Pitty comenta discussão com Anitta e esclarece: “ Feminismo é sobre igualdade, não supremacia”

Em entrevista à Rolling Stone Brasil, cantora reforçou a importância de debater o tópico

Por LUÍSA JUBILUT, no Rolling Stone Brasil

Pitty e Anitta são duas mulheres bem sucedidas que conseguiram superar o machismo da indústria musical para falar e cantar o que pensam. Justamente por isso, foram chamadas para participar de um debate no Altas Horas, que foi ao ar neste sábado, 6, para falar sobre feminismo rodeadas por uma plateia composta exclusivamente por homens. Após a gravação do programa, notícias sobre uma suposta briga ideológica entre as cantoras foram publicadas.

“Então os homens não estão mais interessados. Eles pensam: ‘Vou dar em cima pra quê? Daqui a pouco a fulaninha me dá e vem pra cima de mim”, disse a funkeira no programa comandado por Serginho Groisman. “Não ficam interessados em ter mais nada com elas. Não acham legal.” A baiana questionou: “É o homem que está errado! Ele não tem que achar nada.” Posteriormente, as duas retomaram o debate ao discutir se as mulheres alcançaram ou não a igualdade. “Nós ainda não temos os mesmos direitos”, afirmou a roqueira. “Mas estamos quase lá”, respondeu Anitta. Pitty deu a palavra final: “Quase não é chegar lá. Estamos muito longe ainda.”

Discussão Saudável
Em entrevista cedida durante a festa de oito anos da revista Rolling Stone Brasil, Pitty, que se aproximou do feminismo “sendo mulher e passando por coisas”, desconstruiu a ideia de briga e disse que o debate, mais do que necessário, foi saudável. “Acho importante. É sempre bom a gente tocar neste assunto, porque acho que rola muita confusão [acerca do tema], muita informação desencontrada, muito preconceito. Acho que nunca é ruim a gente tentar esclarecer as coisas… O feminismo não é só bom para as mulheres, para os homens também, para a sociedade, pois se trata de igualdade, não de supremacia. O machismo oprime os homens também. Acho que no dia que eles perceberem isso, vai ser uma grande revolução.”

+ sobre o tema

Ancine quer aumentar participação feminina nas produções audiovisuais

Agência promoverá em junho o Seminário Internacional de Mulheres...

As Elizas do Brasil e suas mortes anunciadas

AS ELIZAS DO BRASIL E SUAS MORTES ANUNCIADAS Por Cecilia...

O professor que revelou ser gay na frente de mil alunos

O professor Daniel Gray nunca tinha falado sobre a...

Cresce número de mulheres chefes de família e de jovens negros universitários

Dados da SIS 2015 (Síntese de Indicadores Sociais), pesquisa...

para lembrar

Manutenção da divulgação da campanha ‘Violência contra a mulher – Eu ligo’

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) autorizou a continuidade da...

Listadas como vadias, punidas por serem mulheres

A sexualidade tem dois pesos diferentes para homens e...

Evento em Brasília debate o papel da mulher negra na arte urbana brasileira

Com o nome Conexões Urbanas: Impressões Femininas na Cultura...
spot_imgspot_img

‘Abuso sexual em abrigos no RS é o que ocorre dentro de casa’, diz ministra

A ministra das Mulheres, Cida Gonçalves, considera que a violência sexual registrada contra mulheres nos abrigos que recebem desalojados pelas enchentes no Rio Grande...

ONU cobra Brasil por aborto legal após 12 mil meninas serem mães em 2023

Mais de 12,5 mil meninas entre 8 e 14 anos foram mães em 2023 no Brasil, num espelho da dimensão da violência contra meninas...

Após um ano e meio fechado, Museu da Diversidade Sexual anuncia reabertura para semana da Parada do Orgulho LGBT+ de SP

Depois de ser interditado para reformas por cerca de um ano e meio, o Museu da Diversidade Sexual, no Centro de São Paulo, vai reabrir...
-+=