Personalidade Literária do Prêmio Jabuti 2022: Sueli Carneiro

Enviado por / FonteDo Prêmio Jabuti

Sueli Carneiro [*1950] é a primeira Personalidade Literária do Prêmio Jabuti não proveniente do Eixo Literatura. Em 2022, a organização da premiação, que chega em sua 64ª edição, se deu conta de que a personalidade homenageada não teria de ser obrigatoriamente ficcionista, uma vez que o conceito de literatura é, por definição, mais amplo que a ficção apenas.

Sueli se declara “uma intelectual orgânica”, e sua obra comprova toda a organicidade de seu pensamento. Em confronto aberto com os nós históricos de uma sociedade que se declara democrática, harmônica e mestiça em vez de engendradamente racista, ela encontrou em Michel Foucault as ferramentas teóricas para confrontar esse delírio.

Ao atender a chamada da Câmara Brasileira do Livro, Sueli se disse “não escritora”. Ela também achava que apenas ficcionistas poderiam receber a homenagem. É fato comprovado que as pessoas mais merecedoras do título de Personalidade Literária, ao se verem diante da formalização do convite, hesitam, pensam duas vezes, para depois se verem refletidas na longa linhagem dos pensadores e pensadoras que fazem da letra dura da literatura o modo de mais corajosamente pensarem o Brasil.

Depois de aceitar, ela declarou que subirão ao palco da solenidade de entrega do título todas as suas interlocuções e todas as suas parcerias, entre as quais se contam Milton Santos, Lelia Gonzalez, Abdias do Nascimento, Octavio Ianni, Boaventura de Souza Santos, para citar apenas algumas. Como tudo o que é orgânico, o pensamento de Sueli Carneiro aposta no coletivo, na junção, na caminhada em família, em grupo para, finalmente, pensarmos numa caminhada em sociedade, uma vez desfeitos todos os atentados históricos à liberdade e à inclusão de todas as forças que configuram nosso país, nossa casa no mundo.

Diante da figura lunar de Sueli Carneiro, a Personalidade Literária de 2022 é então concedida a uma doutora em filosofia e educação que trabalha em todas as frentes possíveis para incrementar e fazer reconhecer a representatividade negra na produção de conhecimento. Militante feminista e antirracista, coordenadora executiva do Geledés – Instituto da Mulher Negra, editora do Portal Geledés, presidenta do Conselho Deliberativo do Fundo Baobá Para Equidade Racial – estas são apenas algumas de tantas outras atribuições e conquistas da homenageada. 

O Prêmio e a Câmara Brasileira do Livro têm na Personalidade Literária de 2022 a intelectual mais indicada para abrir um novo caminho. Visto que Sueli, de tão orgânica, não apenas indica a rota, mas inspira a fazer o trajeto em parceria.

Seja bem-vinda ao rol das homenageadas do Prêmio Jabuti, Doutora Sueli Carneiro!

+ sobre o tema

A carta da Princesa por Sueli Carneiro

A televisão, em 30 de abril, divulgou o conteúdo...

Fora do Lugar, por Sueli Carneiro

A revista Tudo realizou um teste comparativo sobre o...

Nós e o papa

O papa João Paulo II surpreendeu as mulheres que...

Rompendo com a conspiração do silêncio

Importante mesmo é a clareza do invólucro. É um...

para lembrar

Resenha: A visão revolucionária de Angela Davis

DAVIS, Angela. Mulheres, raça e classe. Candiani, Heci Regina....

Jornal pioneiro contra racismo deu voz a movimento negro há 100 anos

Há 100 anos, a criação de um jornal na...

Guerreiro Ramos: o personalismo negro

A recuperação do pensamento e da trajetória do sociólogo...

Sobre o amor por aquilo que lutamos

No dia 15 de dezembro, quarta-feira à tarde, fui...
spot_imgspot_img

Uma biblioteca contra a indiferença

Em janeiro de 1937, Carolina Maria de Jesus saltou de um trem na Estação da Luz, em São Paulo. Vinda de Sacramento, no interior...

Quem foi Beatriz Nascimento, pioneira nos estudos sobre quilombos

Beatriz Nascimento é uma das intelectuais mais importantes do Brasil. Historiadora, ela foi pioneira nos estudos sobre as comunidades quilombolas no país. No ano passado,...

Conheça Abdias do Nascimento, o novo nome no livro de ‘Heróis do Brasil’

Nascido no dia 14 de março de 1914, na cidade de Franca, em São Paulo, Abdias do Nascimento foi um jornalista, escritor, ator e político...
-+=