Recusa no atendimento de emergência a paciente em trajes religiosos está entre violações denunciadas em relatório sobre Estado Laico

O caso de um paciente que, mesmo com hemorragia, teve seu atendimento negado por uma enfermeira em um hospital público por estar de branco e com guias é uma das denúncias que compõem o relatório “Direitos Humanos e Estado Laico: Relatório da Relatoria de Direitos Humanos e Estado Laico da Plataforma de Direitos Humanos – Dhesca Brasil”.

Fonte: Plataforma de Direitos Humanos

O documento foi apresentado pela Relatora Ivanilda Figueiredo no dia 8 de dezembro no Conselho Nacional de Direitos Humanos (CNDH) e divulgado nesta terça-feira (20). O relatório traz as informações coletadas pela Relatora após a realização de duas missões in loco (no Rio de Janeiro e em Brasília), em reuniões com organizações e movimentos sociais vinculadas à temática da Relatoria e a partir da publicação de artigos com a finalidade de trazer reflexões conceituais em torno do tema da laicidade do Estado.

Além de apresentar as denúncias e evidenciar as violações, o documento traz recomendações a órgãos públicos visando a assegurar o respeito ao princípio da laicidade do Estado. Ao Supremo Tribunal Federal (STF) a Relatora recomenda que a instituição se mantenha firme defensora do Estado Laico, como tem sido em casos anteriores como uso de células tronco, antecipação do parto de feto anencéfalo e união estável entre pessoas do mesmo sexo. Ao Poder Legislativo (Congresso, Assembleias e Câmaras de Vereadores) a Relatoria recomenda que não fundamentem as leis nem pautem a atividade parlamentar com motivações religiosas e que tenham em consideração que nenhum direito pode ser restringido tendo como fundamento os dogmas/preceitos de uma religião. O documento também traz recomendações aos Poderes Executivos (Governo Federal, Governos Estaduais e Prefeituras), Ministério Público, Defensoria Pública e Universidades.

O relatório também disponibiliza o artigo “Garantia da Laicidade: uma preocupação constante e crescente da Relatoria em Direitos Humanos da Plataforma de Direitos Humanos – Dhesca Brasil”, escrito pela Relatora Ivanilda Figueiredo em conjunto com a ex-Relatora do Direito Humano à Saúde Sexual e Reprodutiva, Beatriz Galli, e a ex-Relatora do Direito Humano à Educação, Rosana Heringer.

+ sobre o tema

Racismo é tema de filme do cineasta Samuel Fuller

A produção 'Cão Branco' traz a história de um...

Leda Nagle: Piorou ou ficou mais visível?

O racismo fica disfarçado no coração e na mente...

Campanha #seráqueéracismo viraliza com denúncias de preconceito racial; leia relatos

Após algumas campanhas como #meuamigosecreto e #meuprimeiroassédio, o movimento...

para lembrar

Terreiros de umbanda de Teresina sofreram quatro ataques em um mês

Terreiros de umbanda localizados em Teresina estão sofrendo uma...

Como a intolerância religiosa atingiu um pastor

Da Veja  O cantor e pastor Klever Lucas fala das...
spot_imgspot_img

Na mira do ódio

A explosão dos casos de racismo religioso é mais um exemplo do quanto nossos mecanismos legais carecem de efetividade e de como é difícil nutrir valores...

Debate na ONU sobre a nova declaração de direitos da população afrodescendente conta com a presença de Geledés

Geledés - Instituto da Mulher Negra esteve presente na sede das Nações Unidas em Genebra, na Suíça, durante os dias 8 e 9 de...

Homofobia em padaria: Polícia investiga preconceito ocorrido no centro de São Paulo

Nas redes sociais, viralizou um vídeo que registra uma confusão em uma padaria, no centro de São Paulo. Uma mulher grita ofensas homofóbicas e...
-+=