Tag: Literatura Indígena

    O escritor Daniel Munduruku (Foto: Imagem retirada do site G1)

    Daniel Munduruku: “Únicos comunistas no Brasil chamam-se povos indígenas”

    "Quando eu vi que a primeira ação do governo foi dividir a FUNAI em dois ministérios (o ministério da família com a doida da goiabeira e o ministério da agricultura com a louca da motosserra), eu entendi que se tratava da caçada aos últimos socialistas. No Brasil nunca teve socialismo, nunca teve comunismo, nunca teve uma experiência de fato disso para você dizer 'vou caçar comunistas'. Os únicos comunistas no Brasil chamam-se povos indígenas. São esses que não mantém propriedade privada, que são pelo coletivo, que têm um modo de vida simples, que dividem tudo entre si. Aí eu entendi quais eram os socialistas que estavam sendo perseguidos . São aqueles que ainda seguram a fronteira do capitalismo, que se chocam frontalmente com isso. É a última fronteira a ser conquistada. É aquilo que os militares tentaram fazer, nos anos 70, e não conseguiram.Nesse sentido os últimos socialistas ...

    Leia mais
    Divulgação

    Livro infantil de autor indígena fala sobre a importância das sementes

    Para garantir a diversidade das espécies e salvarmos o planeta, uma das melhores condutas que podemos ter é guardar as sementes dos alimentos, ao invés de jogá-las no lixo. Para os indígenas, no entanto, esta preocupação sempre se fez presente. Zeladores ancestrais da floresta, nós temos muito o que aprender com os povos indígenas. Publicado pela editora Expressão Popular, o livro infantil “O Sopro da Vida”, do escritor indígena Kamuu Dan Wapichana, fala sobre a importância da preservação de sementes naturais. Por Gabriela Glette, do Hypeness Divulgação De forma simples e didática, o livro caminha entre a luta pela preservação do cerrado brasileiro e a importância de salvaguardar nossas riquezas naturais. Inspirado na história do Santuário dos Pajés, em Brasília, território indígena onde vive o autor, a obra também fala sutilmente sobre a intensa especulação agrária por parte dos ruralistas. A região de Santuário dos Pajés ...

    Leia mais

    Lá na Laje retorna ao Sesc Pompeia com autoras negras e indígenas

    Entre as convidadas confirmadas estão Cidinha da Silva, Eliana Alves Cruz, Igiaba Scego, Futhi Ntshingila, Mirta Portillo, Porsha, entre outras  Por Jessica Balbino, Enviado para o Portal Geledés Enviado para o Portal Geledés Depois de um ano de ações, sob curadoria da jornalista Jéssica Balbino, o clube Lá na Laje retoma as atividades no Sesc Pompeia a partir do dia 26 de junho às 19h30. Com o tema “Resistência, substantivo feminino”, o novo ciclo debate as formas de resistência na literatura e propõe um intercâmbio entre autoras brasileiras e de diferentes partes do mundo, privilegiando as produções feitas por pessoas negras e indígenas. O primeiro encontro recebe a romancista Eliana Alves Cruz, do Rio de Janeiro, autora dos livros “Água de Barrela” e “O crime do cais do valongo” e Cidinha da Silva, autora de mais de 10 títulos, entre eles “#ParemdeNosMatar”, “Um exu em Nova York” e “Exuzilhada”. O bate-papo, que recebe o nome de “Paraísos ...

    Leia mais

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist