Quatro sul-africanos brancos são indiciados por plano de ataque ao Congresso Nacional Africano

Quatro sul-africanos brancos foram indiciados pelo crime de traição, nesta terça-feira, por um suposto plano de explodir uma bomba em uma conferência do partido governista Congresso Nacional Africano (CNA) e executar o presidente Jacob Zuma e outros políticos do primeiro escalão do governo.

Os quatros, identificados como Mark Trollip, John Martin Keevy, Johan Hendrick Prinsloo e Hein Boonzaaier, foram levados a um tribunal da cidade de Bloemfontein, na região central do país, cercado por guardas armados com fuzis.

O promotor público Shaun Abrahams disse que os homens queriam estabelecer uma nação independente e que estavam planejando atacar o grande encontro do CNA que acontece na cidade esta semana.

O plano incluía explodir uma bomba em uma tenda onde estariam reunidos delegados do CNA, antes de uma tentativa de executar Zuma e ministros do governo durante um jantar, disse Abrahams à corte. Zuma e os ministros seriam mortos “ao estilo de execução”, acrescentou.

A intenção do grupo, que estava tentando comprar fuzis AK-47, era “eliminar diretamente a liderança desse país”, de acordo com Abrahams.

A imensa maioria dos sul-africanos brancos aceitou a vitória do CNA na eleição geral de 1994 que levou Nelson Mandela ao poder e encerrou décadas do regime de minoria branca. No entanto, uma pequena minoria continua contra a ascensão da maioria negra ao poder na principal economia da África.

(Reportagem de Jon Herskovitz)

Fonte: R7

+ sobre o tema

2 DEDOS DE PROSA: Leci Brandão e o samba

A deputada estadual de São Paulo pelo PCdoB, a...

Lula recebe prêmio Indira Gandhi do presidente indiano Mukherjee

Nova Délhi, 22 nov (EFE).- O presidente indiano,...

Adele quebra principal troféu do Grammy para dividir com Beyoncé e leva colega as lágrimas

A cantora Adele quebrou propositalmente o principal troféu do...

Saxofonista Manu Dibango, lenda do afrojazz, morre devido ao coronavírus

Hospitalizado há vários dias, depois de ter sido testado...

para lembrar

Prerrogativas da Advocacia pra que(m)?

Enquanto a OAB não exigir que advogadas e advogados,...

Ramatis Jacino: O negro no mercado de trabalho em São Paulo pós-abolição 1912/1920

Ramatis Jacino fala sobre sua tese de doutoramento O...

Mano Menezes convoca Ronaldinho Gaúcho

Atacante do Flamengo ganha mais uma oportunidade na seleção...

Angola: Alunos com cabelo crespo proibidos de assistir às aulas

Milena Ernesto, porta-voz da manifestação em Luanda no próximo...
spot_imgspot_img

Flávia Souza, titular do Fórum de Mulheres do Hip Hop, estreia na direção de espetáculo infantil antirracista 

Após mais de vinte anos de carreira, com diversos prêmios e monções no teatro, dança e música, a multiartista e ativista cultural, Flávia Souza estreia na...

Violência contra territórios negros é tema de seminário com movimentos sociais em Salvador

Diante da escalada de violência que atinge comunidades negras e empobrecidas da capital e no interior da Bahia, movimentos sociais, entidades e territórios populares...

 Interprete da trilha sonora da novela Renascer, Xenia França participa do disco de José James

Vencedora do Grammy Latino de 2023 com seu disco "Em nome da Estrela" e intérprete da canção “Lua Soberana”, trilha sonora da novela Renascer...
-+=