Torcedor racista do Liverpool é solto sob fiança

Acusado de racismo, torcedor do Liverpool é solto sob fiança

O torcedor do Liverpool preso no sábado por insultos racistas contra o jogador do Oldham Athletic, Tom Adeyemi, foi solto sob fiança neste domingo. O atleta havia denunciado o caso à polícia depois da derrota de sua equipe por 5 a 1 na sexta-feira, válida pela Copa da Inglaterra.

“O Adeyemi prestou depoimento à polícia de Merseyside e continuará ajudando os oficiais durante a investigação”, declarou Gordon Taylor, diretor executivo da Federação Inglesa de Futebol (FA). As imagens da televisão mostram o jogador chorando após o incidente.

O Liverpool já se envolveu em outra polêmica ligada ao racismo recentemente, com a suspensão por oito partidas de seu atacante uruguaio Luis Suárez devido a insultos contra o lateral francês Patrice Evra, do Manchester United.

O clube lamentou o incidente num comunicado. “Sentimos profundamente pelo que aconteceu na sexta-feira, e pedimos desculpas a Tom Adeyemi”, afirmou o clube. “Nossos torcedores são conhecidos mundialmente pelo seu comportamento exemplar, por sua paixão e por sua gentileza. As ações de um indivíduo não são representativos do conjunto”, completou o clube.

 

 

 

Fonte: Terra

+ sobre o tema

Com medo da maré levar meus filhos: a vida das mulheres das palafitas de Santos

Em casas sob as águas, equilibradas sobre plataformas, moram...

Brasil responderá por superencarceramento, homicídios e torturas na Corte Interamericana

Em audiência realizada nesta sexta-feira, dia 19, em San...

População que se declara preta cresce 14,9% no Brasil em 4 anos, aponta IBGE

Do total de brasileiros, 8,2% se consideram pretos. Pesquisa...

Maurício Pestana: escola de negros e o Terceiro Vagão

Em vários artigos já escritos por mim aqui, tenho...

para lembrar

Mackenzie volta a expulsar aluno que falou em morte de ‘negraiada’ nas eleições

Desligamento de estudante estava suspenso desde janeiro por decisão...

Comissão de Direitos Humanos debate cotas para negros em concursos

A reserva 20% das vagas dos concursos públicos...

John Henson recebe R$ 11 milhões por ano. Mas uma joalheria dos EUA preferiu barrar a entrada dele

John Henson, pivô do Milwaukee Bucks, franquia de Wisconsin...

Diálogo Brasil debate a apropriação cultural

Mulheres brancas podem ou não usar turbante? Usar adereços...
spot_imgspot_img

Como as mexicanas descriminalizaram o aborto

Em junho de 2004, María, uma jovem surda-muda de 19 anos, foi estuprada pelo tio em Oaxaca, no México, e engravidou. Ela decidiu interromper...

Como o diabo gosta

Um retrocesso civilizatório, uma violência contra as mulheres e uma demonstração explícita do perigo que é misturar política com fundamentalismo religioso. O projeto de lei...

Homens, o tema do aborto também é nossa responsabilidade: precisamos agir

Nesta semana, a escritora Juliana Monteiro postou em suas redes sociais um trecho de uma conversa com um homem sobre o aborto. Reproduzo aqui: - Se liberar o...
-+=