Violência contra jovens negros motiva parceria Senado e Secretaria da Igualdade Racial

No Brasil, a maioria dos homicídios atinge os jovens. Números de 2010, por exemplo, revelam que 50% dos assassinatos registrados tinham com vítimas jovens entre 15 e 29 anos – 75% dos quais eram negros. No entanto, a população ainda não tem a percepção da gravidade desses índices, que expressam formas de preconceito e discriminação. É o que revela a pesquisa “Violência contra a juventude negra no Brasil”, realizada pelo DataSenado, que será divulgada nesta quarta, 7, pelo Presidente José Sarney, às 11h30, na sala de audiências da Presidência do Senado.

A pesquisa inédita e a primeira ação da parceria entre o Senado e a Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR), motivada justamente pela violência revelada nos números oficiais e parte da campanha “Igualdade Racial é Pra Valer”. Lançada em março de 2011 pela ministra da SEPPIR, Luiza Bairros, a campanha quer reforçar – ou despertar – a consciência social para o problema da discriminação e incentivar iniciativas do Estado, do setor privado e da sociedade civil que contribuam para o respeito às diferenças.

O DataSenado entrevistou 1.234 pessoas de 123 municípios do país, incluindo todas as capitais, de 1º e 11 de outubro último, para investigar a opinião popular sobre as causas da violência – quem são as pessoas mais vulneráveis e qual é a experiência pessoal dos entrevistados em relação ao racismo. “Os resultados desse levantamento permitirão identificar discrepâncias entre as opiniões captadas e as estatísticas oficiais”, avalia a ministra Luiza Bairros.

 

 

Fonte: Senado 

+ sobre o tema

Morto em chacina seria testemunha de execução da polícia em SP

Uma das vítimas da chacina que ocorreu na madrugada...

Eu, Leitora: “Fui barrada dentro da Assembleia Legislativa por racismo institucional”, diz deputada

Cientista social, ativista dos movimentos sociais e pastora evangélica,...

Defensoria e Cedenpa estudam a implantação de Núcleo Especializado de Combate ao Racismo

A implantação de um Núcleo Especializado de combate...

Realmente “o racismo é coisa da tua cabeça”

Mais uma da série: ‪#‎nãoexistepreconceitonoBrasil‬ ‪#‎nãomeKhaloMais‬ Eu, no terminal de integração, com...

para lembrar

O que fazer pela equidade racial no Brasil hoje? Artigo II

Ao longo do tempo, em quase 500 anos de...

Suécia alerta que ódio a africanos atingiu níveis alarmantes no país

  Governo afirma que violência e segregação são...

Partidos e movimentos sociais viram alvo em SP

Repórter relata violência de nacionalistas contra manifestantes organizados por...

Corte da Bolsa Permanência é racismo institucional, afirma indígena

Estudantes indígenas e quilombolas da Universidade Federal do Pará...
spot_imgspot_img

Nem a tragédia está imune ao racismo

Uma das marcas do Brasil já foi cantada de diferentes formas, mas ficou muito conhecida pelo verso de Jorge Ben: "um país tropical, abençoado...

Futuro está em construção no Rio Grande do Sul

Não é demais repetir nem insistir. A tragédia socioclimática que colapsou o Rio Grande do Sul é inédita em intensidade, tamanho, duração. Nunca, de...

Kelly Rowland abre motivo de discussão com segurança em Cannes: ‘Tenho limites’

Kelly Rowland falou à imprensa sobre a discussão que teve com uma segurança no tapete vermelho do Festival de Cannes durante essa semana. A cantora compartilhou seu...
-+=