Talita Avelino retrata a coragem da mulher negra em “Rio Vermelho

Talita Avelino retrata a coragem da mulher negra em “Rio Vermelho. Segundo disco da cantora radicada na Bahia será lançado em outubro

Talita Avelino retrata a coragem da mulher negra em “Rio Vermelho

Por Tiago Ferreira Do Namira do Groove

Talita Avelino retrata a coragem da mulher negra em “Rio Vermelho

Ser mulher negra no Brasil não é fácil. Além de lidar com o preconceito, as árduas tarefas diárias não se desvanecem. Quanto a isso, a cantora Talita Avelino retrata a coragem e propõe uma conexão com o mar, em busca de autorreflexão e, principalmente, acalanto.

É essa a proposta do clipe de “Rio Vermelho”, primeiro single do álbum Azul Bahia, que deve ser lançado em outubro, com apoio do Natura Musical.

As imagens gravadas retratam a vida sinuosa, as lutas diárias, a coragem da mulher negra, que busca o seu sustento, o prazer e as bençãos de Iemanjá”, diz o texto de divulgação.

Azul Bahia já é o segundo disco desta cantora radicada na Bahia e terá produção de Leco Brasileiro.

Deve contar com um bom time de participações, incluindo a cantora Larissa Luz (de Salvador, que participou do grupo Ara Ketu entre 2007 e 2012) e o grupo As Ganhadeiras de Itapuã.

Confira o clipe de “Rio Vermelho” no player abaixo. A direção é de Diogo Nonato e Martin Fox Douglas.

+ sobre o tema

para lembrar

Anistia Internacional quer comissão independente para caso Marielle

No dia em que faz oito meses dos assassinatos...

Traço delas contra opressões

Umas da criadoras do Coletivo ZiNas, que publica quadrinhos...

População de Goiânia realizará protesto em repúdio ao assassinato das 12 jovens

Familiares das vítimas acreditam que exista relação entre os...
spot_imgspot_img

‘Abuso sexual em abrigos no RS é o que ocorre dentro de casa’, diz ministra

A ministra das Mulheres, Cida Gonçalves, considera que a violência sexual registrada contra mulheres nos abrigos que recebem desalojados pelas enchentes no Rio Grande...

ONU cobra Brasil por aborto legal após 12 mil meninas serem mães em 2023

Mais de 12,5 mil meninas entre 8 e 14 anos foram mães em 2023 no Brasil, num espelho da dimensão da violência contra meninas...

Após um ano e meio fechado, Museu da Diversidade Sexual anuncia reabertura para semana da Parada do Orgulho LGBT+ de SP

Depois de ser interditado para reformas por cerca de um ano e meio, o Museu da Diversidade Sexual, no Centro de São Paulo, vai reabrir...
-+=