Santa Inquisição: Ana Paula Valadão pede boicote à C&A em textão cheio de preconceitos no Facebook

Difícil engolir um discurso homofóbico e machista assim, sem um copo de água. Entala na garganta. Portanto, antes de ler, já prepare aquele copinho pra empurrar. Porque não vai ser fácil.

no Catraca Livre

A cantora evangélica Ana Paula Valadão fez um textão no Facebook em que critica de forma ferrenha um vídeo da campanha “Misture, Ouse e Divirta-se”, da C&A. O vídeo (assista ao final da matéria) mostra casais heterossexuais que trocam de roupa. Homens de salto, mulheres de blazer, tudo bem livre, tal como deve ser: LIVRE.

Aparentemente, a liberdade que as pessoas têm em decidir o que bem quiserem fazer com suas vidas incomodou a cantora evangélica. Em texto publicado hoje, dia 20, no Facebook, Ana Paula Valadão diz que ficou “chocada com a ousadia da nova propaganda da loja C&A”, e ainda pediu para que seus fãs boicotassem a marca.

“Que absurdo! Nós que conhecemos a Verdade imutável da Palavra de Deus não podemos ficar calados. Temos que ‪#‎boicotar‬ essa loja e mostrar nosso repúdio”, afirmou a cantora em sua conta no Facebook.

Hoje decidi manifestar minha ‪#‎SantaIndignação‬ porque acredito que estão provocando para ver até onde a sociedade aceita passivamente a imposição da ideologia de gênero. Fiquei chocada com a ousadia da nova propaganda da loja C&A. Chama-se misture, ouse e divirta-se. São casais de namorados saindo e quando eles se beijam a roupa do homem passa pra mulher e a da mulher pro homem. Os homens saem de salto e tudo. E aí fala. Ouse, misture. Em outra propaganda da mesma campanha eles fizeram todos nus como se fossemos criados iguais e temos o poder de escolha. Então chegam em um campo cheio de roupas e as mulheres começam a vestir as roupas dos homens e os homens as das mulheres. Que absurdo! Nós que conhecemos a Verdade imutável da Palavra de Deus não podemos ficar calados. Temos que ‪#‎boicotar‬ essa loja e mostrar nosso repúdio. Nos EUA a loja Target já teve prejuízo porque mais de 1 milhão de pessoas pararam de comprar (inclusive eu) desde que determinou que os banheiros feminino e masculino podem ser usados por quaisquer pessoas que se sintam homem ou mulher naquele dia, aumentando os riscos de abusos (que já aconteceram em outros lugares que apoiam a ideologia de gênero).

Agora, assista à nova campanha da C&A. Que, por sinal, merece todos os nossos parabéns por mostrar exatamente a forma como a sociedade deve se vestir: da forma que quiser!

A C&A responde:

“A nova campanha da C&A “Dia dos Misturados” tem como tema principal a celebração do amor e dá continuidade à nova visão da C&A sobre a Moda, lançada em março com a campanha “Misture, ouse e divirta-se.” Livre de todo e qualquer tipo de preconceito e estereótipo, o novo filme, que celebra o Dia dos Namorados, faz um novo convite à mistura de atitudes, cores e estampas como forma de expressão. A C&A reforça que o respeito à diversidade, inclusive de opiniões, sempre foi um dos princípios da marca. #DiaDosMisturados.”

leia também: 

+ sobre o tema

Gordinhas dizem não!

A educadora e blogueira Ana Rita Duarte, especialista em...

Racismo e Aceitação – Pele Negra Não Dói por Dayany Spiridon

Dayany Spiridon Você já sofreu direta ou indiretamente com o...

10 casos de racismo no País em 2014

A data: 20 de novembro, Dia da Consciência Negra....

para lembrar

Prefeito diz que Quinta Gospel é de Deus e pastor sugere “Quarta da Macumba”

Ângela Kempfer e Aline Araújo Se depender da administração municipal,...

Associação de magistrados apoia juiz que não considera candomblé religião

Entidade diz que críticas ao juiz Eugênio de Araújo...

Medida quer evitar que oferenda religiosa seja considerada lixo

Emerson Nunes | Fotos: Roberto Viana A Comissão de Reparação...
spot_imgspot_img

Na mira do ódio

A explosão dos casos de racismo religioso é mais um exemplo do quanto nossos mecanismos legais carecem de efetividade e de como é difícil nutrir valores...

Intolerância religiosa representa um terço dos processos de racismo

A intolerância religiosa representa um terço (33%) dos processos por racismo em tramitação nos tribunais brasileiros, segundo levantamento da startup JusRacial. A organização identificou...

Intolerância religiosa: Bahia tem casos emblemáticos, ausência de dados específicos e subnotificação

Domingo, 21 de janeiro, é o Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa. Nesta data, no ano 2000, morria a Iyalorixá baiana Gildásia dos...
-+=