Guest Post »

Valongo em audiência no MPF

Convocada pelo Ministério Público Federal (MPF), a audiência pública intitulada “Cais do Valongo: Patrimônio Cultural da Humanidade: o que foi feito?”,  realizada no auditório do próprio MPF do Rio de Janeiro, contou com mais de 200 pessoas. No fim do encontro, a Secretaria municipal de Cultura e o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) se comprometeram em instalar sinalizações para o Cais do Valongo e seu entorno, na Região Portuária.

Do Jornal do Brasil 

Arte: Ascom PR/RJ

A audiência aconteceu um ano após o Cais do Valongo ter recebido o título de Patrimônio Cultural da Humanidade da Unesco. O MPF deixou claro que quase nada foi feito depois do prazo, a despeito das exigências da própria Unesco. O procurador cobrou também ao ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, que dê destinação ao prédio histórico construído pelo engenheiro negro André Rebouças, na Rua Barão de Tefé. A edificação é citada no documento do título da Unesco. Nele, o órgão internacional exige que a construção seja utilizada como um centro de interpretação do Cais do Valongo. Ocorre que o edifício está sendo utilizado pela ONG Ação da Cidadania. O ministro da Cultura disse que serão investidos R$ 4 milhões para o prédio e haverá um edital de projetos para cumprir a exigência da Unesco. O procurador Sérgio Suiama, contudo, cobrou celeridade do processo, já que o atual governo federal termina em dezembro.

Artigos relacionados