quinta-feira, janeiro 26, 2023
InícioEm PautaUnicamp tenta entender a onda conservadora e fundamentalista do Brasil

Unicamp tenta entender a onda conservadora e fundamentalista do Brasil

Movimentos como MBL, a presença de João Dória no PSDB, Escola Sem Partido, golpe parlamentar, bancada evangélica, bancada da bala e tantos outros fenômenos reacionários estão causando perplexidade em muitos setores da sociedade brasileira.

Do Carta Campinas 

Entre os pesquisadores não é diferente. E para entender essa onda de extrema-direita, conservadora e fundamentalista, a Unicamp promoverá no dia 30 de agosto um evento chamado Fórum Conservadorismos, Fascismo e Fundamentalismo. O evento terá uma das palestrantes Marcia Tiburi, professora de Universidade Presbiteriana Mackenzie e autora do livro “Como Conversar com um Fascista – Reflexões sobre o Cotidiano Autoritário Brasileiro”.

Para Ronaldo Almeida, professor do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH) da Unicamp e um dos organizadores do Fórum, a consolidação de segmentos conservadores, que trabalham a favor da contenção, restrição e retrocesso de alguns direitos fundamentais, ameaça diversas conquistas, principalmente os direitos obtidos após a redemocratização. Esse é o ponto de partida do Fórum, que será realizado no Centro de Convenções da Unicamp.

Segundo Almeida, o objetivo do fórum é refletir sobre a conjuntura atual da política nacional tendo como pano de fundo as transformações mais estruturais em curso na sociedade brasileira.

Além de Marcia Tiburi, o evento contará com a participação de Angela Alonso, docente da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da Universidade de São Paulo e presidente do Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (Cebrap). Também estarão presentes o pesquisador Joanildo Burity, do Departamento de Ciência Política da Fundação Joaquim Nabuco, e o psicanalista e professor da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) Tales Ab’Sáber, que irão discutir temas como manifestações políticas, fascismo e religião no espaço público.

Para se ter uma ideia da grave situação, o Congresso brasileiro é o mais conservador desde 1964, de acordo com o Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap). Com menos deputados ligados a causas sociais e mais parlamentares associados às bancadas evangélica e da bala, o parlamento demonstra o fortalecimento do conservadorismo na sociedade brasileira.

O Fórum Conservadorismos, Fascismos e Fundamentalismos é uma realização do Fórum Pensamento Estratégico (PENSES), com o apoio do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH) da Unicamp. O PENSES é um espaço acadêmico, vinculado ao Gabinete do Reitor, responsável por promover discussões que contribuam para a formulação de políticas públicas voltadas ao desenvolvimento da sociedade em todos seus aspectos. Mais informações sobre a programação podem ser encontradas no site.

Serviço

Fórum Conservadorismos, Fascismos e Fundamentalismos
Dia: 30 de agosto de 2016
Horário: das 9h às 16h30
Local: Auditório do Centro de Convenções/Universidade Estadual de Campinas
Endereço: Rua Elis Regina, 139, Cidade Universitária, Campinas (SP)

Artigos Relacionados
-+=
PortugueseEnglishSpanishGermanFrench