Prêmio contempla grupos e artistas que atuam com estética negra

3ª edição do Prêmio Nacional de Expressões Culturais Afro-brasileiras recebe inscrições até 3 de novembro

Estão abertas até o dia 3 de novembro as inscrições para a 3ª edição do Prêmio Nacional de Expressões Culturais Afro-brasileiras, promovido pela Fundação Cultural Palmares (FCP), vinculada ao Ministério da Cultura (MinC), em parceria com o Centro de Apoio ao Desenvolvimento Osvaldo dos Santos e Neves (Cadon) e a Petrobras. Serão premiados 25 projetos de artistas, grupos e companhias que atendam à estética negra nos segmentos dança, artes visuais, teatro e música. O investimento total será de R$ 1,4 milhão.

A proposta do prêmio é incentivar a afirmação da cidadania, a dignidade das expressões de raízes culturais negras e a divulgação, ampliação e reconhecimento de grupos, companhias e artistas negros, além de suas iniciativas. “O Prêmio é a concretização do comprometimento com os artistas que defendem o valor da cultura negra nos palcos, nas ruas, nas galerias, nas telas de TV e do cinema, nos livros e no imaginário brasileiro”, destaca o presidente da FCP, Hilton Cobra.

Para participar

Poderão se inscrever pessoas jurídicas, de natureza cultural, com ou sem fins lucrativos e que trabalhem de forma sistemática com as expressões culturais afro-brasileiras, nos segmentos contemplados pelo edital. Além do prêmio em dinheiro, os proponentes selecionados receberão um troféu, em cerimônia realizada especialmente para este fim, no Teatro Rival BR, localizado no Rio de Janeiro/RJ.

Os finalistas também terão seus nomes impressos em um catálogo com os trabalhos vencedores de todas as categorias, no intuito de promover maior visibilidade ao artista. As duas edições realizadas somam mais de 1.400 inscrições. A meta para 2014 é dobrar os números e atingir os 5.570 municípios do país.

As modalidades

  • Teatro – Montagem ou remontagem de espetáculo teatral, performance, festival, circo, seminários, workshop e oficinas gratuitas;
  • Dança – Montagem ou remontagem de espetáculo de dança, performance, festival, circo, seminários, workshop e oficinas gratuitas;
  • Música – Gravação de CD de artistas ou grupos que tenham como base de suas composições gêneros musicais que emergiram ou foram influenciados pela cultura africana e de seus descendentes, como o samba, o maracatu, o ijexá, o coco, o jongo, o maculelê, o maxixe, a lambada e o carimbó, entre outros.
  • Artes Visuais – Montagem ou remontagem de exposição de artes gráficas, artes plásticas, arte pública e intervenção urbana, fotografia, videoarte, grafite, escultura, gravura, instalação, design, arte tecnológica, multimídia, arte contemporânea, outras expressões das artes visuais não especificadas anteriormente e oficinas gratuitas.

Clique aqui e saiba mais no site oficial do prêmio.

+ sobre o tema

Após cirurgia, Aretha Franklin canta em TV dos EUA

Consagrada rainha da soul music americana se recupera bem...

Seppir faz homenagem a Machado de Assis

A Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial...

Joaquim Dias Cordeiro da Matta

Investigador, jornalista e poeta angolano, Joaquim Dias Cordeiro da...

Vila Isabel abre inscrições para negros

Rio - Com o enredo 'Você semba lá...que...

para lembrar

Emicida – Zica, Vai Lá (Video clipe Oficial)

Músic:Zica vai lá(Emicida) Produced By:Beatnick e Ksalaam (Albúm Doozicabraba e a...

“The Hiphop Archive” (WEB Du Bois Institute – Harvard University)

Em meados de 2009, quando comecei a desenhar...

Eusébio já teve alta hospitalar

A antiga glória do futebol português abandonou esta...

Olímpiadas 2012: Serena Williams na final após vitória arrasadora

A norte-americana Serena Williams está classificada para a final...
spot_imgspot_img

No Maranhão, o Bumba meu boi é brincadeira afro-indígena

O Bumba Meu Boi é uma das expressões culturais populares brasileiras mais conhecidas no território nacional. No Maranhão, esta manifestação cultural ganha grandes proporções...

Ensino da história e cultura afro-brasileira nas escolas

Um estudo realizado pela Plano CDE sobre a Lei 10.639/03 e liderado por Geledés Instituto da Mulher Negra e Instituto Alana, com parceira do...

Sete em cada 10 secretarias municipais de educação descumprem lei que obriga ensino sobre história e cultura afro-brasileira nas escolas

Um levantamento mostrou que sete em cada dez secretarias municipais de educação descumprem parcial ou totalmente a lei que obriga o ensino sobre história...
-+=