Terras quilombolas levam no mínimo cinco anos para obter titulação

por Vanessa Cruz

 

Um levantamento da Fundação Cultural Palmares aponta que existem mais de três mil comunidades em todo o país, mas apenas mil e quinhentas são certificadas. As comunidades quilombolas se caracterizam como território de resistência da cultura negra. Cinco séculos depois do surgimento do primeiro quilombo, esse tipo de organização ainda se mantém viva em diferentes regiões do Brasil.

A morosidade do processo de reconhecimento do território impede que mais terras sejam tituladas. São no mínimo cinco anos para uma comunidade conseguir a titulação de sua área. Para Ana Gualberto, historiadora e editora do Observatório Quilombola, a falta de profissionais do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA) para trabalhar especificamente com a população quilombola e o excesso de burocracia do governo contribuem para dificultar a titulação dos quilombos.

Durante dez anos de ações afirmativas ainda é preciso definir mecanismos que acelerem o reconhecimento das terras e possibilitem a sustentabilidade dos territórios. De acordo com Ana, nas regiões onde o estado possui uma lei de terra o processo de regularização avançou muito. A articulação entre as esferas municipal, estadual e federal pode ser o principal caminho para assegurar os direitos básicos para as famílias que vivem em quilombos.

Aliar desenvolvimento social com cultura tradicional é o maior desafio dos quilombolas. Ainda hoje a maioria das comunidades sobrevive através da agricultura familiar. O extrativismo, artesanato e o turismo de base comunitária também aparecem como formas de complementar a renda dessas famílias que se unem pelas marcas deixadas por um passado de resistência e tradição.

Fonte: Ciranda

+ sobre o tema

Marca lança lingerie cor de pele para mulheres negras

A empresa Nubian Skins está lançando uma coleção de lingeries nude,...

Dia da Consciência Negra sim! Porque somos todos desumanos

O Brasil não gosta de admitir, mas é uma...

Fotógrafo do Morro do Macaco, na Grande SP, ajuda moradores sem internet com cadastro de auxílio emergencial

Trabalhadores informais sem alfabetização enviam informações pelo celular para...

Michael Jackson dá lucro depois de morto

A morte repentina de Michael Jackson fez com que...

para lembrar

Beth Carvalho: Carnaval de rua é protesto e escolas viraram esquemão

A sambista Beth Carvalho, madrinha do samba, explica por...

VI Marcha da Consciência Negra

Fonte: Lista Racial- VI  Marcha da Consciência Negra 20 de Novembro...

Minotauro e ‘Spider’ Anderson Silva passeiam juntos por Porto Alegre

Amigos de longa data, os lutadores Rodrigo Minotauro e...
spot_imgspot_img

Violência contra territórios negros é tema de seminário com movimentos sociais em Salvador

Diante da escalada de violência que atinge comunidades negras e empobrecidas da capital e no interior da Bahia, movimentos sociais, entidades e territórios populares...

Tony Tornado relembra a genialidade (e o gênio difícil) do amigo Tim Maia, homenageado pelo Prêmio da Música Brasileira

Na ausência do homenageado Tim Maia (1942-1998), ninguém melhor para representá-lo na festa do Prêmio da Música Brasileira — cuja edição 2024 acontece nesta quarta-feira (12),...

Grávida, Iza conta que pretende ter filha via parto normal: ‘Vai acontecer na hora dela’

Iza tem experienciado e aproveitado todas as emoções como mamãe de primeira viagem. No segundo trimestre da gestação de Nala, fruto da relação com Yuri Lima, a...
-+=