Projetos em andamento no Geledés ano 2013

Artigo produzido por Redação de Geledés

O Geledés Instituto da Mulher Negra completa hoje 25 anos.

Apoio institucional: Ford Foundationford


 Ações do Programa de Educação

A Cor da Cultura III

A Cor da Cultura

Em processo de finalização a parceria com Fundação Roberto Marinho/Canal Futura para realização da terceira etapa do projeto A Cor da Cultura, de capacitação de profissionais da educação e do movimento social, para utilização do kit A Cor da Cultura que terá inicio no 2º semestre de 2013.

Resultados ou metas – formação direta de cerca de 600 profissionais da educação, que replicarão a formação junto às suas escolas.

Objetivos – formação de professoras e professores

Responsável: Suelaine Carneiro

Kit A Cor da Cultura para Professor

Fonte de financiamento – Fundação Roberto Marinho

marinho


Atividades de controle social na área de educação

– Atuação política junto ao GT Educação da Rede Nossa São Paulo, para a efetivação das seguintes pautas educacionais:
– Plano de Educação da Cidade de São Paulo;
– Construção de instrumento de dados para consolidar a demanda real por educação infantil na cidade de São Paulo.
– atuação política junto ao Fórum de Educação Etnico-Racial do Estado de São Paulo, para a efetivação das seguintes pautas educacionais:
– preparação da I Conferência de Educação Etnico-Racial do Estado de São Paulo, que se realizará no segundo semestre de 2013;
– ações coordenadas junto às secretarias de educação municipal e estadual para efetivação da lei 10639 no estado de SP.

Responsável: Suelaine Carneiro


I Concurso Planos de Aula

Concurso Planos de Aula
Concurso Planos de Aula

Em comemoração aos 10 anos da lei 10.639/2003 Geledés criou o I Concurso de Planos de Aula aplicando a Lei 10.639/03 que tem por objetivo incentivar professores na aplicação da lei, abrangendo o ensino básico e fundamental das escolas municipais, estaduais e particulares de todo o território brasileiro, promovendo e estimulando o ensino da cultura negra e sua diversidade em sala de aula. Atividade realizada pelo Portal Geledés.

Concurso de Plano de Aula – Aplicando a lei 10.639/2003

Responsável: Equipe do Portal Geledés

Fonte de financiamento – Fundação W. K. Kellogg 

logo_combo_new


Ações do Programa de Direitos Humano

Sos Racismo, PLPs e Centro de Pesquisa

PLPs – Capacitação de 120 beneficiárias/os afrodescendentes em direitos e garantias fundamentais;
Responsável: Sônia Maria Pereira do Nascimento

 O projeto de PLPs no Brasil começou em maio de 1992 com a realização de um seminário sobre os direitos da mulher organizado pelo Comitê Latino-Americano e do Caribe para a Defesa dos Direitos das Mulheres
e-book

SOS Racismo

Analise de casos de violações de direitos e garantias desta parcela da população
com atendimento jurídico (SOS Racismo) no âmbito nacional e internacional em temas de raça e gênero;

Responsável: Rodnei Jericó

plp-capa


Centro de Pesquisa

edição, organização e catalogação do material didático utilizado nas formações.

Todos os produtos serão disponibilizados no Portal Geledés.

Responsável: Suelaine Carneiro
Apoio: Inter-American Foundation (IAF)

iaf


Ações do Programa de Saúde

Promotoras Legais Populares na Prevenção das DST/HIV/AIDS e Hepatites

Objetivo: Desenvolver oficinas de educação preventiva as DST/HIV-Aids e Hepatites com as Promotoras Legais Populares e lideranças comunitárias da Cidade Tiradentes e São Mateus, construindo interface com diferentes segmentos da sociedade para a garantia do acesso à saúde;

Ampliar e consolidar parcerias com as comunidades e as Promotoras Legais Populares, a rede pública de saúde e educação, para que possam promover a prevenção e assistência as DST/HIV/Aids e Hepatites pautada na integralidade e equidade proposta no SUS.

Território de Atuação/ População Prioritária
O Projeto desenvolve o trabalho de formação a prevenção das DST/HIV/AIDS e Hepatites com as Promotoras Legais Populares da Cidade Tiradentes , São Mateus e outras lideranças comunitárias, incluiu também (adolescentes, jovens em situação de vulnerabilidade pessoal e social e jovens universitários, homens e lideranças comunitárias de Ermelino Matarazzo , Guaianazes e São Miguel Paulista.

O projeto tem a duração de 24 meses, tendo seu término em junho de 2013. Em 23 meses superamos todas as metas e ações idealizadas, realizamos no total 38 oficinas e 1 seminário totalizando 320 horas de atividade, com a frequência aproximada de 1400 participantes.

Coordenadora do Projeto:Élida Miranda dos Santos
Assistente Técnica: Solimar Carneiro
Formador do Projeto: Miguel Ângelo Bersani

Apoio: Secretaria Municipal de Saúde do Estado de São Paulo

prefeitura

pagina28pagina29


Ações de Incidência em Políticas Publicas

O Geledés faz parte do Projeto Mais Direitos e Mais Poder para as Mulheres em consórcio formado pelas organizações feministas: SOS Corpo · Cfemea · Coletivo Leila Diniz · Cunhã · Geledés Instituto da Mulher Negra · Redeh · Instituto Patrícia Galvão, em parceria com a Secretaria de Política para as Mulheres, que tem o apoio do FIG – Fundo para Igualdade de Gênero da ONU Mulheres. O projeto foi iniciado em 2011, tem a duração de três anos e vem realizando uma série de atividades, todas ligadas ao empoderamento das mulheres.

A questão racial está transversalizada em todas as ações do projeto, mas entendemos a importância de uma ação específica do Consórcio para o combate ao racismo, decidimos pela construção de termos referenciais sobre indicadores de Racismo Institucional, de modo a consolidar uma metodologia que possa ser replicada para os demais diferentes setores da sociedade.

Para realização dessa tarefa, sob a coordenação do Geledés, contamos com a consultoria da Jurema Werneck e a participação de um Grupo de especialistas formado por integrantes da ONU Mulheres, OIT, IPEA, Secretaria de Política para as Mulheres, Seppir, e organizações integrantes do Consórcio, que contribuiu de forma decisiva na produção de duas publicações que serão lançadas no próximo mês.

capa-do-livro-vermelha

Racismo institucional

As publicações “Guia de Enfrentamento ao Racismo Institucional” e o texto “Racismo Institucional – uma abordagem teórica” são resultado de um processo de construção coletiva que agregou organizações feministas e antirracistas brasileiras, o Governo Federal e o Sistema das Nações Unidas no país.

O objetivo dessas publicações é o oferecer a instituições públicas e privadas novos elementos para a construção de diagnósticos, planos de ação e indicadores que permitam o enfrentamento do Racismo Institucional, e de contribuir para a criação de um ambiente favorável à formulação e implementação de políticas públicas equitativas, buscando a efetiva transformação das relações de poder. Os textos serão disponibilizados na versão digital para download, gratuitamente.

Cabe salientar o importante papel das organizações que integram o GT de Gênero e Raça da ONU nas discussões e formulações de propostas para o enfrentamento do RI, resultando em um Protocolo de Enfrentamento ao Racismo Institucional, que será assinado no dia do lançamento das publicações pelas ministras Luiza Bairros (Seppir) Eleonora Meniccuci (SPM) e chefes de agências da ONU.

Responsável: Nilza Iraci Silva

Apoio: ONU Mulheres

onumulheres


Portal Geledés

Portal Geledés
Portal Geledés

O Portal Geledés é o espaço de expressão pública das ações realizadas pela organização no passado e no presente e de seus compromissos com a defesa intransigente da cidadania e dos direitos humanos, e a denúncia permanente dos entraves que persistem para a concretização da justiça social, a igualdade de direitos e oportunidades em nossa sociedade.

Responsáveis:
Editora: Sueli Carneiro
Web Designer: Antonio Carlos dos Santos Filho
Conteúdo web: Natalia de Senna

Apoio: W.K. Kellogg Foundation

kellogg

+ sobre o tema

Roda de conversa com Geledés

Roda de conversa com Geledés Do Sesc Com integrantes do Geledés...

Plano de aula: Consciência Negra II

Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. PUC- rioCurso:...

para lembrar

Primeira vacina anticoncepcional para homens deve ficar pronta em 2023

Um contraceptivo masculino inédito em forma de vacina —...

Inversão de valores: A denúncia de abuso sexual em escola do Rio

Mais um absurdo aconteceu nestas últimas semanas no Rio de...

Duas jovens são vítimas de estupro no Parque Ibirapuera

Uma das jovens tem 16 anos e a outra...

Mulheres pretas e pardas são as mais afetadas pela dengue no Brasil

Mulheres pretas e pardas são o grupo populacional com maior registro de casos prováveis de dengue em 2024 no Brasil. Os dados são do painel de...

Saúde: 307 crianças ianomâmis desnutridas foram resgatadas em 2023

Ao longo do ano de 2023, 307 crianças ianomâmis diagnosticadas com desnutrição grave ou moderada foram resgatadas e recuperadas, segundo o Ministério da Saúde. Há quase...

Anvisa cancela registro de mais de 1,2 mil pomadas de modelar cabelos

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) cancelou nesta sexta-feira (29) os registros de 1.266 pomadas sem enxágue, ceras e sprays para modelar, trançar ou...
-+=