Guest Post »

Projetos em andamento no Geledés ano 2013

 

O Geledés Instituto da Mulher Negra completa hoje 25 anos.

Apoio institucional: Ford Foundationford


 Ações do Programa de Educação

A Cor da Cultura III

A Cor da Cultura

Em processo de finalização a parceria com Fundação Roberto Marinho/Canal Futura para realização da terceira etapa do projeto A Cor da Cultura, de capacitação de profissionais da educação e do movimento social, para utilização do kit A Cor da Cultura que terá inicio no 2º semestre de 2013.

Resultados ou metas – formação direta de cerca de 600 profissionais da educação, que replicarão a formação junto às suas escolas.

Objetivos – formação de professoras e professores

Responsável: Suelaine Carneiro

Kit A Cor da Cultura para Professor

Fonte de financiamento – Fundação Roberto Marinho

marinho


Atividades de controle social na área de educação

– Atuação política junto ao GT Educação da Rede Nossa São Paulo, para a efetivação das seguintes pautas educacionais:
– Plano de Educação da Cidade de São Paulo;
– Construção de instrumento de dados para consolidar a demanda real por educação infantil na cidade de São Paulo.
– atuação política junto ao Fórum de Educação Etnico-Racial do Estado de São Paulo, para a efetivação das seguintes pautas educacionais:
– preparação da I Conferência de Educação Etnico-Racial do Estado de São Paulo, que se realizará no segundo semestre de 2013;
– ações coordenadas junto às secretarias de educação municipal e estadual para efetivação da lei 10639 no estado de SP.

Responsável: Suelaine Carneiro


I Concurso Planos de Aula

Concurso Planos de Aula
Concurso Planos de Aula

Em comemoração aos 10 anos da lei 10.639/2003 Geledés criou o I Concurso de Planos de Aula aplicando a Lei 10.639/03 que tem por objetivo incentivar professores na aplicação da lei, abrangendo o ensino básico e fundamental das escolas municipais, estaduais e particulares de todo o território brasileiro, promovendo e estimulando o ensino da cultura negra e sua diversidade em sala de aula. Atividade realizada pelo Portal Geledés.

Concurso de Plano de Aula – Aplicando a lei 10.639/2003

Responsável: Equipe do Portal Geledés

Fonte de financiamento – Fundação W. K. Kellogg 

logo_combo_new


Ações do Programa de Direitos Humano

Sos Racismo, PLPs e Centro de Pesquisa

PLPs – Capacitação de 120 beneficiárias/os afrodescendentes em direitos e garantias fundamentais;
Responsável: Sônia Maria Pereira do Nascimento

 O projeto de PLPs no Brasil começou em maio de 1992 com a realização de um seminário sobre os direitos da mulher organizado pelo Comitê Latino-Americano e do Caribe para a Defesa dos Direitos das Mulheres
e-book

SOS Racismo

Analise de casos de violações de direitos e garantias desta parcela da população
com atendimento jurídico (SOS Racismo) no âmbito nacional e internacional em temas de raça e gênero;

Responsável: Rodnei Jericó

plp-capa


Centro de Pesquisa

edição, organização e catalogação do material didático utilizado nas formações.

Todos os produtos serão disponibilizados no Portal Geledés.

Responsável: Suelaine Carneiro
Apoio: Inter-American Foundation (IAF)

iaf


Ações do Programa de Saúde

Promotoras Legais Populares na Prevenção das DST/HIV/AIDS e Hepatites

Objetivo: Desenvolver oficinas de educação preventiva as DST/HIV-Aids e Hepatites com as Promotoras Legais Populares e lideranças comunitárias da Cidade Tiradentes e São Mateus, construindo interface com diferentes segmentos da sociedade para a garantia do acesso à saúde;

Ampliar e consolidar parcerias com as comunidades e as Promotoras Legais Populares, a rede pública de saúde e educação, para que possam promover a prevenção e assistência as DST/HIV/Aids e Hepatites pautada na integralidade e equidade proposta no SUS.

Território de Atuação/ População Prioritária
O Projeto desenvolve o trabalho de formação a prevenção das DST/HIV/AIDS e Hepatites com as Promotoras Legais Populares da Cidade Tiradentes , São Mateus e outras lideranças comunitárias, incluiu também (adolescentes, jovens em situação de vulnerabilidade pessoal e social e jovens universitários, homens e lideranças comunitárias de Ermelino Matarazzo , Guaianazes e São Miguel Paulista.

O projeto tem a duração de 24 meses, tendo seu término em junho de 2013. Em 23 meses superamos todas as metas e ações idealizadas, realizamos no total 38 oficinas e 1 seminário totalizando 320 horas de atividade, com a frequência aproximada de 1400 participantes.

Coordenadora do Projeto:Élida Miranda dos Santos
Assistente Técnica: Solimar Carneiro
Formador do Projeto: Miguel Ângelo Bersani

Apoio: Secretaria Municipal de Saúde do Estado de São Paulo

prefeitura

pagina28pagina29


Ações de Incidência em Políticas Publicas

O Geledés faz parte do Projeto Mais Direitos e Mais Poder para as Mulheres em consórcio formado pelas organizações feministas: SOS Corpo · Cfemea · Coletivo Leila Diniz · Cunhã · Geledés Instituto da Mulher Negra · Redeh · Instituto Patrícia Galvão, em parceria com a Secretaria de Política para as Mulheres, que tem o apoio do FIG – Fundo para Igualdade de Gênero da ONU Mulheres. O projeto foi iniciado em 2011, tem a duração de três anos e vem realizando uma série de atividades, todas ligadas ao empoderamento das mulheres.

A questão racial está transversalizada em todas as ações do projeto, mas entendemos a importância de uma ação específica do Consórcio para o combate ao racismo, decidimos pela construção de termos referenciais sobre indicadores de Racismo Institucional, de modo a consolidar uma metodologia que possa ser replicada para os demais diferentes setores da sociedade.

Para realização dessa tarefa, sob a coordenação do Geledés, contamos com a consultoria da Jurema Werneck e a participação de um Grupo de especialistas formado por integrantes da ONU Mulheres, OIT, IPEA, Secretaria de Política para as Mulheres, Seppir, e organizações integrantes do Consórcio, que contribuiu de forma decisiva na produção de duas publicações que serão lançadas no próximo mês.

capa-do-livro-vermelha

Racismo institucional

As publicações “Guia de Enfrentamento ao Racismo Institucional” e o texto “Racismo Institucional – uma abordagem teórica” são resultado de um processo de construção coletiva que agregou organizações feministas e antirracistas brasileiras, o Governo Federal e o Sistema das Nações Unidas no país.

O objetivo dessas publicações é o oferecer a instituições públicas e privadas novos elementos para a construção de diagnósticos, planos de ação e indicadores que permitam o enfrentamento do Racismo Institucional, e de contribuir para a criação de um ambiente favorável à formulação e implementação de políticas públicas equitativas, buscando a efetiva transformação das relações de poder. Os textos serão disponibilizados na versão digital para download, gratuitamente.

Cabe salientar o importante papel das organizações que integram o GT de Gênero e Raça da ONU nas discussões e formulações de propostas para o enfrentamento do RI, resultando em um Protocolo de Enfrentamento ao Racismo Institucional, que será assinado no dia do lançamento das publicações pelas ministras Luiza Bairros (Seppir) Eleonora Meniccuci (SPM) e chefes de agências da ONU.

Responsável: Nilza Iraci Silva

Apoio: ONU Mulheres

onumulheres


Portal Geledés

Portal Geledés
Portal Geledés

O Portal Geledés é o espaço de expressão pública das ações realizadas pela organização no passado e no presente e de seus compromissos com a defesa intransigente da cidadania e dos direitos humanos, e a denúncia permanente dos entraves que persistem para a concretização da justiça social, a igualdade de direitos e oportunidades em nossa sociedade.

Responsáveis:
Editora: Sueli Carneiro
Web Designer: Antonio Carlos dos Santos Filho
Programador: Odemur Marangoni
Conteúdo web: Natalia de Senna

Apoio: W.K. Kellogg Foundation

kellogg

Artigos relacionados