Seminário internacional Brasil/EUA debate violência contra mulher

Evento aborda programas para homens autores de violência
Do MPSP

O Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional (CEAF) do Ministério Público de São Paulo vai realizar o “Seminário Internacional Brasil/Estados Unidos: programas para homens autores de violência contra a mulher” no dia 30 de setembro (quarta-feira), das 9h às 12h, no auditório do CEAF.

O evento é destinado aos agentes políticos (membros), agentes administrativos (servidores), magistrados, defensores públicos, advogados, profissionais da rede protetiva dos direitos da mulher e o público em geral. As inscrições estão abertas.

A exposição sobre o tema do evento será feita por Quentin Walcott, Codiretor Executivo do Connect Staff, organização sem fins lucrativos dedicada à prevenção e eliminação da violência interpessoal em New York (EUA). Haverá tradução simultânea durante a palestra.

Após a exposição, haverá debates com a participação de Sérgio Barbosa, Filósofo, Coordenador da ONG Coletivo Feminista e Maria Gabriela do Prado Manssur, Promotora de Justiça Coordenadora do Núcleo de Combate à Violência Doméstica e Familiar contra a mulher (Grande São Paulo II).

Leia Também: PLP 2.0 – Aplicativo para coibir a violência contra a mulher

A presidência da mesa ficará a cargo de Valéria Diez Scarance Fernandes, Promotora de Justiça, Coordenadora do Núcleo de Combate à Violência Doméstica do MPSP e Coordenadora Nacional do COPEVID/CNPG GNDH. Haverá, ainda, o depoimento de um ex-autor de violência que participou do projeto Tempo de Despertar, que tem como objetivo a realização de um trabalho em rede com os autores de violência contra a mulher.

O seminário é uma realização do CEAF, do Consulado Geral dos Estados Unidos da América em São Paulo, do Departamento de Estado dos Estados Unidos, do Núcleo de Violência Doméstica (MPSP) e do GEVID (Grupo de Atuação Especial de Enfrentamento à Violência Domestica).

Faça sua inscrição.

Veja programação completa.

Informações complementares

Seminário Internacional Brasil/Estados Unidos: Programas para homens autores de violência contra a mulher.

Dia 30 de setembro de 2015 (quarta-feira).

Horário: das 9h às 12h.

Local: Auditório do CEAF do Ministério Público de São Paulo.

Rua Treze de Maio, n. 1.259, Bela Vista, São Paulo/SP.

 

+ sobre o tema

Viola Davis denuncia disparidade salarial entre atrizes brancas e negras

Ela é uma das mais bem-sucedidas e premiadas estrelas...

Fogo amigo: novo PLC 122 gera onda de protestos dentro da comunidade gay

"Não é o projeto ideal, mas também não temos...

Entrevista Silvia Pimentel: Direito, discriminação e a importância do debate sobre gênero na atualidade

Em entrevista à Agência Patrícia Galvão, a professora e pesquisadora...

para lembrar

O falso feminismo interseccional ou o que importa é representar

Texto de Naila Chaves para as Blogueiras Feministas. Desde quando...

Oferecer ‘cura gay’ no país que mais mata LGBTs no mundo é reforçar ciclo de violência

"As chamadas terapias de 'reorientação sexual' produzem violências das mais...

Os quatro meses de silêncio de um brutal crime político

Investigação da Polícia Civil do Rio sobre assassinato da...

Em Minas Gerais, tornozeleira eletrônica evita que homem volte a atacar mulher

Cintia Sasse A Lei Maria da Penha é admirável não...
spot_imgspot_img

O mapa da LGBTfobia em São Paulo

970%: este foi o aumento da violência contra pessoas LGBTQIA+ na cidade de São Paulo entre 2015 e 2023, segundo os registros dos serviços de saúde. Trata-se de...

Grupos LGBT do Peru criticam decreto que classifica transexualidade como doença

A comunidade LGBTQIA+ no Peru criticou um decreto do Ministério da Saúde do país sul-americano que qualifica a transexualidade e outras categorias de identidade de gênero...

TSE realiza primeira sessão na história com duas ministras negras

O TSE realizou nesta quinta (9) a primeira sessão de sua história com participação de duas ministras negras e a quarta com mais ministras...
-+=