Quilombola pesquisador do PNCSA é aceito em doutorado nos Estados Unidos

Davi Pereira Junior é quilombola da Comunidade de Itamatatiua – Alcântara no Maranhão. Davi é pesquisador do PNCSA desde 2005, quando ainda era estudante de graduação do curso de história do Centro de Estudos Superiores de Caxias da Universidade Estadual do Maranhão CESC/UEMA. Especializou -se em “Povos e Comunidades Tradicionais” UEMA (2009) e fez mestrado em Antropologia na Universidade Federal da Bahia – UFBA (2012). Foi aceito pela The University of Texas at Austin para o quinquênio (2015 – 2019) e está concluindo o primeiro semestre no Teresa Lozano Long Institute of Latin American Studies and Collections – LILLAS/BENSON. O Pesquisador fará dual PhD com habilitações (African Diaspora and Anthropology). O curso terá a duração de 5 anos, e será orientado pelos doutores Charles Hale e Bjorn Sletto LILLAS/BENSON-UT e pelo antropólogo brasileiro Alfredo Wagner Berno de Almeida UEMA/UEA/PNCSA.

Do Nova Cartografia Social

Davi faz parte da primeira geração “letrada” de quilombolas alcantarense que chegaram a universidade. O pesquisador é um Intelectual Orgânico que alia bem excelente competência acadêmica, habilidades técnicas para lidar comsoftwares complexos agregando-os à sua militância política em prol da luta quilombola, fatores que despertaram o interesse dos professores da UT. A turma conta com 20 alunos sendo 16 do dual degree e 4 estudantes de PhD, grande parte dos alunos possui o perfil de ativistas de causas sociais. A turma conta também com Rony Castillo, Garifuna de Honduras como estudante do PhD.

Rony Castillo, Garifuna of Honduras and Davi Pereira, Quilombola of Brazil PhD Students LILLAS/BENSON (2015-2019)
Rony Castillo, Garifuna of Honduras and Davi Pereira, Quilombola of Brazil PhD Students LILLAS/BENSON (2015-2019)

O pesquisador possui vários trabalhos de cartografia social com, quilombolas, indígenas, quebradeiras de côco e povos de terreiros, publicados pelo PNCSA. Davi também é autor do livro “Quilombolas de Alcântara: território e conflitos” e figura como autor e organizador da coleção “Insurreição de Saberes”, além de outras publicações.

Fonte: PNCSA
Fonte: PNCSA

Na University of Texas at Austin, o pesquisador terá uma ótima infraestrutura para estudar e pesquisar, como salas de estudos, laboratórios e bibliotecas, entre elas está a BENSON Latin Anerican Collections com o maior acervo do mundo (livros, mapas, periódicos etc.) sobre a América Latina e um dos maiores acervos sobre o Brasil no exterior. O curso de PhD do LILLAS/BENSON é de excelência e figura entre os melhores do mundo.

+ sobre o tema

Da proteção à criação: os pós-docs negros da USP nas fronteiras da inovação

Desenvolvimento de produtos, novas tecnologias para a geração de...

Programa Erasmus oferece bolsas integrais na Europa

O Erasmus, programa promovido pela União Europeia para fomento a...

Projeto SETA tem novo financiador e amplia trabalho aprofundando olhar interseccional

O Projeto SETA (Sistema de Educação por uma Transformação Antirracista),...

para lembrar

Uma revolução chamada Enem

O Enem é hoje a principal forma de acesso...

Temporários chegam a 46% dos professores em SP

Por: FÁBIO TAKAHASHI Meta do governo Serra era que...

Enem já bate recorde de inscritos. Prazo se esgota na sexta

Ao todo, 4,6 milhões de pessoas já se cadastraram...

Com salas cheias, candidatos foram impedidos de fazer Enem

Candidatos foram impedidos de fazer o Enem (Exame Nacional do Ensino...
spot_imgspot_img

Provas do Enem 2024 serão em 3 e 10 de novembro; confira o cronograma

O cronograma do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2024 foi divulgado nesta segunda-feira (13). As provas serão aplicadas nos dias 3 e 10...

Da proteção à criação: os pós-docs negros da USP nas fronteiras da inovação

Desenvolvimento de produtos, novas tecnologias para a geração de energia, manejo ecologicamente correto na agricultura e prevenção à violência entre jovens nativos digitais. Essas...

Inscrições para ingresso de pessoas acima de 60 anos na UnB segue até 15 de maio; saiba como participar

Estão abertas as inscrições do Processo Seletivo para Pessoas Idosas que desejam ingressar nos cursos de graduação da Universidade de Brasília (UnB) no período...
-+=