Viola Davis diz que não se anula pela filha: “Se eu não cuidar de mim, não posso cuidar dela”

Atriz deu entrevista à revista PEOPLE

Na Glamour

Viola Davis  (Foto: Jesse Grant/Getty Images)

Viola Davis falou sobre sua relação com sua filha Genesis e sobre as maneiras em que tenta empoderá-la e torná-la segura e independente.

“Eu a empodero para que ela entenda que tudo conta como alegria. Seus erros, suas falhas, seus triunfos, sua aparência, tudo. Isso tudo faz parte de amar a si própria, mesmo que nada disso mude”, diz a atriz, em entrevista à PEOPLE.

“Eu acho que sou o tipo de mãe que tem coragem de compartilhar sua própria história com a filha”, opina Viola, que não esconde nada sobre sua infância pobre.

“Eu digo que ela vai cometer erros enormes durante a vida, e que a mamãe não vai ter resposta para tudo e, muitas vezes, você também não terá. Eu sou o tipo de mãe que diz ‘Você é boa o bastante onde quer que vá, mas algumas vezes vai sentir que isso não é suficiente.’ Eu não sou a mãe que vai dizer várias mentiras sobre a vida porque eu quero que ela seja a melhor mulher onde esteja”, explica.

A estrela também deseja que Genesis se preocupe mais com a beleza interior do que a exterior. “Beleza vem de dentro. Nós temos que superar a beleza física, selfies, mesmo que eu tire uma selfie vez ou outra. Mas eu sempre digo ‘Genesis, é o seu coração e sua cabeça que são as partes mais importantes de você.’ O físico desaparece. As coisas que tem valor não tem nada a ver com o físico. E ela sabe disso”, garante.

“Eu faço com que ela limpe seu quarto, cuide de seu peixinho. Eu não deixo ela presa. Eu digo que ela merece tudo. Mesmo que eu esteja escovando seu cabelo e ela esteja chorando… Ela não precisa ser uma menina perfeita. Isso não existe. Está tudo bem ser vulnerável, existe força nisso”, opina Viola.

Viola também defende que não gosta da ideia de se anular ou se sacrificar por sua filha. “Eu não quero que ela veja um exemplo de mãe que só se anula, que se sacrifica por ela. Você sai com outras mulheres e elas dizem ‘Não tomei banho hoje’, ‘Só dormi por uma hora, mas levei minha filha para a escola’. Eu não quero fazer isso. Eu quero viver o máximo que eu possa. Se eu não cuidar de mim, não posso cuidar de outras pessoas”, pondera a atriz.

+ sobre o tema

Netinho abandona seu programa

Netinho abandona seu programa: Netinho de Paula gravou nesta...

Exército de estátuas negras monta guarda em exposição africana em Londres

Um "exército" de estátuas negras de dois metros de...

para lembrar

Congresso de capoeira discute rumos para desenvolver esporte em Manaus

Congresso debate demandas referentes à prática esportiva e outras...

ESTREIA–“Um Limite Entre Nós” retrata família negra nos EUA dos anos 1950

SÃO PAULO (Reuters) - Trazendo no elenco a vencedora...

Boko Haram: Os talibãs negros

Boko Haram: duas palavras que têm o mérito de...

Racismo contra Nat King Cole

Vizinhos brancos perseguiram o cantor e sua família quando...
spot_imgspot_img

Flávia Souza, titular do Fórum de Mulheres do Hip Hop, estreia na direção de espetáculo infantil antirracista 

Após mais de vinte anos de carreira, com diversos prêmios e monções no teatro, dança e música, a multiartista e ativista cultural, Flávia Souza estreia na...

Segundo documentário sobre Luiz Melodia disseca com precisão o coração indomado, rebelde e livre do artista

Resenha de documentário musical da 16ª edição do festival In-Edit Brasil Título: Luiz Melodia – No coração do Brasil Direção: Alessandra Dorgan Roteiro: Alessandra Dorgan, Patricia Palumbo e Joaquim Castro (com colaboração de Raul Perez) a partir...

Nota de pesar: Flávio Jorge

Acabamos de receber a triste notícia do falecimento do nosso amigo e companheiro de militância Flávio Jorge, o Flavinho, uma das mais importantes lideranças...
-+=