“Ser preto é ser barrado pelo segurança até mesmo quando é dono da sua marca no SPFW” diz Fióti, que comanda a marca Lab Fantasma com Emicida

O rapper Evandro Fióti, dono da marca Lab Fantasma, junto com seu irmão Emicida, relatou pelo Facebook, na noite desta terça-feira (29), um episódio de discriminação que teria sofrido na São Paulo Fashion Week, evento em que sua marca é um dos maiores destaques.

no Revista Fórum

Foto: Evandro Fióti/Facebook/Reprodução

“Ser preto é ser barrado pelo segurança do evento até mesmo quando é da sua marca e com pulseira” , escreveu, poucas horas após o desfile de sua marca, que foi um dos principais e mais aguardados da semana.

O caso chama atenção principalmente pelo fato de a Lab Fantasma ser uma das marcas mais inclusivas do evento e a que mais mantém e pratica a questão da diversidade e contra o preconceito. Na passarela, umuitos modelos negros e considerados “fora dos padrões” da moda, como Mc Carol e a rapper Drik Barbosa, que abriu o desfile. Historicamente a marca ainda se baseia, principalmente, na cultura africana.

Pouco antes do desfile da Lab Fantasma, outro episódio constrangeu os presentes. Caito Maia, dono da Chilli Beans e patrocinador do evento, fez um discurso sobre sua carreira e utilizou a seguinte frase:“Eu tenho um passado negro”.

+ sobre o tema

Sobre a confissão de homicídio no Big Brother Brasil 2015

“O carioca Luan Patrício, de 23 anos, afirmou ter...

Canada ratifica moção de condenação de islamofobia e racismo sistemático

A "Moção 103" foi preparada por um deputado liberal...

Fundo de Bolsas para Equidade Racial do Singularidades

Não acreditamos que é possível mudar o Brasil sem...

Cresce número de queixas de racismo

Entre 2011 e 2012, a quantidade de denúncias de...

para lembrar

Tripulantes que jogaram camaronês em alto mar vão a júri popular

Camaronês estava clandestino em navio e foi torturado, segundo...

Marcus Orione: Modelo paulista, simulacro de inclusão social

O modelo paulista de cotas universitárias é bom? NÃO...
spot_imgspot_img

Roda de samba no Centro do Rio registra dupla imitando macacos em evento: ‘não será tolerado’

O PedeTeresa, roda de samba que acontece na Praça Tiradentes, no Centro do Rio, compartilhou um vídeo de uma dupla imitando macacos em um...

Portões da universidade

"Nós queremos é que uma filha de uma empregada doméstica possa ser médica, possa ser dentista, possa ser engenheira. Nós não queremos uma sociedade...

Desaparecidos assombram país mesmo após redemocratização

Quando o presidente Lula assinou o decreto de reinstalação da Comissão Especial sobre Mortos e Desaparecidos Políticos, no início de julho, emergiu como prioridade na retomada...
-+=