Protagonismo das mulheres negras e periféricas: Nós, mulheres da periferia lança novo site

Organização jornalística há 9 anos em atividade atualiza design de portal

Nós, mulheres  da periferia, organização jornalística fundada e gerenciada por mulheres de bairros periféricos da cidade de São Paulo, lança a partir dessa semana o novo design de seu site: www.nosmulheresdaperiferia.com.br

O layout tem o objetivo de destacar o protagonismo das mulheres negras e das periferias brasileiras nas notícias do dia a dia e pautas atuais e, ao mesmo tempo, apresentar conteúdos aprofundados e cuidadosos, a partir do conceito de produção ‘artesanal’. 

O objetivo é que o novo site reflita esse fazer artesanal, com bastante espaço para fotografias e ilustrações, rostos e histórias. A nova identidade acompanha o posicionamento editorial do Nós, que trata de todos os assuntos, com um jeito de ver o mundo a partir da reflexão, análise e histórias de mulheres negras e periféricas. 

“Esse site representa mais um passo no amadurecimento da nossa presença dentro do ecossistema de jornalismo brasileiro. Acho que a nossa existência e o jeito que a gente faz jornalismo já é por si só disruptivo e provocador. O site tem a missão de trazer materialidade ao nosso trabalho, ao nosso jeito de produzir notícias”, afirma Regiany Silva, diretora de projetos do Nós, mulheres da periferia

O portal foi desenvolvido por uma equipe de mulheres: Amanda Gedra, desenvolvedora há mais de dez anos, com foco em projetos de jornalismo de impacto, e desenhado por Paula Carvalho, diretora de arte com passagens por veículos como Revista Claudia, Revista da MTV e Trip. Ambas participaram dos projetos de portais como Gama Revista, Agência Mural, Catraca Livre e Rádio Novelo. 

“O novo site é um lugar gostoso de estar! Queremos que seja um espaço aconchegante para as mulheres se enxergarem, conhecerem outras mulheres, aprender, se inspirar”, afirma Mayara Penina, editora e diretora de conteúdos especiais do Nós, mulheres da periferia. 

Sobre o Nós mulheres da periferia

O Nós, mulheres da periferia é um site jornalístico dedicado a repercutir a opinião e a história de mulheres negras e periféricas. Tem como compromisso oferecer um outro jeito de ver os acontecimentos no Brasil e no mundo e contribuir para a construção de uma sociedade plural, antirracista e não patricarcal.

Em atividade desde 2014, o objetivo do veículo é democratizar o debate público e aproximá-lo da realidade brasileira, que tem uma população majoritariamente formada por mulheres negras. Seguindo uma linha editorial transparente com suas leitoras e leitores, o  fazer jornalístico do Nós, mulheres da periferia é guiado por valores como ética, confiabilidade e independência.  

Os conteúdos são atemporais, contextuais e se aprofundam na especialidade, vivência e análise de cada fonte. Nesta lógica, parte de olhares individuais sobre pautas relevantes no espectro nacional e internacional. Mais do que notícias, o que se  encontra é um jeito de ver o mundo. 

+ sobre o tema

Nós e a Conferência Nacional de Comunicação

por: Nilza Iraci - Presidenta do Geledés Instituto da Mulher Negra "A...

‘Foram derrotados todos os que tinham complexo de vira-lata’, diz Dilma

Vídeo com pedido de desculpas do país à presidenta...

Mídia Alternativa dá Pouco espaço á questão Racial

Apenas 19 dos 118 veículos de comunicação alternativa da...

para lembrar

Harvard nomeia primeira mulher negra para ocupar presidência

A Universidade de Harvard nomeou, nesta quinta-feira (15), Claudine Gay, reitora...

Maior artilheiro de finais, Mbappé leva Chuteira de Ouro

Apesar de ter perdido a decisão para a Argentina nos pênaltis, Mbappé marcou...
spot_imgspot_img

Representatividade nos palcos: projeto tem aulas de teatro centradas no protagonismo negro

Desenvolver sonhos e criar oportunidades foram os combustíveis para a atriz, pedagoga e mestre de artes cênicas Graciana Valladares, de 36 anos, moradora de Cavalcanti,...

‘Gosto de pensar que eu, mulher preta, sou a cara da UFRB’

Demorou quatro anos para a comunidade da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia ver seu desejo reconhecido. No início deste mês, o presidente Luiz...

Anielle Franco: ‘Os desafios atuais são muitos, a começar por nos mantermos vivas’

Uma noite marcada pelo protagonismo das mulheres negras. Assim foi o encontro desta segunda-feira (14), no Teatro Dante Barone da Assembleia Legislativa do RS,...
-+=