sexta-feira, outubro 16, 2020

    Tag: ciganos

    “A maior parte das reacções é da extrema direita." Foto: Facebook

    Mamadou Ba: “É curioso que a extrema-direita se apresente agora do lado da comunidade negra”

    Frases como “Mamadou Ba e o Quaresma que falem sobre a trivela” chegaram ao conhecimento do responsável do SOS Racismo. Quando questionado porque razão não comentou os incidentes, responde que não vai “entrar neste lamaçal, porque a extrema-direita quer aproveitar-se deste incidente para criar animosidade entre as comunidades negras e ciganas”. “Já reparou que as pessoas que me acusam nas redes sociais de não ter reagido são as mesmas que me criticaram por ter defendido as populações negras no Bairro Jamaica?”, questiona. “A maior parte das reacções nas redes sociais que tenho visto, e me têm mostrado, é da extrema-direita. E é até curioso e caricato que a extrema-direita se transforme na defensora das comunidades negras, quando é a primeira a enxovalhar as comunidades negras." Mamadou Ba rejeita a violência do passado domingo, quando uma desavença entre elementos das duas comunidades acabou com um desfecho trágico: um morto - um ...

    Leia mais

    Mulheres ciganas: um retrato brasileiro

    Chegaram em 1574. Mantêm, há quase 450 anos, língua e cultura próprias. Resistem a preconceitos. Aos poucos, deixam a vida nômade. Mas não superaram um patriarcalismo profundo Por Nana Queiroz, no AzMina Quando você cruzar uma cigana de saia rodada e colorida, saiba que está diante de uma peça de resistência. “O que define a mulher cigana são as vestimentas”, respondem, em uníssono, todas as entrevistadas pela reportagem em Boa Vista do Tupim, no sertão baiano. Apesar das vestes as tornarem alvo fácil de preconceitos, elas insistem em exibir, com orgulho, essa marca identitária. Ninguém sabe ao certo de onde os ciganos vêm, mas a tese vigente entre a maioria dos historiadores hoje é que são um povo de diáspora que saiu da Índia há cerca de mil anos e se espalhou pelo mundo. O primeiro registro de sua presença no Brasil data de 1574: a deportação do cigano João Torres e sua esposa, ...

    Leia mais

    “Casamento infantil não é cultura, é violência”, afirma ativista cigana

    Por defender os direitos das mulheres em sua comunidade, Rebecca Taina perdeu sua identidade perante tradicionalistas Por Nana Queiroz Do Azmina Esta é uma das investigações patrocinadas pelo Programa de Bolsas de Reportagem da Revista AzMina que você ajudou a tornar realidade. Leia a série completa aqui. E nos ajude a continuar fazendo investigações assim aqui. Imagem retirada do site AzMina Para muitos ciganos tradicionalistas, Rebecca Taina perdeu o direito de ser cigana porque resolveu falar contra o machismo. “Tive minha identidade sequestrada de mim”, protesta ela. Mas ela insiste em ocupar um lugar de vanguarda dentro de uma comunidade que, por enfrentar tantos preconceitos, resiste em deixar-se mudar. Uma de suas bandeiras pessoais é o combate ao casamento infantil Ilustração: AzMina As mulheres ciganas calon, de Boa Vista do Tupim, sertão baiano, nos relataram que casam-se entre 12 e 14 anos, em geral. Você considera isso um problema? Ou esta prática faz sentido ...

    Leia mais

    Prêmio a escritor multado por racismo provoca furor na Hungria

    Mais de 50 laureados com uma das maiores honras da Hungria devolveram seus prêmios depois que o governo do primeiro-ministro Viktor Orbán condecorou um jornalista que foi censurado diversas vezes por incitar o ódio contra refugiados, judeus e ciganos. Por Edith Balazs Do Uol Zsolt Bayer, membro-funda dor do partido governante Fidesz e um aliado próximo de Orbán, recebeu a Cruz de Cavaleiro da Ordem do Mérito no fim de semana por sua "exemplar obra jornalística", de acordo com a gazeta oficial Magyar Közlöny. Entre os homenageados que devolveram seus prêmios estão acadêmicos, escritores e atores, de acordo com uma lista compilada pelo site de notícias 444.hu. András Heisler, diretor da Federação de Comunidades Judaicas na Hungria e um dos homenageados anteriores, devolveu seu prêmio e disse que não queria estar "na mesma comunidade que uma pessoa racista e antissemita, cujas exibições de ódio febril ao povo cigano estão contaminando a ...

    Leia mais

    Aluna da UnB é primeira cigana a concluir doutorado na América Latina

    Paula Soria teve de deixar seu grupo, que preza a oralidade e rejeita a escrita, para estudar. Em sua tese, analisa os estigmas atribuídos aos romà na literatura Por Marcela D´Alessandro Do UnB Foto: Marcelo Jatobá/UnB Agência A tese de 330 páginas e a dissertação, de 112, foram pouco para preencher a necessidade e a vontade de estudar de Paula Soria. Agora doutora em Literatura pela Universidade de Brasília (UnB), a pesquisadora, que pertence ao grupo romà – nomenclatura para ciganos, ratificada durante o I Congresso Mundial Romani, realizado na Inglaterra em 1971 –, espera que sua história seja exemplo para que outras romani possam trilhar trajetórias acadêmicas sem abandonarem seu povo. Apesar dos obstáculos que teve de enfrentar para chegar ao título, Paula se prepara para continuar no caminho da pesquisa. "Tem muita coisa para escrever ainda. Meu desejo era começar e não parar nunca mais", afirma ...

    Leia mais
    ciganos

    Prefeito francês recusa enterro de bebê cigano em cemitério municipal

    Um prefeito francês se recusou a organizar o enterro de um recém-nascido cigano no cemitério municipal, de acordo com uma associação de defesa da minoria na França. Christian Leclerc, que administra a cidade de Champlan, na região parisiense, alegou que o atestado de óbito do bebê foi retirado em outro município. no RFI Segundo Loïc Gandais, presidente da Associação de solidariedade com as famílias ciganas e romenas (ASEFRR), a decisão do prefeito foi "puramente racista". O caso já havia sido divulgado pelo jornal Le Parisien. "Isso é racismo, xenofobia e estigmatização", declarou o representante. O bebê, uma menina chamada Maria Francesca, nasceu no dia 14 de outubro e faleceu da chamada Síndrome da morte súbita do lactante, na noite do dia 25 de dezembro na rua, nos braços da mãe. Ela chegou a ser transportada de ambulância para um hospital, mas já estava morta. Os pais então pediram a uma funerária local ...

    Leia mais

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist