Roger Cipó retorna para os salões de arte, na SP-Arte 2021

Enviado por / FonteEnviado ao Portal Geledés

O fotógrafo, de 30 anos, estreia na maior feira da América Latina, retornando aos salões de uma exposição de artes visuais após período explorando outros ares

O fotógrafo Roger Cipó, de 30 anos, retorna aos salões de uma exposição artística, estreando na SP-Arte 2021, considerada a maior feira de artes da América Latina, que começou nesta quarta-feira (20), seguindo até este domingo (24). Em sua 17ª edição, o evento acontece no galpão Arca, na Vila Leopoldina, em São Paulo. Após período explorando outros ares profissionais, o paulistano apresentará obras de “Igbo Iku – onde morre quem tem que nascer”, série produzida ao longo de 10 anos de sua produção fotográfica, na plataforma Olhar de um Cipó. Um público formado por apreciadores, colecionadores e principais galeristas de arte e museus, poderão ver de perto suas obras expostas em formato inédito.

Além de marcar sua estreia, Cipó, que também atua como escritor, criador de conteúdo, comunicador de influência, e que vem mostrando sua pluralidade como apresentador, comemora outro feito. “É uma enorme satisfação pertencer à ‘01.01 Art Plataform’ composta por artistas negros, pois eu estive na sua criação e agora retorno para o que se tornou a principal plataforma de artes negras, do país” mais importantes disse ele, sobre a 01.01 que visa proporcionar de modo mais cauteloso e humanizado, arte contemporânea baseada na matriz africana e em ancestralidade, agregando não só visibilidade aos artistas expositores, bem como valores às suas obras e produções.

Sendo um dos primeiros fotógrafos negros a trabalhar em prol da temática, Cipó é formado em fotografia há mais de 10 anos e, desde o início da sua jornada, seus trabalhos fotográficos são moldados sob seu olhar atento e apaixonado para o candomblé. “Decidi que o terreiro de candomblé não seria o meu campo de pesquisa, e sim a  base para documentar as minhas experiências e das comunidades pelas quais eu passar na tentativa de oferecer novas imagens e imaginários acerca das religiões de matriz africana, já que até o momento, nós só tivemos fotógrafos brancos documentando nossas próprias narrativas, a partir do que eu chamo de ‘lentes racismo”, explicou.

Com exposições, pinturas, fotografias, colagens, residências, consultorias em arte, simpósios, entre outros destaques, a SP-Arte, que teve sua edição do ano passado em formato online – em virtude do isolamento social – principal medida de combate contra a Covid-19, conta com 128 participantes, sendo 84 galerias com suas estandes expostas e 44 físicas em formato digital.

Para visitação, prestigiando os trabalhos do Roger Cipó e demais artistas, basta fazer o agendamento em https://bilheteria.sp-arte.com/home e apresentar o teste negativo para Covid-19, realizado, pelo menos, nas últimas 48 horas. Já pelo interior da feira, é necessário estar munido de máscara e, o distanciamento pelo local, será obrigatório.

** ESTE ARTIGO É DE AUTORIA DE COLABORADORES OU ARTICULISTAS DO PORTAL GELEDÉS E NÃO REPRESENTA IDEIAS OU OPINIÕES DO VEÍCULO. PORTAL GELEDÉS OFERECE ESPAÇO PARA VOZES DIVERSAS DA ESFERA PÚBLICA, GARANTINDO ASSIM A PLURALIDADE DO DEBATE NA SOCIEDADE.

+ sobre o tema

Ronaldinho ‘de BH’: meia recebe título de Cidadão Honorário da cidade

Honraria foi concedida nesta segunda-feira, na Câmara Municipal da...

Nota do Enegrescência sobre o #Elenão e outros Gol(pe)s – Memorias II

Negro correndo livre Colhendo, plantando por lá Se Palmares ainda vivesse Em...

Piaui: Entidade quer criação da coordenadoria de saúde para negros

O pedido está sendo oficializado na reunião do Conselho...

Ayodele Balé apresenta NiNhO

NiNhO é uma composição dançada para as telas desenvolvida...

para lembrar

Nzinga Mbandi encanta estudantes brasileiros

Agora como um novo pseudo-retrato do pintor francês, Henri...

AmarElo – É tudo pra ontem: um olhar reflexivo sobre o Brasil

Desde o lançamento do álbum AmarElo, o rapper Emicida...

Leci Brandão

Leci Brandão da Silva (Rio de Janeiro, 12 de setembro...
spot_imgspot_img

Mães e Pais de Santo criam rede de solidariedade para apoiar comunidades de matriz africana afetadas no Sul

Quando a situação das enchentes se agravou no Rio Grande do Sul, Ialorixás e Babalorixás da cidade de Alvorada, região metropolitana de Porto Alegre,...

Iza anuncia que terá uma menina e o nome será Nala

O primeiro bebê de Iza e Yuri Lima já teve o sexo revelado: será uma menina. A cantora contou a novidade aos fãs na noite desta segunda-feira (13),...

Dia 21, Maurício Pazz se apresenta pela primeira vez no Instrumental Sesc Brasil

Maurício Pazz, paulistano, nos convida a mergulhar nos diferentes sotaques oriundos das diásporas africanas no Brasil. No repertório, composições musicais do próprio artista, bem...
-+=