Quem tem deputado machista não precisa de inimigos

Quero fazer deste artigo um ato de repúdio contra a barbaridade que o deputado federal Jair Bolsonaro pronunciou contra à deputada federal  Maria do Rosário no Congresso, nesta semana. A fala agressiva e ostensiva caracteriza um ‘parlamentar’ que tem por finalidade reproduzir a violência e o discurso do ódio.

Por Walmyr Junior no Jornal do Brasil 

Tal ‘representante’ do Estado do Rio de Janeiro foi um dos deputados federais mais votado do país. Tal sujeito é sem sombra de dúvida, aquilo que representa as características mais sombrias da pessoa humana. Olhar para um ‘parlamentar’ como Jair Bolsonaro é ter vergonha de ser eleitor.

Após a deputada Maria do Rosário elogiar o trabalho da Comissão da Verdade, que investiga os crimes cometidos durante a Ditadura Militar, foi covardemente insultada e desrespeitada pelo também deputado Jair Bolsonaro. Ao perceber que Maria do Rosário deixava o plenário durante a sua fala, Bolsonaro se exaltou. “Não sai daqui não, Maria do Rosário. Fica aí, fica. Há poucos dias você me chamou de estuprador, no Salão Verde, e eu falei que não ia estuprar você porque você não merece. Fica aqui pra ouvir.”

O ‘parlamentar’ repetiu a vergonhosa cena que produziu em 2003, quando insultou a mesma deputada chamando-a de vagabunda e a empurrando em frente às câmeras da Rede TV. A reincidência deste político só revela quem de fato ele é. Se aproveitando das recorrentes absolvições, Bolsonaro não mede esforços de se colocar contra as mulheres, homossexuais, negros e outros seguimentos da sociedade que historicamente são excluídos.

No Brasil, só no ano passado, mais de 50 mil mulheres foram estupradas. É inaceitável que um representante do povo diga à deputada ou a qualquer mulher que não a estupraria porque ela não merece. NENHUMA mulher no mundo merece ser estuprada!

A cassação do mandato é o mínimo que se pode fazer. Os partidos PT, PSOL, PC do B e PSB já entraram com ações judiciais, e se preciso for que se chegue ao STF (Supremo Tribunal Federal) para atuar esse indivíduo por crime de ofensa e decoro parlamentar.

*Walmyr Júnior é professor. Representante do Coletivo Enegrecer no Conselheiro Nacional de Juventude – CONJUVE. Integra Pastoral da Juventude e a Pastoral Universitária da PUC-Rio. Representou a sociedade civil no encontro com o Papa Francisco no Theatro Municipal, durante a JMJ.

 

Leia mais sobre Violência contra Mulher 

+ sobre o tema

“Violência contra lésbicas e bissexuais se dá muito no âmbito familiar”, diz ativista

Rivânia Rodrigues, integrante do Candace, fala sobre a luta...

Onde estão Jandira e Elizângela? Por Tony Bellotto

É inaceitável a crueldade com que tratamos as brasileiras...

A lenda de Jarid, Dandara e das guerreiras de nossa terra

A história e as lendas de heroína quilombola inspiram...

para lembrar

Nos EUA, desigualdade de gênero custa US$ 480 mil ao longo da carreira

WASHINGTON - Uma organização sem fins lucrativos dos EUA...

Emmy: Michaela Coel se torna a primeira mulher negra a ser premiada como roteirista

Aconteceu na noite deste domingo (19) a 73ª do...

Erica Malunguinho, primeira deputada estadual transgênera de São Paulo

Erica Malunguinho da Silva será a primeira trans da...

Higui: atacada por ser lésbica, presa por defender-se.

Andando nas ruas do centro de Buenos Aires, entre...
spot_imgspot_img

‘Abuso sexual em abrigos no RS é o que ocorre dentro de casa’, diz ministra

A ministra das Mulheres, Cida Gonçalves, considera que a violência sexual registrada contra mulheres nos abrigos que recebem desalojados pelas enchentes no Rio Grande...

ONU cobra Brasil por aborto legal após 12 mil meninas serem mães em 2023

Mais de 12,5 mil meninas entre 8 e 14 anos foram mães em 2023 no Brasil, num espelho da dimensão da violência contra meninas...

Após um ano e meio fechado, Museu da Diversidade Sexual anuncia reabertura para semana da Parada do Orgulho LGBT+ de SP

Depois de ser interditado para reformas por cerca de um ano e meio, o Museu da Diversidade Sexual, no Centro de São Paulo, vai reabrir...
-+=