Guest Post »

Promotoria pede cinco anos de prisão para Berlusconi em caso de corrupção

A promotoria de Milão pediu nesta quarta-feira (15) uma pena de cinco anos de prisão para o ex-chefe de governo italiano Silvio Berlusconi por corrupção de testemunhas no caso conhecido como Mills.

“Além de qualquer dúvida razoável, temos a certeza de que o acusado é culpado”, declarou o promotor Fabio Pasquale.

Neste caso, Berlusconi é acusado de pagar US$ 600 mil (R$ 1,03 milhão) a seu ex-advogado britânico David Mills para obter um falso testemunho a seu favor em vários processos nos anos 90.

Em outro caso envolvendo o polítco, no último dia 7 um juiz de Milão decidiu mandar de volta para a Justiça o ex-chefe de governo Silvio Berlusconi por seu papel na publicação pela imprensa de escutas telefônicas relacionadas a uma tentativa de compra do banco BNL pela seguradora Unipol, indicaram fontes judiciais.

Berlusconi será julgado por “violação do sigilo da instrução”, em razão da publicação no fim de 2005 pelo jornal de sua família, Il Giornale, de transcrições de conversas protegidas pelo sigilo da instrução.

Elas mostravam uma forte conivência entre um alto dirigente de esquerda e o dono da seguradora Unipol em sua tentativa de assumir o controle do banco BNL.

A revelação dessas conversas havia desencadeado uma tempestade de reações negativas no momento em que a esquerda tinha um amplo favoritismo para as legislativas da primavera de 2006.

O processo terá início no dia 15 de março, segundo fontes judiciais.

Este será o quarto processo em Milão contra o ex-primeiro-ministro italiano, após os processos Mills por corrupção de testemunha, Mediaset por fraude fiscal e Rubygate por prostituição de uma menor e abuso de poder.

Este caso ocorre em decorrência do processo contra o ex-governador do Banco da Itália, Antonio Fazio, como parte de escândalos bancários que sacudiram a Itália em 2005.

 

Fonte:R7

Related posts