domingo, janeiro 16, 2022
InícioEducaçãoProjeto de teatro aborda a temática do preconceito na sala de aula...

Projeto de teatro aborda a temática do preconceito na sala de aula em Manaus

Para esta edição, os atores do projeto apresentarão a peça “A Legião dos Cinco”, escrita pela coordenadora do Núcleo, Guta Rodrigues, que aborda o universo jovem.

Do Dia 24am

blank
Imagem: Aleksandra Pawloff (Courtesy Photo)

A Escola Municipal Joana Vieira, localizada no Km 32 da AM-010, estrada que liga Manaus a Itacoatiara, vai receber, nesta sexta-feira (16), o projeto “Teatro nas Escolas”. A atividade será realizada a partir das 9h, com a proposta de educar e conscientizar os jovens por meio da arte teatral.

Para esta edição, os atores do projeto apresentarão a peça “A Legião dos Cinco”, escrita pela coordenadora do Núcleo, Guta Rodrigues, que aborda o universo jovem. Temas como bullying, preconceito, sexualidade, relação familiar e relação escolar serão colocados em pauta.

A direção é colaborativa do elenco, contando com estagiários estudantes de Teatro da Universidade do Estado do Amazonas (UEA). Dinne Queiroz, Débora Ohana, Emille Nóbrega, Clayson Charles, Jonathan Antunes e Eduardo Klinsmann integram a equipe de artistas.

O secretário Municipal de Juventude, Esporte e Lazer (Semjel), Elvys Damasceno, explicou que o projeto consiste em levar todos os meses espetáculos gratuitos para alunos da rede pública de ensino de Manaus e das zonas rurais e ribeirinhas, com peças que abordam as temáticas de saúde, esporte e o universo jovem.

“As apresentações são feitas pelo Núcleo de Teatro da Semjel, com espetáculos teatrais que educam e orientam os jovens para escolhas positivas no caminho a seguir”.

Inclusão e Difusão Cultural

Essa será a primeira vez que aproximadamente 100 estudantes da Escola Municipal Joana Vieira, da zona rural de Manaus, terão contato com a arte teatral.

Segundo o subsecretario de Juventude da Semjel, Rodrigo Guedes, por onde o projeto passa é recebido como novidade e faz a diferença na vida dos jovens.

“Na última apresentação realizada na Escola Fábio Lucena, uma das estudantes disse que sofreu bullying a vida inteira e, após assistir ao espetáculo, afirmou ter encontrado a força que precisava para lutar contra este tipo de preconceito. Isso é gratificante, pois o projeto não só aproxima os jovens da arte, como transforma suas vidas”, afirma Guedes.

No enredo do espetáculo, cinco adolescentes de séries distintas e com personalidades completamente diferentes entre si precisam ficar ficam juntos na sala de detenção do colégio por terem condutas negativas no ambiente escolar. Como não se conhecem e precisam manter contato social, logo surgem os preconceitos e rixas. À medida que se aproximam e expõem suas histórias de vida e familiar, contando com a ajuda de uma professora, vão aprendendo a conviver com as diferenças, dando apoio moral para os problemas um dos outros, passando a encarar o mundo de forma positiva e com mais confiança.

A atriz do Núcleo, Deborah Ohana, considera que a peça foi feita para o jovem se identificar e se reconhecer nos personagens. “O público percebe que as escolhas dos personagens podem também ser as suas, contribuindo para terem mais confiança em si e respeito com a escola e a família”, considera.

O evento será apresentado no turno da manhã, das 9h às 11h. As escolas da rede pública de ensino interessadas em receber o projeto em seu calendário escolar deverão entrar em contato com a Semjel, pelo número 3248-8706.

RELATED ARTICLES