Um ano depois, policial de Baltimore é absolvido por morte de Freedie Gray

Manifestantes protestaram contra decisão do juiz que alegou não haver provas contra policial acusado

Do Catraca Livre 

Há um ano, a cidade de Baltimore(EUA) viveu dias de revolta popular nas ruas após a morte do jovem Freddie Gray, de 25 anos. Nesta segunda-feira, 23, o policial Edward Nero, responsável por sua morte, foi absolvido de todas as acusações.

Além de Freddie, os assassinatos de Michael Brown (2014), em Ferguson, e Eric Garner (2014), em Nova York, estimularam protestos organizados pelo movimento “Black Lives Matter” (A Vida dos Negros Importam).

Na sentença apresentada nesta segunda-feira, 23, o juiz Barry Williams, do Tribunal do Circuito de Baltimore, emitiu o veredicto, sem a presença de um juri e diante de uma corte lotada, onde afirmou que os promotores não conseguiram provar argumentos favoráveis à vítima. Autor do assassinato, o policial foi acusado de delito por agressão, risco negligente e duas acusações de má conduta no exercício da profissão. Preso sem justificativa, Freddie morreu em função de uma lesão fatal na espinha.

“Sem justiça, sem paz”

Após a decisão da justiça, um grupo de manifestantes, que aguardava do lado de fora pela decisão, protestou contra a sentença que inocentou o policial gritando “Sem justiça, sem paz”. Em nota, a prefeita Stephanie Rawling-Blake pediu calma e disse que o policial enfrentará uma investigação administrativa do departamento de polícia.”No caso de qualquer distúrbio na cidade, estamos preparados para reagir”, disse.

+ sobre o tema

Tenista brasileiro Guilherme Clezar é multado em US$ 1,5 mil após gesto considerado racista

O tenista Guilherme Clezar recebeu neste sábado uma multa...

Decisão do STJ que considera injúria racial imprescritível é correta

Recentemente, no AREsp 686.965/DF, o Superior Tribunal de Justiça...

Carta de sobrevivente para atirador da Noruega

Jovem de 16 anos publicou mensagem a Anders Breivik...

Celular filma últimos momentos de jovem morto por PM no Rio

PM afirmou que trio participava de confronto contra os...

para lembrar

Racismo contra brasileiro faz Mano e Ney Franco cobrarem Fifa

  O caso do lateral esquerdo Edimar no futebol grego...

Justiça condena psiquiatra a pagar R$ 50 mil por injúria racial

Heverton Octacílio de Campos Menezes, ofendeu uma atendente de...

Família de Amarildo será indenizada pelo Estado do Rio de Janeiro

Justiça carioca decidiu que Estado será responsável pelo custeio...

Demetrio racista aqui só tem cotista! A manifestação do alunos no FLICA

Enviado para o Portal Geledes por - Angela Figueiredo...
spot_imgspot_img

Nem a tragédia está imune ao racismo

Uma das marcas do Brasil já foi cantada de diferentes formas, mas ficou muito conhecida pelo verso de Jorge Ben: "um país tropical, abençoado...

Futuro está em construção no Rio Grande do Sul

Não é demais repetir nem insistir. A tragédia socioclimática que colapsou o Rio Grande do Sul é inédita em intensidade, tamanho, duração. Nunca, de...

Kelly Rowland abre motivo de discussão com segurança em Cannes: ‘Tenho limites’

Kelly Rowland falou à imprensa sobre a discussão que teve com uma segurança no tapete vermelho do Festival de Cannes durante essa semana. A cantora compartilhou seu...
-+=