SÃO PAULO: Eventos em todo o Estado comemoram Dia da Consciência Negra

Fonte:Portal do Governo de São Paulo –

 

Uma série de eventos será realizada em todo o Estado para comemorar o Dia da Consciência Negra (20 de novembro). A programação inclui palestras, espetáculos musicais, exposições e missa, entre outras atividades. Confira a programação e divirta-se!

Show na Praça da Sé 

Na sexta-feira, 20, será realizado um grande show na Praça da Sé, com as presenças de Luiz Melodia e Elza Soares. A festa começará no interior da Catedral da Sé, com uma apresentação da Família Alcântara, às 10 horas, seguida de Missa Afro com a participação do Coral da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo e também de Congadas e Moçambiques do Estado de São Paulo. 

Após a missa, as festividades tomarão conta do palco montado na Praça, com os mestres de cerimônia – MC Max BO e os atores Eduardo Silva e Mafalda Pequenino – chamando o bloco afro Ilê Aiyê e o desfile das rainhas da Noite da Beleza Negra, onde dez moças representam a beleza africana. 

Às 14 horas, será a vez do rapper paulista Kamau convidar o rapper Gog e o DJ King para assumir as pick ups. O samba tomará conta do palco com show do Quinteto em Branco e Preto que convida Dona Inah, Germano Mathias e Murilão, às 16 horas. A proposta é prestar uma homenagem à velha guarda do samba paulista. 

Na sequência, às 18 horas, Luiz Melodia e banda subirão ao palco. E para fechar a noite, às 20 horas, Elza Soares e o saxofonista Thiago França farão o show de encerramento. 

Hip-hop

As comemorações continuarão no dia 28 de novembro com o III Encontro Paulista de Hip-Hop, no Memorial da América Latina. Será um dia todo dedicado à cultura hip-hop, com atrações das 10 às 21 horas. Serão realizadas oficinas, atividades relacionadas ao universo da cultura hip-hop: relações raciais e de gênero, violências, sobrevivências, sexualidade, mídia. 

Programação especial nos museus 

Além da programação na Capital, 15 cidades da Grande São Paulo e interior estão envolvidas nas ações do Mês da Consciência Negra da SEC. São elas: Araraquara, Barretos, Campinas, Caraguatatuba, Francisco Morato, Itapecerica da Serra, Itapeva, Itu, Ilha Bela, Piracicaba, Ribeirão Preto, Rio Claro, Santo André, Santos e Sorocaba. 

Diversas instituições culturais da Secretaria de Cultura participam das comemorações do Dia da Consciência Negra. A Pinacoteca do Estado apresenta a exposição A Fotografia Como Eu Sou, de Lita Ferreira, até 7 de fevereiro de 2010. A mostra é composta por 55 imagens em preto e branco e circula em torno do universo afro-brasileiro unindo arte, religiosidade e cenas da vida cotidiana do Brasil. 

Com a curadoria de Marco Meirelles e Max Fagotti, o Museu da Imagem e do Som promoverá a mostra O Negro como Autor e Personagem da Ação Cinematográfica, de 19 a 22 de novembro. Composta por oito programas, a mostra trará duas sessões diárias – às 16 e 19 horas – de filmes de cineastas negros ou daqueles que apresentam o negro como personagem, desde a década de 1950. Após a última sessão, cineastas e educadores conversarão com o público, promovendo a reflexão sobre a atividade audiovisual realizada por negros de diferentes gerações em diversos contextos de produção. 

No dia 20, o Museu Afro abrirá a exposição Eu Tenho um Sonho: De King a Obama – a Saga Negra do Norte, às 18 horas. A mostra será composta por fotos, textos, caricaturas, objetos de campanha e cartazes que retratam a luta pelos direitos civis do negro norte-americano, a partir da trajetória de Martin Luther King até a eleição de Barack Obama. Dez artistas plásticos foram convidados pelo diretor-curador do museu Emanoel Araujo para produzirem especialmente para a mostra. São eles: Antonio Helio Cabral, Antonio Peticov, Granato, Claudio Tozzi, Florian Raiss, Helena Sardenberg, Melim, Newton Mesquita, Onesto e George Preston. 

Entre os dias 22 e 24, o Museu promoverá o seminário Inclusão e Exclusão dos Negros nos EUA e no Brasil com a presença de especialistas, pesquisadores e personalidades do Brasil e dos Estados Unidos. Serão discutidos os processos de inclusão e exclusão da população negra numa perspectiva comparativa entre os EUA e o Brasil no âmbito da Justiça, Políticas Públicas, Educação e Arte e Cultura. 

No Museu da Casa Brasileira, dentro do programa Música no Museu, acontecerá o concerto Navio Negreiro, com o Coral da USP, sob a regência de Tiago Pinheiro, no dia 20, às 11 horas. No mesmo dia, às 16h30, um show com as Tias Baianas Paulistas e a Ala dos Compositores Kolombolo fecharão as comemorações. 

Já o Museu da Língua Portuguesa levará ao público a alegria do circo em uma apresentação gratuita do espetáculo Circo de Ébanos, dirigido por Bel Coelho, das 14h às 15h30. A Casa das Rosas também terá uma agenda especial com destaque para o musical Rimas de Zumbi, uma releitura de canções da tradição afro-brasileiras e um sarau com música e poesia. 

No Museu do Futebol, duas atividades educativas acontecerão no dia 20: Mapa Mundi e Contação de Histórias. O primeiro é um jogo de perguntas e respostas sobre a centralização de jogadores de futebol no mercado europeu. O jogo enfatiza as transferências de jogadores negros, sobretudo africanos, e o caráter altamente comercial atingido pelo futebol no século XXI. Já a Contação de História levará dois piratas para a primeira sala do museu para bater uma bola e contar a história do goleiro Barbosa, da seleção brasileira da Copa de 1950. Haverá duas intervenções, às 11 e às 14 horas. 

Quem estiver no litoral, poderá conferir a programação do Museu do Café em Santos. Durante todo o dia 20, o museu promoverá visitação gratuita a todos os interessados em conhecer o acervo da instituição. Além disso, em sessões às 14 e 16 horas, a professora e contadora de histórias Fabiana Prando, utilizando-se da tradição oral do oeste da África, apresentará memórias e lendas africanas. 

Seminário e palestras 

A Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania, por meio da Coordenação de Políticas para a População Negra e Indígena, promove os seguintes eventos: 

Curso de Capacitação em Programas de Inclusão no Mercado para Lideranças Comunitárias – dia 23 de novembro
O evento ocorrerá no Edifício Cidade I, localizado a rua Boa Vista, 179, Centro, das 13 às 18 horas. As inscrições devem ser feitas até 19 de novembro. É preciso fornecer o número do RG, nome completo, e-mail e telefone para contato

Videoconferência: “Superando a discriminação étnico-racial no Ambiente de Trabalho” – dia 24 de novembro
Destinada para os servidores públicos. A abertura será feita pelo secretário da Justiça e da Defesa da Cidadania, Luiz Antonio Marrey

Encontro de ouvidores com o tema: “Superando o racismo institucional: sistema de informação sobre discriminação racial” – dia 25 de novembro
O evento abordará as denuncias de racismo por meio de ouvidores e discutirá os casos que são de natureza discriminatória. O debate será no Espaço da Cidadania André Franco Montoro, sede da Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania, das 9 às 12 horas 

Debate sobre “Políticas Afirmativas para Mulheres Negras e Indígenas: Estado e Sociedade”, em comemoração ao Dia Internacional da não violência contra a mulher – dia 25 de novembro
O evento acontecerá no Espaço da Cidadania André Franco Montoro, na sede da Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania, das 14 às 17 horas 

Para inscrições e outras informações, ligue para (11) 3291 2622 ou envie um  e-mail para [email protected]

Serviço

Pinacoteca do Estado
Praça da Luz, 2
(11) 3324-1000
Aberta de terça a domingo, das 10 às 18h
R$ 6,00 e R$ 3,00 (meia)
Grátis aos sábados
Site: www.pinacoteca.org.br
Em cartaz até 7 de fevereiro de 2010 

Museu Afro Brasil
Av. Pedro Álvares Cabral, s/número – Parque Ibirapuera
Funcionamento – de terça a domingo, das 10 às 17 horas (permanência até às 18 horas)
Tel. (11) 5579-0593
Estacionamento: Portão 3 (Zona Azul)
Entrada: Grátis
Site: www.museuafrobrasil.com.br

MIS
Avenida Europa, 158, Jardim Europa, São Paulo
Tel. (11) 2117 4777
www.mis-sp.org.br
Mostra de cinema O negro como ator e personagem da ação cinematográfica
22 de novembro, às 16h e às 19h
Auditório MIS (177 lugares)
Ingresso gratuito (retirar a partir de 1h antes da exibição)
Classificação etária: 14 anos
Estacionamento cobrado: R$ 7

Museu da Casa Brasileira – Terraço
Av. Brig. Faria Lima, 2705 – Jardim Paulistano  
Tel. 3032-3727
Site: www.mcb.org.br
Estacionamento: R$ 10

Museu da Língua Portuguesa
Local: Espaço Café
Praça da Luz, s/n
Dia: 20/11
Horário: das 14h00 às 15h30
Site: www.museulinguaportuguesa.org.br / www.poiesis.org.br/mlp
Entrada Gratuita

Casa das Rosas – Espaço Haroldo de Campos de Poesia e Literatura
Avenida Paulista, 37
Tel.: (11) 3285.6986
Site: www.poiesis.org.br/casadasrosas

Museu do Futebol
Praça Charles Miller, S/N – Estádio do Pacaembu
Tel.: 11 3663-3848
Site: www.museudofutebol.org.br
Entrada das 10h às 17h e permanência no museu até as 18h
Ingresso: R$ 6
Estudantes com carteirinha, aposentados e maiores de 60 anos: R$ 3,00
mediante comprovação
Público não pagante: crianças até 7 anos, professores da rede pública

Museu do Café
Endereço: Rua XV de novembro, 95 – Centro Histórico – Santos
Site: www.museudocafe.com.br
Dia da Consciência Negra
Data: 20/11 (sexta-feira)
Programação: * Visitação gratuita (9h às 17h)
* Contador de Histórias (14h às 15h e 16h às 17h)

Das Secretarias da Cultura e Justiça e Cidadania

+ sobre o tema

Exclusivo: Diogo Nogueira revela emoção da conquista do Grammy

O cantor e compositor Diogo Nogueira se consagrou no...

Oficinas Culturais propõem atividades dedicadas ao mês da Consciência Negra

As Oficinas Culturais, uma iniciativa da Secretaria de Cultura e...

Pelé chora ao anunciar a volta de Robinho ao Santos

Por: Ricardo Viel Rei do Futebol foi coadjuvante na apresentação...

para lembrar

Como seria The Notorious B.I.G. rimando em cima dos traps atuais?

The Notorious B.I.G foi assassinado quando tinha apenas 24 anos....

Wyza: Um Bakongo

Wyza é um Bakongo, etnia formada pelos povos vindos...

Depois de serem roubadas por empresário, Pepê e Neném estão de volta

Donas dos sucessos 'Mania de Você' e 'Mais uma...

Universal fecha acordo para lançar músicas guardadas e álbuns pós-1995 de Prince

Herdeiros do cantor assinam contrato que inclui os 25...
spot_imgspot_img

Segundo documentário sobre Luiz Melodia disseca com precisão o coração indomado, rebelde e livre do artista

Resenha de documentário musical da 16ª edição do festival In-Edit Brasil Título: Luiz Melodia – No coração do Brasil Direção: Alessandra Dorgan Roteiro: Alessandra Dorgan, Patricia Palumbo e Joaquim Castro (com colaboração de Raul Perez) a partir...

Estou aposentada, diz Rihanna em frase estampada na camiseta

"Estou aposentada", é a frase estampada na camiseta azul que Rihanna, 36, vestia na última quinta-feira (6), em Nova York. Pode ter sido uma brincadeira, mas...

Nota de pesar: Flávio Jorge

Acabamos de receber a triste notícia do falecimento do nosso amigo e companheiro de militância Flávio Jorge, o Flavinho, uma das mais importantes lideranças...
-+=