Porto Velho – Prefeitura participa de videoconferência do Senado sobre igualdade de gênero e raça

A Prefeitura de Porto Velho participou da mesa redonda “Dialogando sobre Gênero e Raça nas Instituições Públicas” realizada pelo Senado na última quinta-feira, 22. A palestra foi por meio de uma vídeoconferência no auditório do Interlegis, comunidade virtual do Poder Legislativo. Em Rondônia, a transmissão foi na Escola do Legislativo, da Assembleia Legislativa e, além da Coordenadoria Municipal de Políticas Públicas para as Mulheres (CMPPM), também participaram os representantes do Governo do Estado.

Por Joel Elias

O evento foi aberto pela 1ª vice-presidente da Casa, Marta Suplicy (PT-SP), junto com a diretora-geral Dóris Peixoto e da secretária-geral da Mesa, Claudia Lyra. A secretária-adjunta da Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres da Presidência da República, e professora titular do Departamento de Sociologia da UnB, Lourdes Maria Bandeira, apresentou o tema a “A perspectiva da Transversalidade de Gênero e Raça nas Políticas Públicas”.

Em seguida, o assessor especial da Secretaria de Igualdade Racial e doutorando em Educação pela Universidade de São Paulo (USP), Edson Cardoso, expôs o tema “Diversidade e Pluralismo: a Importância do Enfrentamento ao Racismo”. O evento encerrou com o tema “Racismo Institucional”, apresentado pela secretária de Políticas para a Promoção da Igualdade Racial do Distrito Federal, Josefina Serra dos Santos.

No evento, a Coordenadoria Municipal de Políticas Públicas para as Mulheres, expôs as ações desenvolvidas pelo município para o enfrentamento à desigualdade de raça e gênero, na capital de Rondônia, como a criação do Conselho Municipal Negro e as atividades alusivas ao “Dia de Zumbi” e também se colocou à disposição do Grupo de Trabalho criado pelo Senado para tratar da questão, além de aderir o programa de equidade de gênero, de iniciativa da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República, o “Pró-Equidade de Gênero e de Raça” tem o objetivo de analisar a estrutura funcional da Casa.

A coordenadoria também lembrou do “Dia Internacional de Luta pela Eliminação da Discriminação Racial”, instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU). A data é em memória do Massacre de Shaperville, na cidade de Joanesburgo, África do Sul, ocorrido em 21 de março de 1960, durante uma manifestação da população negra contra a lei do passe, que os obrigava a portar cartões de identificação, especificando os locais por onde eles podiam circular. Mesmo a manifestação sendo pacífica, o exército atirou sobre a multidão e o saldo da violência foram 69 mortos e 186 feridos.

Fonte: Correio do Brasil

+ sobre o tema

Gisele e a política

Ao solicitar ao Conar que suspenda os comerciais com...

IBGE: Casais gays ganham mais que casais heterossexuais

Percentual de casais gays é maior nas faixas de...

Pornografia infantil lidera denúncias enviadas à SaferNet

Pornografia infantil na internet liderou o número de casos...

Carta à Dilma – Feministas brasileiras manifestam total apoio a Ministra Luiza Bairros

Carta da Articulação de Mulheres Brasileiras à Presidenta Dilma Brasília,...

para lembrar

Apenas 18% das empresas no Brasil têm mulheres como presidente

Desigualdade também está presente em diretorias e conselhos, mas...

Machismo e violência

Atrás do balcão de uma locadora de filmes, uma...

Mulheres seguem ganhando menos que os homens, diz IBGE

O rendimento médio das mulheres brasileiras aumentou 28% entre...
spot_imgspot_img

Miss é eliminada por ser mãe. Em que ano estamos?

Elas precisam ser lindas, altas e magras. Além disso, é necessário que tenham entre 17 e 27 anos, não sejam casadas e não tenham...

Machismo e patriarcado afetam não só as mulheres, mas também os homens e a crianças

O Projeto de Lei (PL) nº 1974/2021, de autoria da Deputada Sâmia Bomfim (PSOL/SP) e do Deputado Glauber Braga (PSOL/RJ), cuja tramitação pode ser...

Entenda o que muda com a nova lei da igualdade salarial entre mulheres e homens

A lei da igualdade salarial, sancionada na última segunda-feira (3) pelo presidente Lula, estabelece novas bases legais para que trabalhadoras e trabalhadores tenham garantido seu...
-+=