Vitória: Comunidade quilombola de Rio dos Macacos terá acesso por fora da base, afinal!

 

 

O conflito entre a comunidade remanescente de quilombo Rio dos Macacos e o comando da Base Naval de Aratu ganhou novos contornos nesta última semana.  Segundo Antônio Lessa, chefe de gabinete do Ministério da Defesa e  encarregado pela mediação, será construído um novo acesso aos moradores.

Atualmente, a comunidade de Rio dos Macacos precisa utilizar o portão de entrada da vila militar da Marinha, o que tem gerado diversos transtornos e atritos.

Em janeiro, a líder comunitária Rosimeire dos Santos e seu irmão Edinei acusaram os militares de os terem  agredido enquanto tentavam entrar no território por meio do acesso da vila militar. Um inquérito foi instaurado para investigar o caso e deve ser finalizado no próximo dia 7 de março.

As obras de acesso serão de responsabilidade do Exército e devem ser iniciadas assim que forem concedidas licença ambiental e autorização judicial. “Eu acredito que nos próximos meses já tenhamos essa entrada, que vai diminuir seguramente a tensão entre a comunidade de quilombolas e a comunidade militar”, aposta Antônio Lessa.

De acordo com Rosimeire dos Santos, o acesso foi negociado juntamente com as lideranças da comunidade.

Reforma

Além do novo acesso, está sendo providenciado um convênio entre o governo do estado e o Ministério da Defesa para a reforma das casas dos quilombolas, que estão sob risco de desabamento.

A verba destinada é de R$ 530 mil, segundo a superintendente de habitação da Secretaria de Desenvolvimento Urbano, Eleonora Massia, mas ainda não há prazo para o início das obras.

Com as duas ações, a esperança é que se acelere a resolução do conflito. Segundo Lessa, uma nova proposta de regulação do território está sendo preparada e deverá ser entregue aos líderes comunitários em breve.

Relatora da ONU

Na manhã de quinta-feira, 20, a relatora especial do Conselho de Direitos Humanos da ONU para o Direito à Moradia Adequada, Raquel Rolnik, encontrou-se com o vice-almirante Antônio  Monteiro Dias para discutir a situação do Rio dos Macacos.  “Ele se mostrou bastante disposto a chegar a uma resolução o quanto antes”, disse Raquel, que hoje  visita  o Rio dos Macacos e outros locais onde há denúncias de violação dos direitos à moradia adequada.

 

 

Fonte: Combate Racismo Ambiental

 

+ sobre o tema

Assembléia do RJ APROVA o Dia do Ativista em homenagem a Abdias Nascimento

Dia do Ativista será em homenagem ao líder e...

Lisboa vai finalmente ter memorial em honra dos escravos

​O objetivo principal do Memorial é prestar tributo à...

A África é hoje uma das regiões que mais crescem no mundo

A África é hoje uma das regiões que...

Paris revive o trato colonial com a África

O reordenação internacional que sucedeu ao fim da guerra...

para lembrar

Jaden Smith fala sobre filme que fará com diretor de O Sexto Sentido

Jaden Smith, o ator-mirim que, além de filho de...

O IV Ìgbà e o desafio de escalar os buracos que nos levam a Palmares

por Arísia Barros A Serra da Barriga é considerada um...

Cantora e compositora Dêza lança single ˝Mulher Reverenciada˝

Dêza nasceu em Arapiraca e foi criada em Feira...

Com Lázaro Ramos, “Ó Pai, Ó 2” ganha trailer e data de estreia; veja

Após 15 anos, a continuação de "Ó Pai, Ó", um...
spot_imgspot_img

Segundo documentário sobre Luiz Melodia disseca com precisão o coração indomado, rebelde e livre do artista

Resenha de documentário musical da 16ª edição do festival In-Edit Brasil Título: Luiz Melodia – No coração do Brasil Direção: Alessandra Dorgan Roteiro: Alessandra Dorgan, Patricia Palumbo e Joaquim Castro (com colaboração de Raul Perez) a partir...

Estou aposentada, diz Rihanna em frase estampada na camiseta

"Estou aposentada", é a frase estampada na camiseta azul que Rihanna, 36, vestia na última quinta-feira (6), em Nova York. Pode ter sido uma brincadeira, mas...

Tony Tornado relembra a genialidade (e o gênio difícil) do amigo Tim Maia, homenageado pelo Prêmio da Música Brasileira

Na ausência do homenageado Tim Maia (1942-1998), ninguém melhor para representá-lo na festa do Prêmio da Música Brasileira — cuja edição 2024 acontece nesta quarta-feira (12),...
-+=