“Preto não pode andar de táxi?” Rafaela Silva relata abuso policial

Campeã mundial de judô em 2013 e medalha de ouro nos Jogos Olímpicos do Rio 2016, Rafaela Silva relatou ter sido vítima de preconceito nesta quinta-feira (22), no Rio de Janeiro.

no EsportUOL

A judoca afirma que foi parada por um policial ao pedir um táxi no aeroporto. Segundo ela, o homem só entrou na viatura e foi embora depois de perguntar ao taxista se ele a havia “pegado na favela”.

“Na altura do campeonato, chegando no Rio de Janeiro, tive que passar vergonha e descobrir que preto não pode andar de táxi agora. Passaram 4 policiais dentro do carro e ficaram encarando o táxi que eu estava dentro”, começou a relatar em um vídeo publicado no Instagram.

“Eu continuei mexendo no celular, fingi que não era nem comigo. Daqui a pouco eles ligam a sirene e mandam o taxista encostar. Levaram o taxista pra um lado, e o outro rapaz bateu com a arma na janela e me chamou do outro lado. Isso com a avenida Brasil inteira olhando, achando que a polícia tinha capturado um bandido”, prosseguiu.

“O cara olha pra minha cara e pergunta: ‘trabalha com o quê?’. Falei que não trabalho, sou atleta. ‘Tu é aquela da olimpíada, né? Mora onde?’ Jacarepaguá, estou tentando chegar em casa. O taxista disse que me pegou no aeroporto”, disse Rafaela.

O policial falou: ‘ah tá, pode ir lá então, achei que tu tinha pego na favela (sic)’. Agora preto nem de táxi pode andar que deve estar assaltando, roubando””, concluiu a judoca.

+ sobre o tema

Democracia sem racismo e o monopólio do financiamento de candidaturas brancas

Enfrentar o racismo sistêmico brasileiro não é tarefa fácil....

O Racismo institucional se manifesta na extincao da TVE-FM cultura

Á SEPPIR, FUNDAÇÃO PALMARES E AO MOVIMENTO NEGRO BRASILEIRO. Por Emir Da...

Presidente do CRM-AP é denunciado por racismo contra médicos cubanos

MP diz que presidente expulsou médicos cubanos do auditório...

Por que o ‘blackface’ é uma forma de racismo

Maquiagem usada pelo primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, surgiu...

para lembrar

Cumplicidade: Jogadores acusados de racismo se cumprimentam com “piscadinha” em partida de futebol

John Terry e Luis Suárez teriam ofendido adversários negros...

“Mãe, onde dormem as pessoas marrons?”

A pergunta de criança denuncia a vida entre muros...
spot_imgspot_img

Fifa apresenta pacote de medidas contra o racismo no esporte

A Federação Internacional de Futebol apresentou um pacote de medidas contra o racismo no esporte. O mundo do futebol está reunido em Bangkok, na Tailândia, onde...

Tragédia no Sul é ambiental, mas sobretudo política

Até onde a vista alcança, o Rio Grande do Sul é dor, destruição. E vontade de recomeçar. A tragédia socioclimática que engolfou o estado, além da...

Para os filhos que ficam

Os seus pais vão morrer. É ainda mais difícil se dar conta disso depois de um Dia das Mães, como foi o último domingo....
-+=