Tag: Educação e Relações Raciais

‘Qualidade para poucos não é qualidade’: novo indicador sobre educação põe desigualdade em foco

Índice aponta que maioria das escolas públicas brasileiras tem disparidade de ensino entre alunos brancos e negros, meninos e meninas, crianças mais ou menos pobres; para Francisco Soares, ex-presidente do Inep e criador do indicador, questão é chave para melhorar produtividade do país. Por Ligia Guimarães e Paula Adamo Idoeta, Da BBC (Foto: Valter Campanato/ Agência Brasil) Iporã do Oeste, cidade que fica perto da fronteira de Santa Catarina com a Argentina, tem 9 mil habitantes e uma educação pública de destaque no cenário nacional. Quase 80% das crianças da 5ª série têm aprendizado adequado em matemática, contra 44% da média brasileira. A nota da cidade no Ideb - Índice de Desenvolvimento da Educação Básica, usado como parâmetro para medir a qualidade das escolas - de 2017 está entre as de nível mais alto do país: 7,3 nos anos iniciais do ensino fundamental. Os indicadores positivos ...

Leia mais

Vamos falar de “África”?

Ei! "Vamos falar de 'África'?" O Rio Criativo abrirá suas portas nos dias 3 e 4 de novembro para receber você e a África de braços abertos! Serão dois dias de conversas sobre o continente africano, sua gente e expressões artísiticas. Você não pode ficar de fora dessa! Se você é professor ou professora, vem com a gente! Vamos falar sobre algumas possibilidades de abordar África em sala de aula! Você não pode perder! Enviado para o Portal Geledés Inscrições e informações: [email protected] CONVERSAS SOBRE HISTÓRIA DA ÁFRICA E E CULTURA AFRO-BRASILEIRA Dois encontros, um caminho 3 de novembro de 2016 - Quinta-feira - das 14h às 18h "África, pra quê?" - Por que conhecer "África" é tão importante no Brasil? . Dados estatísticos para o ensino de história da África . Representações sobre a África ao longo do tempo . Como apresentar uma história da África transgressora . Debate ...

Leia mais
Imagem: iStock/RomoloTavani

Desafios atuais para a educação e o respeito aos Direitos Humanos

Passado 67 anos da Declaração Universal dos direitos Humanos pela ONU, ainda hoje, em pleno século XXI infelizmente não temos o que comemorar. Salta aos olhos a notícia de que uma menina (criança) de apenas 11 anos foi apedrejada supostamente, por fanáticos evangélicos que desconhecem o significado da palavra tolerância religiosa. Infelizmente este não é um caso isolado de intolerância religiosa. O silencio dos líderes religiosos, especialmente, os da bancada evangélica falam por si e estimulam o ódio. por Prof. Mauricio Tavares * via Guest Post para o Portal Geledés Imagem: iStock/RomoloTavani O preconceito étnico racial, apesar do mito de vivermos numa democracia racial, se faz mais do que presente, quando presenciamos salários menores aos afrodescendentes. Entre os desempregados a maior parte é composta por esta população historicamente vitima da exclusão social. Na população carcerária, os afrodescendentes são a gritante maioria. E entre os jovens vítimas de ...

Leia mais
Imagem: Alamy

O pedagogo como mediador das relações raciais no espaço escolar

Resumo A discriminação racial na escola se manifesta por meio das diversas relações que nela acontecem: através de materiais didáticos, no convívio entre professores e alunos e demais atores sociais que a compõe. O presente artigo pretende discorrer sobre as demandas pedagógicas suscitadas pela Lei Federal 10.639/03, que torna obrigatório incluir no currículo oficial da Rede de Ensino a temática "História e Cultura Afro-Brasileira", posicionando o pedagogo como mediador das tensões que a exigência de novas diretrizes promovem no espaço escolar, com objetivo de eliminar os reflexos do racismo existentes na instituição educacionais. por Lilian do Carmo de Oliveira Cunha* via Guest Post para o Portal Geledés Imagem: Alamy Palavras-chaves: relações raciais, espaço escolar, pedagogo Introdução As discussões acerca das questões raciais na educação gradativamente vêm ganhando espaço nas instituições escolares, considerando que há alguns anos a temática não tinha caminhos abertos para permear este contexto. Em 2011 participei ...

Leia mais

Professora confecciona bonecas negras e indígenas para combater racismo desde a infância

  Por Thiago Borges no Periferia em Movimento   Bonecas negras e indígenas para combater o racismo e gerar identificação desde criança. (Foto: Thiago Borges / Periferia em Movimento)   Carine, uma menina negra de três anos, ficou triste porque uma coleguinha branca da escola disse que seu cabelo era feio. Em muitos colégios esse caso poderia passar batido, mas onde a professora Cristiane Palheta dá aula – o Centro de Educação Infantil (CEI) Parque Cocaia, localizado no Grajaú, Extremo Sul de São Paulo. “A coleguinha não falou por implicância, e sim porque sentia mesmo isso. Não significa que é racismo, mas a reprodução das referências que se tem”, explica Cristiane. A educadora mediou uma conversa entre as duas crianças sobre a beleza de cada uma e envolveu toda a turminha no assunto. “É difícil desconstruir isso porque toda o modelo de beleza que se tem é ...

Leia mais

Projeto fotográfico denuncia racismo dentro da universidade; confira o ensaio

Uma estudante de Antropologia da Universidade de Brasília (UnB) fotografou pessoas que transitavam pelo campus e pediu que elas posassem com frases preconceituosas que já ouviram: “Para uma negra, você é até bonita”, “Como você faz para lavar esse cabelo?”, “Você sabe ler?”, “Você tem sorte de ser negro, nem precisa estudar para passar no vestibular” Por Maíra Streit na Revista Fórum A estudante de Antropologia da Universidade de Brasília (UnB) Lorena Monique resolveu trazer à tona a discussão sobre o racismo presente no dia a dia acadêmico. Inspirada na campanha organizada por alunos negros e negras da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, Lorena desenvolveu um ensaio fotográfico com pessoas que transitavam pelo campus e pediu que elas posassem com frases preconceituosas que já ouviram. “Para uma negra, você é até bonita”. “Como você faz para lavar esse cabelo?”. “Você sabe ler?”. “Você tem sorte de ser negro, nem precisa ...

Leia mais
Foto: Wanessa Soares/Carta Capital

Planos de Educação podem contribuir com superação do racismo nas escolas

Após lançamento de coleção Educação e Relações Raciais: apostando na participação da comunidade escolar, Ministério da Educação deve distribuir material para todas as escolas do país no De Olho nos Planos A sociedade brasileira vive momento decisivo para a construção e revisão participativas dos Planos de Educação, que têm como intuito garantir um atendimento educacional de qualidade a todas as pessoas e de combater as desigualdades e exclusões presentes nos sistemas de ensino do país. Neste sentido, o combate ao racismo na educação, que deve estar presente também nos Planos, exige estabelecer estratégias para a inclusão de crianças e jovens negros que estão em situação de exclusão escolar, metas de equalização com objetivo de superar desigualdades educacionais existentes, e mudança do paradigma educacional vigente, de forma a garantir o atendimento educacional de qualidade a todos os estudantes. Foto: Wanessa Soares/Carta Capital Para contribuir com este processo, ...

Leia mais

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist