Violência contra mulher terá multa

Diminuir o número de casos da violência contra mulher através da aplicação de multa ao agressor. Este é o objetivo do projeto de lei protocolado pelo deputado estadual Marcio Pauliki (PDT) ontem. Os agressores serão multados no momento em que os órgãos públicos forem acionados para prestar o devido atendimento.

Do Jornal da Manha  
De acordo com o projeto, serviço de atendimento móvel de urgência e emergência; serviço de busca e salvamento e serviço de policiamento ostensivo poderão ser solicitados por quem tiver conhecimento de alguma agressão contra mulher. A deputada estadual Maria Victória (PP) é coautora do projeto.

Leia: PLP 2.0 – Aplicativo para coibir a violência contra a mulher

“Muitas mulheres dependem, inclusive financeiramente, do parceiro. Elas se sentem inseguras e não conseguem terminar um relacionamento onde são vítimas de agressão física, psicológica e emocional”, comenta Pauliki. “Algumas fazem a denúncia, mas optam por não leva-la adiante. Por isso, é tão importante que a multa seja aplicada já no acionamento de serviço público para prestar atendimento”, completa.

Em Ponta Grossa, três mil ocorrências de agressão foram registradas na Delegacia da Mulher e várias arquivadas. De acordo o Juizado de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher, cerca de 40% das vítimas acaba optando por não seguir com a denúncia.

+ sobre o tema

A resignação papal e o equívoco de nominar um partido de rede – Por Fátima Oliveira

CONCEITO É OPOSTO AO DOS PARTIDOS; A INTENÇÃO É...

Cadê seu cinto de castidade?!

No estado mais rico e “desenvolvido” da Federação –...

12 mulheres inspiradoras e pioneiras

Primeira mulher a comandar o Fed (Banco Central Americano) A...

Nísia Floresta: A feminista brasileira que você não encontrará nos livros de história

Pouco estudada, a escritora nordestina que viveu no século...

para lembrar

Mais de 120 mil mulheres são donas do próprio negócio no DF

Segundo levantamento do Sebrae, o DF é a segunda...

Projeto de lei assegura acesso de casais LGBTs a programas do GDF

Proposta em tramitação na Câmara Legislativa leva em conta...

Mulher se torna professora após 14 anos como diarista em Ribeirão, SP

Maris Ester é uma das atrações da Feira do...

Alagoas: Casal homossexual é morto com requintes de crueldade

Casal homossexual é encontrado morto com dedos cortados e...
spot_imgspot_img

Maria da Conceição Tavares: quem foi a economista e professora que morreu aos 94 anos

Uma das mais importantes economistas do Brasil, Maria da Conceição Tavares morreu aos 94 anos, neste sábado (8), em Nova Friburgo, na região serrana do Rio...

Como poluição faz meninas menstruarem precocemente

Novas pesquisas mostram que meninas nos EUA estão tendo sua primeira menstruação mais cedo. A exposição ao ar tóxico é parcialmente responsável. Há várias décadas, cientistas ao redor do...

Leci Brandão recebe justa homenagem

A deputada estadual pelo PC do B, cantora e compositora Leci Brandão recebe nesta quarta (5) o Colar de Honra ao Mérito Legislativo do...
-+=