Guest Post »

Taís Araújo é homenageada no palco do 22º Prêmio CLAUDIA

A atriz foi vencedora hors concours, honraria concedida às pessoas que atuam pela igualdade de direitos na sociedade

Foto: Mariana Pekin/CLAUDIA
 Todos os anos, o Prêmio CLAUDIA homenageia pessoas que atuam ativamente para ver mudanças na sociedade. Em sete categorias até o ano passado e oito neste ano, valorizamos o trabalho de quem transforma vidas todos os dias. Além delas, também concedemos o hors-concours: uma homenagem especial a uma mulher escolhida por nós para receber tal honraria.

 

Grandes nomes já subiram ao palco por essa estatueta. No ano passado, por exemplo, Maria da Penha Fernandes recebeu o prêmio das mãos de Luíza Brunet por seu trabalho no combate à violência doméstica. A lei que leva seu nome é considerada uma das três mais modernas do mundo e dá suporte às que denunciam seus agressores. Se já houvesse essa proteção legal, talvez a vida de Maria da Penha fosse diferente. Ela ficou paraplégica após levar um tiro do ex-marido dentro de casa.

Foto: Mariana Pekin/CLAUDIA

Na noite da última segunda-feira (2), na Sala São Paulo,  Taís Araújo teve seu ativismo contra o racismo e sua luta feminista reconhecidos. Ela, que além de uma atriz talentosíssima, é uma cidadã inspiradora, ganhou a estatueta pelas mãos da grande artista e amiga pessoal Arlete Salles.

Em seu discurso, Taís se direcionou à major Denice Santiago, vencedora de Políticas Públicas, major responsável pela Ronda Maria da Penha na Bahia. “Eu me acho tão pequenininha perto disso tudo. Eu queria tanto que a polícia fosse igual a você”, começou.

“Eu queria tanto que as crianças tivessem as mesmas oportunidades nesse país. Eu só acredito em mobilidade social através da educação. E quando eu fico firme com o meu filho e ele me desafia, eu falo para ele: ‘você vai cansar, porque eu sou incansável’. Para todos os trabalhos que vimos hoje aqui no palco, nós precisamos ser incansáveis”, emocionou-se.

“Vim entregar este prêmio a uma das pessoas que mais admiro e amo como filha, irmã e amiga. Ela está vivendo um momento lindo de crescimento profissional e pessoal. E, como brasileira, ela nos orgulha muito. Na semana passada, esteve nos Estados Unidos para receber o reconhecimento da ONU, ao lado de Lázaro Ramos, como um dos casais mais representativos do mundo. Querida, eu amo você”, se declarou Arlete Salles.

 

Related posts