quarta-feira, setembro 16, 2020

    Tag: HQ

    blank

    Quadrinho desconstrói o conceito de “meritocracia”

    De forma quase didática, um ilustrador australiano resumiu bem como a ideia de que as pessoas têm as mesmas oportunidades não é verdadeira; confira Do Portal Fórum É muito comum no Brasil, principalmente depois da ascensão de parte da população com os programas de transferência de renda do governo, algumas pessoas recorrerem ao conceito de “meritocracia”. Essa ideia é, normalmente, utilizada para criticar as medidas sociais usando a justificativa de que todos têm as mesmas oportunidades e que o mérito verdadeiro – o sucesso profissional, por exemplo – depende unica e exclusivamente do esforço individual. De modo simples e quase didático, o ilustrador australiano Toby Morris consegue desconstruir esse conceito. Por meio de duas histórias distintas, em um quadrinho intitulado “On a Plate” , Morris resume bem a condição a que muitos estão submetidos e expõe os privilégios que os defensores da meritocracia carregam consigo e não enxergam. Confira a versão ...

    Leia mais
    blank

    Por que falar da escravidão do Brasil em quadrinhos?

    Produzido a partir de vasta pesquisa, novo livro de Marcelo D’Salete mostra que negros escravizados sempre resistiram e ajuda a compreender conflitos raciais contemporâneos Por Carolina Ito, do Outras Palavras A princípio, pode parecer estranho ou duvidoso lidar com temas históricos utilizando a linguagem dos quadrinhos, afinal, o desenho é uma expressão que recorre à subjetividade do artista, à ficção e à ligação entre os imaginários do autor e do leitor. Mas o quadrinista e pesquisador Marcelo D’Salete, autor da HQ Cumbe (Veneta, 2014), não parece se intimidar com esse tipo de questão. Para ele, a ficção é importante justamente por trazer outro ponto de vista diante de um cenário em que a maioria dos relatos históricos foi feita pelo mesmo grupo social – no caso, o de homens brancos da elite. E arremata: “precisamos da ficção para imaginar novas possibilidades de leitura a partir de outros atores sociais”. Cumbe traz contos de ...

    Leia mais
    blank

    11 perguntas para Marcelo D’Salete

    Hoje, Marcelo D’Salete é um dos maiores nomes dos quadrinhos nacionais. O quadrinista é um mestre em contar histórias da periferia, de pessoas marginalizadas, de desigualdade, de abismo social e de diversos outros temas tão presentes no contexto urbano, mas ignorados na correria do cotidiano. no Em Solo Nacional Com histórias divulgadas em diversas revistas, entre elas a Front, a Graffiti e a Suda Mery k!, da Argentina, ele publicou seu primeiro livro em 2008, ‘Noite Luz‘. Três anos depois, veio ‘Encruzilhada‘. Em 2014, publicou ‘Cumbe‘, com histórias de negros escravos, e ‘Risco‘, parte da Coleção Franca, lançada pelo selo Cachalote, capitaneado por Rafael Coutinho. Todas as publicações que D’Salete lançou até agora são compilações de contos não isolados, que se completam e amarram um contexto e um todo. Quadro de ‘Noite Luz’ Bati um papo com o artista sobre inspiração, origens, próximo lançamento e muito mais. Confira a entrevista! [caption id="attachment_39328" align="aligncenter" ...

    Leia mais
    blank

    Após suspeita de racismo na Marvel, a novidade é o que o Homem-Aranha oficial será negro!

    No fim da sexta-feira passada vazou uma troca de e-mails entre Sony e Marvel. Noticiamos, e as informações eram que nas obrigações de como retratar o personagem Peter Parker e o personagem Homem-Aranha no cinema ele deveria ser sempre: por Magrolima no Infoesfera - caucasiano (branco) - hétero (não gay) - não podia beber ou usar drogas - não podia ter relações sexuais com menores de idade A internet respondeu com uma certa repugnância, afinal todas estas restrições faziam a Marvel soar extremamente rígida na melhor das hipóteses, e talvez um pouco preconceituosa na pior delas. Mas agora a Marvel deixou escapar a informação de que, após os eventos do mega cross-over Secret Wars, o Homem-Aranha será Miles Morales. Miles Morales já é o Homem-Aranha no Universo Ultimate desde 2011, assumindo a identidade do aracnídeo após a morte de Peter Parker naquele universo. Os rumores, pistas e confirmações da Marvel até o ...

    Leia mais
    blank

    ‘Na literatura brasileira, mesmo sobre escravidão, protagonistas são brancos’, diz autor de HQ sobre resistência negra

    Marcelo D'Salete fala sobre 'Cumbe', quadrinho com histórias de luta negra contra a escravidão no Brasil, pensado como 'contraponto a uma ideia de submissão e harmonia que oficialmente a História brasileira tenta forjar' Por Amarílis Borges, no Opera Mundi Um país que recebeu milhões de pessoas negras escravizadas guarda muito da cultura africana. Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas), pelo menos dois milhões de pessoas africanas desembarcaram no Brasil, embora alguns autores defendam que na verdade foram quatro milhões. É certo que os comerciantes que atuavam em Angola e no Congo forneceram o maior número de escravos que chegaram ao Brasil até 1888, ano em que a Lei Áurea aboliu a escravatura. Depois deste marco é mais simples falar sobre os anos de sofrimento e exclusão que afligiram os escravos. Para fugir a essa tendência, o quadrinista Marcelo d’Salete lançou no ano passado o livro “Cumbe”, que reúne quatro histórias de ...

    Leia mais
    blank

    Mulheres negras nos quadrinhos: Jackie Ormes, você não conhece? Mas deveria

    Se hoje já conseguimos acabar com essa ideia de que o universo dos quadrinhos é exclusivamente dos homens (graças a algumas iniciativas como site Lady’s Comics, Inverna, Zine XXX e a página Mulheres Nos Quadrinhos), uma coisa ainda não conseguimos derrubar: que os quadrinhos são dominados pelo brancos. Tanto no meio das mulheres quantos dos homens dificilmente encontramos pessoas negras ou personagens negras devidamente representados. No Faladelas Sabe aquela coisa da mulata gostosa e desejada? Ou a empregada doméstica que fala errado e que nem completou o 1° ano? Então… na maioria das vezes quando personagens negros são representados, não se foge desse estereótipo. Porém a partir de hoje vou estar aqui tentando acabar um pouco com isso e tentar construir essa memória das mulheres negras, trazendo tanto as que foram representadas, quanto as artistas que se meteram nos quadrinhos. E assim mostrar que isso não é só coisa de branco. ...

    Leia mais
    blank

    Novo Capitão América da Marvel será negro

    Capitão América, interpretado por Chris Evans no cinema, irá passar por uma mudança radical nos quadrinhos. Joe Quesada, diretor criativo da Marvel, anunciou em uma entrevista ao programa The Colbert Report, nessa quarta-feira, 16, que o atual super-herói irá aposentar o escudo e será substituído pelo herói afrodescendente, Falcão. Para quem não sabe, Falcão, também conhecido como Sam Wilson, já apareceu no último filme do Capitão América e serviu de parceiro do Capitão desde 2007, então não é nenhuma novidade para os fãs. Falcão apareceu pela primeira vez em 1969 e foi um dos primeiros super-heróis negros da história, o que torna toda a história ainda mais incrível. Porém, vale lembrar que este não é o primeiro Capitão América negro, já que o personagem afrodescendente, Isaiah Bradley, vestiu o uniforme há mais de uma década. Isso aconteceu logo após a Marvel também divulgar que o novo Thor será uma mulher. Ou seja, a empresa está em época de ...

    Leia mais
    blank

    HQ: Meninas em Jogo

    Durante três meses, nossa equipe de repórter e quadrinista percorreu estradas do Ceará em busca da teia da exploração sexual de meninas para a Copa. Aqui você os acompanha na primeira reportagem em quadrinhos da Pública, em cinco capítulos.   por Andrea Dip Prólogo Capítulo 1     Capítulo 2 Capítulo 3                   Capítulo 4         Capítulo 5               Fonte: Pública  

    Leia mais
    blank

    Os negros nas histórias em quadrinhos – parte 1

    A Era de Ouro (1934 – 1955) Anseio, Conceito e Preconceito Antes de começarmos a analisar o surgimento de personagens negros nos comics books americanos, precisamos entender uma coisa que talvez muitos fãs desse tipo de arte nunca tenham percebido: os quadrinhos, tal qual a literatura, cinema, música e outras expressões artísticas, são reflexos dos anseios, conceitos e até mesmo dos preconceitos da sociedade que os produziram. por Cláudio Roberto Basílio no HQ Maniacs Dito tudo isso, vamos dar uma boa olhada nesse período da história das histórias em quadrinhos conhecido como “Era de Ouro” e ver como surgiram os primeiros “negões” nas páginas coloridas dos gibis. Em meados dos anos trinta, os quadrinhos já eram bastante populares, inclusive sendo fator decisivo para a maior ou menor venda da maioria dos jornais da América. Com o surgimento dos comic books, a produção de quadrinhos atingiu níveis industriais e sua popularidade junto à criançada ...

    Leia mais
    Página 2 de 2 1 2

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist