quarta-feira, janeiro 20, 2021

Tag: EUA

Por que razão o assassinato de 9 negros não é considerado um ato de terrorismo?

Por razão tantos dirigentes políticos e grande parte da comunicação social tem medo de classificar o tiroteio ocorrido na Carolina do Sul de ato de terrorismo? Por Amy Goodman, do Esquerda.net Discutimos os padrões na cobertura de tiroteios realizados por agressores brancos com dois convidados: Anthea Butler, professora de religião e estudos africanos da Universidade da Pensilvânia; e Raphael Warnock, pastor da Igreja Batista Ebenezer, em Atlanta, Georgia; lar espiritual de Martin Luther King Jr. Amy Goodman: Professora Butler acaba de escrever um artigo publicado pelo The Washington Post: "Atiradores negros são apelidados de 'terroristas' e 'bandidos'. Por que razão os atiradores brancos são apelidados de doentes mentais?" Anthea Butler, poderia continuar a partir desse ponto? Fale sobre a questão de quem chamamos de terrorista e quem não chamamos. Anthea Butler: A razão pela qual eu acredito que os brancos são sempre - e atiradores brancos, especialmente homens brancos - são sempre chamados ...

Leia mais

Cuba confronta os novos turistas americanos com o outro lado da história

“Where are you from” é a pergunta mais feita nas ruas do centro antigo de Havana. É o modo encontrado pelos vendedores de rua, lojistas e motoristas de táxi para entrar em contato com os visitantes estrangeiros. E cada vez mais pessoas respondem à pergunta dizendo: “Estados Unidos”. Do Diario do Centro do Mundo Desde o início do ano, o Ministério do Turismo de Cuba vem registrando um sensível aumento na quantidade de turistas vindos dos EUA. O número de visitantes internacionais mais que dobrou. E isso é apenas o começo. A flexibilização das restrições de viagem por causa do processo de aproximação entre Washington e Havana é promissora para o setor. “Sempre quis conhecer Cuba. Agora, surgiu a oportunidade, e eu aproveitei imediatamente”, diz Brad Smith, de New Orleans. Smith é casado com uma cubana exilada, que agora lhe mostra o país e as pessoas. Mas ele não quer ser ...

Leia mais

Jovem de Feira é aceita em nove universidades dos EUA

A estudante de Feira de Santana Geórgia Gabriela da Silva, 19, foi aprovada em nove universidades dos Estados Unidos e está na lista de espera em outras duas instituições. Com tantas opções, ela está com dificuldades para escolher em qual delas cursará o ensino superior. Por Cristina Santos Pita, do A Tarde Arquivo Pessoal No início, nem os pais acreditaram muito na ideia de a filha estudar em outro país. Para uma estudante do interior (Feira fica a 109 km da capital), lhes parecia impossível tentar vaga nas famosas universidades americanas. Ela foi aprovada na Yale University, Stanford University, Minerva, Columbia University, Duke University, Northeastern University, Middlebury College, Dartmouth College e Barnard College. Geórgia terá que escolher a universidade que oferecer a melhor bolsa, pois a família não pode pagar as altas mensalidades das universidades. "Tenho até meados de abril para decidir para qual delas eu vou e buscar conseguir ...

Leia mais

Cantora cabo-verdiana diz ser vítima de prisão arbitrária, racismo e tortura nos Estados Unidos

Uma cantora cabo-verdiana, Isa Pereira, disse, quinta-feira, ter sido vítima de prisão arbitrária, racismo e tortura nos Estados Unidos. Revelou ainda que lhe havia sido negada, a 06 de fevereiro corrente, a entrada nos Estados Unidos, apesar de ser portadora dum visto de entrada que constava do seu passaporte. No Verdade Num relato feito na edição online do jornal cabo-verdiano “A Semana”, Isa Pereira, uma conhecida intérprete da nova vaga da musica cabo-verdiana, disse ter sido presa durante sete dias na cadeia Suffolk County House of Correction, em Boston, nós Estados Unidos, antes de ser deportada para Cabo Verde. A cantora, que regressava ao EUA para dar continuidade a um curso de canto que já vinha tirando em Nova Iorque, diz ter estado algemada e passado vários dias sem comer durante a sua detenção à sua chegada a Boston, proveniente da cidade da Praia. A denúncia de Isa Pereira, relativa ...

Leia mais

Racismo americano. Nos EUA, crianças negras são vistas como ameaças aos brancos

Casos como o de Ferguson recordaram à comunidade negra norte-americana que os seus filhos não têm o mesmo direito à vida que os outros pequenos americanos. Por quê? Por nem sequer serem vistos como crianças, mas sim como ameaças às vidas dos brancos No Brasil 247 Por: Stacey Patton. Fonte: Jornal The Washington Post   Os Estados Unidos não proporcionam os elementos fundamentais da infância às meninas e meninos negros. A infância dos jovens negros é considerada naturalmente inferior, perigosa e indistinguível da vida dos adultos. As crianças negras não merecem a mesma presunção de inocência que as crianças brancas, em especial em situações de vida ou morte. Prestem atenção à descrição que o agente de polícia Darren Wilson fez do seu conflito com o adolescente negro Michael Brown, que estava desarmado, em Ferguson, no estado de Missouri. No seu testemunho perante o grande júri, Wilson qualificou Brown como “demônio” ...

Leia mais
Como a gravidez da mulher de um agente preso por 16 anos nos EUA está comovendo Cuba

Como a gravidez da mulher de um agente preso por 16 anos nos EUA está comovendo Cuba

A gravidez da esposa de Gerardo Hernández, agente cubano condenado duas vezes à prisão perpétua nos Estados Unidos que foi libertado na semana passada, surpreendeu e comoveu toda Cuba, onde a história de amor do casal marcou a campanha pela libertação do grupo conhecido como “Los Cinco”. No dia 17 de dezembro, quando Hernández, preso nos EUA desde 1998, retornou a Cuba junto com outros dois agentes de “Los Cinco”, a maioria dos cubanos aguardou seu reencontro com Adriana Pérez, sua esposa, a quem Washington nunca deu um visto para que o visitasse na prisão. As emocionantes imagens da reunião do casal comoveram a ilha, onde sua relação se tornou um símbolo da resistência. Ao mesmo tempo, o reencontro surpreendeu o país, já que Adriana, de 44 anos, recebeu Hernández grávida, fato que até então não era público em Cuba. Como Adriana Pérez nunca pôde visitar seu marido na prisão ...

Leia mais

Patrícia Campos Mello: Brasil marcou um golaço ao financiar o Porto de Mariel, em Cuba

Com o porto de Mariel e outros inúmeros investimentos em Cuba, o Brasil é um dos países que estão melhor posicionados para se beneficiar da queda do embargo americano à ilha, cuja negociação será anunciada hoje. Por Patrícia Campos Mello, no Viomundo  Alvo de críticas ferrenhas, o porto de Mariel, que recebeu cerca de US$ 800 milhões de financiamento do BNDES e foi tocado pela Odebrecht, está a apenas 200 quilômetros da costa da Florida. Depois da dragagem, poderá receber navios grandes como os Super Post Panamax, que Dilma citou várias vezes durante a cúpula da Celac este ano, e concorrer com o porto do Panamá. Mesmo sem a dragagem, já será concorrente de portos como o de Kingston, na Jamaica, e das Bahamas, bastante movimentados. O raciocínio do governo brasileiro sempre foi o de “entrar antes da abertura para já estar lá quando caísse o embargo”. Essa estratégia se provou ...

Leia mais

Obama e Raúl Castro anunciam retomada das relações de Cuba e EUA

Prisioneiro americano em Cuba e cubanos detidos nos EUA são soltos. Obama diz que espera que Congresso levante embargo à ilha. Os presidentes Barack Obama e Raúl Castro anunciaram nesta quarta-feira (17) o restabelecimento das relações dos Estados Unidos e Cuba. O embargo comercial ao país caribenho, no entanto, permanecerá. Do: G1 Obama confirmou que Cuba libertou nesta quarta o prisioneiro americano Alan Gross e, em troca, três agentes de inteligência cubanos que estavam presos nos Estados Unidos voltaram à ilha. A transferência de Gross e dos cubanos Luis Medina, Gerardo Hernandez e Antonio Guerrero foram concluídas. Os EUA anunciaram as seguintes medidas: - restabelecimento das relações diplomáticas entre os dois países; - facilitar viagens de americanos a Cuba; - autorização de vendas e exportações de bens e serviços dos EUA para Cuba; - autorização para norte-americanos importarem bens de até US$ 400 de Cuba; - início de novos esforços ...

Leia mais

Universidade dos EUA oferece bolsa de estudos para ‘atletas’ de videogame

Num país como os Estados Unidos, onde estudar em uma universidade pode custar dezenas de milhares de dólares, muitos jovens apostam em suas habilidades atléticas para conseguir uma bolsa de estudos que os ajude a cobrir parte deste valor. No BBC  Normalmente, são alunos que praticam esportes tradicionais, como futebol americano, beisebol ou basquete, mas neste ano de 2014 uma nova modalidade passou a ser considerada na hora de conceder uma bolsa: videogames. Como nos outros esportes, se um aluno é bom o suficiente para fazer parte da equipe da universidade e, assim, representá-la em campeonatos locais e mundiais de games eletrônicos, também pode receber uma ajuda financeira. Foi assim com os mais de 20 estudantes que fazem parte do time Eagles (Águias), da Universidade Robert Morris, em Chicago, a primeira do mundo a oferecer uma bolsa esportiva do gênero. O idealizador da iniciativa é Kurt Melcher, um dos treinadores ...

Leia mais
Obama indica primeira mulher negra para a Secretaria de Justiça dos EUA

Obama indica primeira mulher negra para a Secretaria de Justiça dos EUA

Barack Obama anunciará no sábado sua intenção de indicar a advogada americana e promotora federal Loretta Lynch para o cargo Advogada Loretta Lynch é a primeira mulher negra a ser indicada para o cargo de secretária de Justiça dos Estados Unidos. Em nota oficial, a Casa Branca divulgou que o presidente Barack Obama anunciará no sábado sua intenção de indicar a advogada americana Loretta Lynch para o cargo de secretária de Justiça dos Estados Unidos. Primeira mulher negra americana a assumir o cargo, Loretta vai suceder Eric Holder, cujo mandato, segundo a nota oficial do governo, "foi marcado por ganhos históricos nas áreas da reforma da justiça penal e na melhora dos direitos civis". A indicada por Obama para a Secretaria da Justiça é promotora federal de Nova York. Ela nasceu em Greensboro, no Estado americano da Carolina do Norte, e estudou direito em Harvard.   Fonte: O Estadão

Leia mais

Sul dos EUA elege primeiro senador negro desde o fim da Guerra da Secessão

Eleição de Tim Scott marca um significativo contraste em relação ao senador Strom Thurmond, que representou a Carolina do Sul durante décadas e foi um radical opositor da igualdade racial que lutou durante anos pela segregação na Revista Forum Os norte-americanos da Carolina do Sul elegeram o primeiro senador negro do Sul do país desde o fim da Guerra de Secessão, segundo projeções das televisões norte-americanas. Ele é o primeiro senador negro depois do período chamado de Reconstrução, que terminou em 1877, com a retirada das tropas federais do Sul dos Estados Unidos. Tim Scott, um republicano de 49 anos, obteve a vitória histórica no estado onde teve início, em 1861, a Guerra da Secessão. Scott já exercia, contudo, desde janeiro de 2013, o cargo de senador, em substituição a seu antecessor que havia renunciado. A eleição de Scott marca um significativo contraste em relação ao senador Strom Thurmond, que representou ...

Leia mais

Racismo nos EUA, no Brasil e no mundo: “O corpo negro habita a zona da morte”

Por: Douglas Belchior Jovem, negro, nordestino, migrante e morador das periferias da baixada santista, onde o índice de assassinatos promovidos por policiais e milicianos é dos mais altos do estado de São Paulo. Na contramão dos desejos juvenis, dedicou-se aos estudos em um cursinho pré-vestibular comunitário. Chegou à universidade. Formou-se em Jornalismo. A partir da ação política dos cursinhos, conquistou bolsa para mestrado nos Estados Unidos. Emendou um doutorado e se tornou um especialista sobre a questão racial nas Américas. Hoje, Jaime Amparo Alves é PhD, pesquisador visitante do Africana Research Center, Penn State University (EUA) e investigador associado do Centro de Estudios Afrodiasporicos (Universidad Icesi). É como um militante do movimento negro brasileiro, contudo, que Jaime descreve o levante negro que tomou as ruas de diversas cidades norte-americanas desde o assassinato do jovem negro Michael Brown. Vale a pena ler . E revoltar-se. De Ferguson a São Paulo: entre a zona ...

Leia mais
Foto: Gabriel Brito/Correio da Cidadania

Protestos contra racismo da Polícia nos EUA: Que nos sirva de exemplo!

Foto: Gabriel Brito/Correio da Cidadania Por Douglas Belchior Um jovem negro morto pela polícia. Algo corriqueiro no Brasil, está provocando um dos maiores levantes populares dos últimos anos nos EUA. No Brasil, no próximo dia 22 de Agosto, em todas as capitais do país a partir de Salvador-BA, negras e negros devem ocupar as ruas na II Marcha Nacional Contra o Genocídio do Povo Negro. Que a radicalidade de negras e negros estadunidenses nos sirva de exemplo. Abaixo, com tradução de Tomaz Amorim Izabel, uma matéria veiculada pela Aljazeera no último dia 15 de Agosto. Fonte: Aljazeera - Anna Lekas Miller Tradução: Tomaz Amorim Izabel Haverá responsabilização pela morte de Mike Brown? Depois de seis dias de protestos que se seguiram aos tiros fatais no adolescente Michael Brown, disparados por um oficial de polícia do subúrbio de St. Luis em Ferguson, o departamento de polícia identificou o assassino de Brown. Darren Wilson, um veterano de seis ...

Leia mais

Parceria entre África e China desperta EUA

Os africanos pedem aos Estados Unidos da América um olhar para apectos positivos do continente. Os especialistas de política internacional e economistas entendem que a presença da China em África “acordou” Washington para a importância do continente. Ao analisaram a Cimeira EUA-África, alguns afirmam que o objectivo do encontro entre o presidente norte-americano e os chefes de Estados africanos, serviu para reduzir o avanço dos investimentos chineses no continente, informou a Voz da América. Segundo Paulo Cristóvão, especialista de assuntos económicos, a cimeira vai trazer para o continente grandes investimentos, ao passo que os Estados Unidos consolidam a sua posição no mercado africano. “África ganha crescente importância no contexto internacional, as parcerias entre África e China vêm despertar o mundo relativamente ao continente. Nos anos anteriores, África não era tida como parceira, era apenas um depósito onde ia se buscar o material e onde ia se dar os donativos. Mas nos ...

Leia mais
Cinco números para entender a desigualdade racial nos EUA

Cinco números para entender a desigualdade racial nos EUA

A morte do jovem negro Michael Brown pelas mãos de um policial no estado de Missouri e os protestos que ocorreram desde então voltaram a evidenciar como os Estados Unidos não conseguiram se livrar de suas tensões raciais. Brown estava desarmado quando um policial atirou nele há uma semana na pequena cidade de Ferguson, um subúrbio de St Louis de maioria negra, mas com uma polícia majoritariamente branca. Nos dias seguintes, Ferguson tornou-se palco de uma batalha entre as autoridades e dezenas de manifestantes que reprovavam o comportamento da polícia, enquanto vigílias e minutos de silêncio foram realizadas em várias cidades. Na madrugada deste domingo, houve confrontos entre a polícia e um grupo de 150 pessoas que se recusou a obedecer um toque de recolher estabelecido pelo governo do estado. Sete pessoas foram presas e um homem, segundo a polícia, foi baleado - as circunstâncias ainda não foram esclarecidas. O ...

Leia mais
Tensão racial nos EUA revela 'militarização' da polícia americana

Tensão racial nos EUA revela ‘militarização’ da polícia americana

Americanos com roupa e armas militares miram em grupos de manifestantes e tentam dispersá-los com gás lacrimogênio e balas de borracha. Esta cena não se passou no Iraque ou no Afeganistão, mas em Ferguson, um subúrbio da cidade de San Luis, no estado do Missouri, nos Estados Unidos, que tem pouco mais de 21 mil habitantes. A cidade vive protestos diários desde a morte no último sábado de Michael Brown, um jovem negro de 18 anos, por tiros de um policial. Por mais que políticos, entre eles o presidente Barack Obama e o governador do estado, Jay Nixon, peçam calma à população, a reação enérgica da polícia para conter os distúrbios não parece não contribuir para reduzir a tensão. As imagens de policiais no alto de veículos militares com suas armas apontadas para manifestantes com os braços ao alto foram amplamente compartilhadas nas redes sociais e gerado um grande debate ...

Leia mais

Morte de jovem negro no Missouri reaviva discussão sobre racismo nos EUA

A pequena cidade de Ferguson, no Missouri (centro dos Estados Unidos), viveu sua quinta noite de protestos pela morte de um jovem negro desarmado provocada por um policial branco no sábado passado, revivendo o polêmico debate sobre o racismo nos Estados Unidos. Segundo a rede CNN e outros veículos de comunicação locais, a polícia entrou em ação contra os manifestantes na quarta-feira à noite perto de um posto de combustíveis onde estavam reunidos, no subúrbio desta cidade nos arredores de Saint Louis, capital do Estado. As imagens mostraram os manifestantes em meio a nuvens de gás lacrimogêneo. "Não somos cachorros! Para que eles carregam esses cassetetes?", gritou um manifestante aos policiais, segundo o jornal St. Louis Post-Dispatch. Um grande esquema de segurança tinha sido montado e os policiais, visivelmente tensos, estavam fortemente equipados. A foto de um francoatirador com uniforme militar mirando com seu fuzil de um veículo blindado para ...

Leia mais

EUA indicam militante gay para embaixador na República Dominicana

Enviado por Waltecy Alves Dos Santos via Facebook James Brewster é diretor nacional LGBT do Comitê Nacional Democrata e já sofre resistências da Igreja Católica local Por: Marina Castro Eleito com grande aprovação da comunidade gay norte-americana, cujo voto foi considerado “crucial” para que conseguisse o segundo mandato, o presidente Barack Obama parece estar levando a sério a declaração de seu discurso de posse de que “nossa jornada não está completa até que nossos irmãos e irmãs gays sejam tratados como qualquer outra pessoa perante a lei”.Antes de a Suprema Corte dos Estados Unidos ter considerado, nesta quarta-feira (26/06), a DOMA (Lei de Defesa do Casamento, ou Defense of Marriage Act), que barrava benefícios a casais gays, uma lei inconstitucional, Obama havia nominado, na última sexta-feira (21/06), um militante do movimento gay como embaixador dos EUA na República Dominicana.James Brewster, ou Wally Brewster, como é mais conhecido, é o diretor nacional do ...

Leia mais

EUA tomarão medidas contra Uganda por lei contra gays

Anúncio da Casa Branca, esperado para mais tarde nesta quinta (19), deve estabelecer punições a aqueles que implementarem a lei, assinada pelo presidente Yoweri Museveni em fevereiro; presidente Barack Obama alertou Museveni na época de que a lei complicaria as relações entre os dois países; desde então, os Estados Unidos estão revisando seus empréstimos e financiamentos a Uganda, enquanto pressionam o governo de Museveni para revogar a lei WASHINGTON (Reuters) - Os Estados Unidos devem anunciar mais medidas contra Uganda em resposta à lei que impõe duras penas a homossexuais, afirmaram autoridades governamentais nesta quinta-feira. O anúncio da Casa Branca, esperado para mais tarde nesta quinta-feira, deve estabelecer punições a aqueles que implementarem a lei, assinada pelo presidente Yoweri Museveni em fevereiro, disseram autoridades à Reuters. O presidente Barack Obama alertou Museveni na época de que a lei complicaria as relações entre os dois países. Desde então, os Estados Unidos estão ...

Leia mais

Joe Biden diz que EUA vão abrir arquivos da ditadura militar brasileira

Joe Biden anunciou envio de documentos à Comissão Nacional da Verdade. Essa é a primeira visita a Dilma desde que ela foi alvo de espionagem. O vice-presidente americano disse nesta terça-feira (17) que os Estados Unidos vão abrir arquivos sobre o período da ditadura militar brasileira. Joe Biden foi recebido pela presidente Dilma Rousseff. Um gesto de aproximação. Foi a primeira visita de um representante da Casa Branca à presidente Dilma Rousseff, depois de ela ter sido alvo da espionagem americana. Joe Biden disse que teve uma conversa franca sobre o assunto com a presidente. Na embaixada americana, o vice-presidente americano declarou haver um esforço comum para dar segurança à internet e lembrou que os Estados Unidos já revisaram processos e anunciaram mudanças em janeiro. Biden afirmou que se dá muito bem com a presidente e destacou o interesse americano em restabelecer uma boa relação com o governo brasileiro. Disse que quando ...

Leia mais
Página 3 de 4 1 2 3 4

Últimas Postagens

Artigos mais vistos (7dias)

Twitter

Welcome Back!

Login to your account below

Create New Account!

Fill the forms bellow to register

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist