Pesquisa da UFMG identifica mais de 71 bebês com anticorpos para a Covid-19 em Minas Gerais

Enviado por / FontePor Thaís Leocádio, G1

Uma pesquisa da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) identificou 71 bebês que nasceram com anticorpos para a Covid-19. De acordo com a professora Cláudia Lindgren, do Departamento de Pediatria da instituição, o objetivo do estudo é acompanhar o impacto no desenvolvimento infantil.

“A gente tem esperança de que os anticorpos possam proteger um pouco esses bebês, pelo menos por alguns meses. A presença dos anticorpos confirma que eles foram expostos à infecção durante a gestação. Por outro lado, a gente não sabe que tipo de repercussão a longo prazo isso pode ter no desenvolvimento deles”, explicou a coordenadora do trabalho.

No Brasil, também há outros casos de bebês que nasceram com anticorpos para a Covid-19 registrados em Santa Catarina, Bahia e Acre. Um caso em cada estado.

A confirmação dos anticorpos não é uma garantia de que o bebê é imune ao coronavírus.

A pesquisa está sendo realizada em cinco cidades: Contagem e Nova Lima, na Grande BH; Itabirito, na Região Central; Ipatinga, no Vale do Aço, e Uberlândia, no Triângulo Mineiro.

Professora Cláudia Lindgren coordena estudo que identificou 71 bebês com anticorpos de Covid-19 em Minas Gerais — Foto: Arquivo pessoal

Ao todo, são 250 postos de coletas distribuídos nesses municípios. Toda mãe que leva o bebê para fazer o teste do pezinho, na primeira semana após o parto, é convidada a participar. A coleta de dados começou no dia 19 de abril deste ano. Desde então, já foram testados 543 duplas de mãe e bebê.

“Não há muitos estudos em crianças e recém-nascidos com anticorpos transmitidos pela placenta que fale para nós se houve algum dano. O estudo quer responder se há necessidade de um acompanhamento maior ou não quando a mãe é contaminada pelo coronavírus na gravidez”, afirmou Cláudia Lindgren.

Uma surpresa

Ainda de acordo com a pesquisadora, a maior parte das mães monitoradas até agora não teve grandes complicações com a Covid-19 durante a gestação. “Temos o relato de uma mãe que passou pelo CTI, mas não foi intubada, além de outras três que também foram internadas. Mas todos os bebês estão bem e ainda são muito novinhos”, completou.

Pietro tem pouco mais de um mês de vida e já está contribuindo com a ciência brasileira. Ele nasceu em Contagem, no dia 20 de abril, e é filho da psicóloga Kênia Adams de Jesus, de 36 anos.

Bebês nascidos com anticorpos para Covid-19

Cidade Número de bebês
Contagem 27
Uberlândia 25
Ipatinga 14
Nova Lima 4
Itabirito 1
Fonte: Universidade Federal de Minas Gerais

“Foi uma surpresa descobrir que ele tem os anticorpos! Em dezembro, ainda gestante, meu marido, meu filho mais velho – Henrique, de 2 anos – e eu tivemos contato com uma pessoa contaminada. Não fizemos o exame na época, mas cumprimos a quarentena e tivemos sintomas característicos, como perda do olfato e do paladar”, contou a mãe de Pietro.

A expectativa dos pesquisadores é testar 4 mil bebês no total. Não há impedimento na participação de mães que já foram vacinadas, basta ter tido o bebê em uma semana. Na mãe, é feita a retirada de sangue do dedo. No bebê, é aproveitado o material colhido no teste do pezinho.

“Nosso interesse é fazer bem rápido, essa é só a primeira etapa. A pesquisa maior envolve um acompanhamento de dois anos desses bebês que testaram positivo”, disse Cláudia.

O trabalho é desenvolvido em parceria com o Núcleo de Ações e Pesquisa em Apoio Diagnóstico (Nupad), a Secretaria Estadual de Saúde (SES-MG) e a Universidade Federal de Uberlândia.

Kênia se dispôs a continuar participando das próximas fases. “Tudo é muito novo, no que pudermos contribuir, ficaremos muito satisfeitos!”.

+ sobre o tema

Luiza Trajano cria movimento para vacinar todos os brasileiros até setembro

Um grupo de empresários liderados por Luiza Trajano, do Magazine...

SP: Justiça proíbe prefeitura de perguntar se aprovado em concurso tem HIV

O Tribunal de Justiça de São Paulo alegou discriminação...

Anvisa proíbe venda de todas as pomadas para modelar e trançar cabelos

Todas as pomadas para modelar e trançar cabelos estão...

para lembrar

Trabalhadoras domésticas devem ser prioritárias na fila da vacina contra a Covid-19

É com satisfação que vimos o programa de vacinação...

‘A dor de perder minha irmã do jeito que foi eu não aceito’, diz Criolo

Sete meses após perder a irmã para a Covid-19,...

Covid-19: Dois casos confirmados na Guiné-Bissau

Os dois infectados são um cidadão indiano, homem de...

Estado tem de apoiar a favela para isolamento seguro, diz chefe da Fiocruz

A presidente da Fundação Oswaldo Cruz, Nísia Trindade Lima,...
spot_imgspot_img

Crianças de 10 a 11 anos serão as primeiras a vacinar contra dengue

O Ministério da Saúde iniciou nesta quinta-feira (8) a distribuição das vacinas contra a dengue. A pasta informou ainda que o lote inicial será...

Primeiras doses da vacina do SUS contra dengue chegam ao Brasil

A primeira remessa da vacina contra a dengue que será oferecida pelo Sistema Único de Saúde (SUS) chegou ao Brasil neste sábado (20). O...

População de rua no Brasil cresceu quase 10 vezes na última década, aponta Ipea

A população em situação de rua no Brasil aumentou 935,31% nos últimos dez anos, segundo levantamento do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) com base em...
-+=