona, cheirador… Copa do Mundo no Brasil. País de Pelé, eleito o Atleta do Século XX, coroado o Rei do Futebol desde a Copa de 58, aos 17 anos, três vezes campeão do mundo em quatro Copas, bicampeão mundial pelo Santos, bicampeão na Libertadores… Pelé, cidadão do mundo, reverenciado em toda a Terra, recebido por todos os Papas, Reis e Rainhas, presidentes, Chefes de Estado, ídolo de estrelas do cinema, da música, do mundo esportivo, condecorado em todos os cantos do planeta… Pelé, outros 7 títulos pela seleção ...

    Leia mais
    futebol

    Da elite branca ao rei negro

    Símbolo de identidade nacional, a modalidade introduzida por imigrantes europeus superou preconceitos e tem na imprevisibilidade do drible sua maior expressão Há 120 anos aportava no Brasil a sua primeira bola de futebol, trazida por um descendente de ingleses e escoceses que retornava ao país após um período de estudos na Inglaterra. O que talvez Charles Miller não imaginasse é que, com o tempo, o conteúdo de sua bagagem se tornaria um símbolo da identidade nacional, traduzindo uma paixão capaz de unir os cidadãos das mais diferentes raças, crenças e origens em um território não muito menor que o da própria Europa. Trata-se de um dos maiores cartões de visita do talento brasileiro para o mundo. O começo, no entanto, não foi dos mais animadores. O futebol demoraria décadas para se popularizar e se tornar um fenômeno de massa no país. Até os anos de 1920 a modalidade encontrava forte ...

    Leia mais

    Museu Afro Brasil promove exposição ‘O Negro no Futebol Brasileiro’

    No ano em que comemora seus dez anos, o Museu Afro Brasil, instituição da Secretaria de Cultura do Estado, apresenta a exposição “O Negro no Futebol Brasileiro – A arte e os artistas (Homenagem a Mário Filho)”.  Com entrada Catraca Livre, a mostra fica em cartaz de 14 de junho a 10 de agosto. A mostra destaca a presença de jogadores negros na história do futebol no Brasil, país-sede da Copa, e sua importância na construção da identidade nacional. Reconhece-se a importância e a força desse fenômeno social, fartamente documentado pela imprensa. Durante a realização da Copa no Brasil, o Museu Afro Brasil homenageará marcantes jogadores do passado, cujas biografias dialogarão com diversas linguagens artísticas, como a música, o cinema e as artes visuais. Entre os homenageados, o célebre Arthur Friedenreich, autor do gol do primeiro título do nosso escrete, no Sul-Americano de 1919; Pelé, o Rei do Futebol; e outros ...

    Leia mais
    Getty Images

    Pelé se sente injustiçado e diz que seria mais valorizado em outro país

    Maior jogador de todos os tempos segundo a Fifa, reverenciado em todo o planeta, Pelé acredita que não recebe o tratamento adequado no Brasil. O ex-jogador, que muitas vezes é criticado por suas opiniões polêmicas, se sente injustiçado em seu país de origem e diz que seria mais valorizado se tivesse nascido em outro lugar. "Graças a Deus estou mais ou menos blindado com isso. Aprendi a entender que as pessoas são como são, podem deturpar o que você fala ou não entender. O que me machuca é que tem pessoas que deturpam o que você fala, isso é duro", disse Pelé, em entrevista à ESPN. "O Pelé seria igual , mas acho que você vê outros atletas que realmente tiveram a infelicidade de se envolver com coisas ruins, que denegriram a imagem do país, e eles defendem. No Brasil, não aceitam. Até se tiver um ...

    Leia mais
    Página 1 de 3 1 2 3

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist