Transexual denuncia caso de preconceito em prova da Uneb

Uma mulher transexual, de 24 anos, disse que foi vítima de transfobia durante a primeira etapa do vestibular da Universidade do Estado da Bahia (Uneb), realizada na manhã deste domingo, 6, no Colégio Polivalente do Cabula, em Salvador.

por Alan Oliveira no A Tarde

Ariane Senna, que é ativista e membro de alguns grupos que lutam contra o preconceito contra pessoas trans, entrou em contato com o Portal A TARDE para denunciar o caso. Ela afirmou que a discriminação começou logo ao chegar no local de realização da prova com o marido.  Ao entrar no banheiro feminino, uma funcionária saiu correndo e criou um tumulto ao afirmar que um homem estaria lá.

Quando saiu do local, Ariane não entendeu o motivo da confusão e questionou ao marido, que a explicou. Mesmo chateada, ela não falou nada e seguiu para a sala 1609, onde fez o exame.

No local, Ariane disse que foi constrangida novamente pelo fiscal responsável pela sala, que a chamou pelo nome de batismo no RG. Em determinado momento, a estudante pediu para ir ao banheiro e o homem a direcionou ao masculino. Mas ela se recusou e disse que usaria o feminino, pois é uma mulher. Contudo, foi impedida pelo fiscal: “o senhor tem o nome de homem e quer entrar no banheiro feminino?”.

Ariane procurou a coordenadoria, que chamou o fiscal para conversar. Em seguida, o coordenador afirmou ter sido um mal entendido, mas também a tratou como homem.

Ela pediu a troca de fiscal, o que, segundo ela, foi acatado. Com a mudança, Ariane finalizou a prova, mas teme passar pela mesma situação nessa segunda, quando será aplicado mais um exame da Uneb.

A reportagem entrou em contato com a assessoria da Uneb, que afirmou que vai apurar o fato, mas, até o momento, não se posicionou.

+ sobre o tema

Arthur, transexual de 13 anos: “Acham que só quero chamar atenção”

Mesmo enfrentando preconceito e incompreensão fora de casa, o...

O discurso da tolerância como domesticação

Apenas uma sociedade profundamente intolerante pode invocar a necessidade...

Sem alarde nem preconceito Vigor aborda homossexualidade em anúncio para Facebook

Pode até ser que abordar homossexualidade em 2014 já...

Expulso de casa por ser gay, jovem divulga vídeo de briga com os pais

Pais evocam argumentos bíblicos para dizer que filho gay...

para lembrar

Polícia identifica suspeitos de morte de homem que ajudou travestis no metrô

A Polícia Civil identificou os dois suspeitos do espancamento...

Vereadora sofre transfobia: “É roubar nossa dignidade não usar nome social”

Após ser vítima de transfobia, Benny Briolly (PSOL-RJ) conseguiu...

Periferia Trans: a luta LGBT na perspectiva das quebradas

Como é ser homossexual ou transgênero na quebrada? Para...
spot_imgspot_img

‘Não’ é ‘Não’, inclusive na igreja

No dia 29 de dezembro, o presidente Lula sancionou a lei do protocolo "Não é Não" (lei 14.786/2023), que combate violência e assédio sexual contra mulheres...

STF permite reconhecer ofensa contra LGBTQIA+ como injúria racial

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, por 9 votos a 1, nesta segunda-feira (21) permitir o reconhecimento de atos de homofobia e transfobia como crime...

Rio tem novo centro de acolhimento LGBT+ e de combate à violência

Foi inaugurado nesta quinta-feira (3), no Rio de Janeiro, o Centro de Acolhimento e Promoção do Combate à Violência LGBTIfóbica. A iniciativa oferece serviços jurídicos...
-+=