Sessão solene vai comemorar o Dia Internacional Contra a Discriminação Racial

Enviado por / FonteAgência Senado

O Senado vai realizar uma sessão especial para comemorar o Dia Internacional Contra a Discriminação Racial, celebrado anualmente em 21 de março. A data da sessão solene ainda será agendada pela Secretaria-Geral da Mesa. O requerimento para a homenagem (RQS 47/2023), de autoria do senador Paulo Paim (PT-RS) e apoiado por outros senadores, foi aprovado no Plenário nesta terça-feira (28).  

Paim lembra que a Constituição de 1988 tornou a prática do racismo crime inafiançável e imprescritível, sujeito à pena de reclusão. Ele diz que, apesar dos avanços legislativos e da jurisprudência, a discriminação ainda persiste no Brasil, seja racial, de gênero, socioeconômica ou mesmo contra pessoas com deficiência e doenças estigmatizantes. Por isso, argumenta o senador, justifica-se a realização da sessão especial, como forma de manter vivo o debate sobre todas as formas de discriminação.

Data

O requerimento de Paim informa que a Organização das Nações Unidas (ONU) definiu o dia 21 de março como o Dia Internacional Contra a Discriminação Racial em memória do chamado Massacre de Shaperville, em Joanesburgo, na África do Sul. Nessa data, em 1960, 69 pessoas foram mortas durante um protesto contra a Lei do Passe.

A lei obrigava os negros a portarem um documento que continha, entre outras informações, os locais onde eles poderiam circular. O fato chamou a atenção da opinião pública mundial para o Apartheid – sistema de segregação racial, que vigorou na África do Sul entre 1948 e 1991, no qual os direitos dos habitantes negros eram cerceados.

+ sobre o tema

Kenarik Boujikian é nomeada para a Secretaria Nacional de Diálogos Sociais da Presidência

A desembargadora aposentada do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) Kenarik...

Precarização do trabalho rural impacta mais pessoas negras e mulheres

Um relatório da Oxfam Brasil indica que mulheres e pessoas negras...

Em Ceilândia, Anielle Franco anuncia R$ 1,6 milhão para organizações

A ministra da Igualdade Racial, Anielle Franco, anunciou, nesta...

OABRJ levará absolvição dos policiais no caso João Pedro ao STF

A Ordem dos Advogados do Brasil do Rio de...

para lembrar

À escuta do ato falho – Por: Muniz Sodré

  Ainda era general-presidente o João Figueiredo, mas...

Quando a religião é o ódio do povo

São extremamente graves os relatos recentes sobre imposição de...

Joaquim Barbosa tem mais votos que Eduardo Campos

Se as eleições fossem hoje, segundo o instituto...

O JORNALISMO DERROTADO

Marcos Rolim*   A julgar pelos noticiários,...

O grande bazar de direitos

Rodrigo Pacheco, presidente do Senado, declarou nesta semana estar "muito entusiasmado com a iniciativa do STF  de, ao invés de simplesmente decidir pela inconstitucionalidade daquilo que...

Mães de vítimas da violência policial em SP, RJ e BA vão à Comissão Interamericana de Direitos Humanos denunciar o Estado brasileiro

Representantes de movimentos de mães de vítimas da violência do Estado e organizações de direitos humanos como Anistia Internacional, Conectas Direitos Humanos, Instituto Vladimir...

Saiba o que muda no ensino médio com novo texto aprovado no Congresso

Após sucessivos ajustes, com idas e vindas entre as duas casas do Congresso e nove meses de tramitação, a reforma do novo ensino médio...
-+=