Acervo Imediato: Projeto convida população negra a participar de repertório virtual baseado em suas memórias e vivências

Enviado por / FonteDiga, Bahia

Idealizado pela Denda Coletiva, o projeto Acervo Imediato convida pessoas negras a contribuírem com suas memórias e vivências para construção de um repertório virtual através do instagram. Os usuários da rede podem compartilhar histórias, vivências, experiências imagéticas ou um momento do seu dia que foi significativo utilizando a hashtag #acervoimediato e marcando a @dendacoletiva. A ideia é criar em conjunto um acervo digital colaborativo sobre memórias visuais ancestrais, afetivas, familiares e cotidianas.

As publicações podem ainda servir de inspiração na produção artística que está sendo elaborada pelas artistas baianas Jamile Cazumbá, Safira Moreira e Shai Andrade, convidadas da Denda que, a partir da provocação “Como construir a memória do presente?” e imersão criativa, produzirão narrativas visuais apresentadas em uma Mostra Artística Virtual, no mês de abril. O objetivo é mobilizar, através da arte, novos regimes de identidade e representação, divulgando a produção artística de mulheres negras.

Integrante da Denda e coordenadora geral do projeto, Nathália Procópio, ressalta que existe muita imagem estereotipada e negativa, produzida por terceiros, sobre a população negra. “O que a gente quer é construir registros da pluralidade da identidade negra a partir do próprio olhar dessas pessoas, compor memórias positivas do agora, carregadas de afetividade, dentro do cenário possível no cotidiano de cada um”, afirma Nathália.

Fotógrafa e comunicadora, Hury Ahmadi participa do movimento compartilhando imagens da família e da sua vivência na cidade de Lençóis (Ba). “Foi bem espontâneo me conectar com a ideia porque é algo que já pratico há algum tempo. Acredito que a arte pode ser uma ferramenta que provoque mudanças, mesmo que individuais, em como percebemos e transitamos no mundo, por isso compor esses registros nos possibilita traçar raciocínios para construção da sociedade que queremos”.

O público interessado em participar da ação pode seguir algumas orientações sugeridas pela Coletiva Denda:

1 – Reflita a seguinte provocação: como você tem construído as memórias do presente?

2 – Explore os recursos do instagram e fique à vontade para criar storie, post no feed, reels, Igtv, etc.

3 – O conteúdo compartilhado pode retratar um momento do seu dia, da sua vida ou de familiares que seja significativo na construção dessa memória do presente. Seus pequenos rituais diários, lugares, objetos, uma poesia, um trecho de um livro ou apenas um relato seu.

4 – Não é obrigatório mostrar o rosto. Explore seu potencial criativo e as ferramentas disponíveis como quiser!

O projeto é contemplado pelo Prêmio Anselmo Serrat de Linguagens Artísticas, da Fundação Gregório de Mattos, Prefeitura Municipal de Salvador, por meio da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc, com recursos oriundos da Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo, Governo Federal.

+ sobre o tema

Um compromisso nacional

Alfabetizar todas as crianças foi colocado desde o início...

Mapa aponta que quase meio milhão de cariocas passam fome

A insegurança alimentar grave é realidade em 7,9% das casas...

STF intima governo de SP a se manifestar em ação sobre edital de câmeras

O presidente do STF, Luís Roberto Barroso, intimou o governo...

para lembrar

Por que o funk e não o rap?

O funk tornou-se viável por acompanhar o comportamento de...

Iniciativas dentro e fora dos partidos buscam fortalecer candidaturas negras

A onda de protestos antirracistas que se espalhou por...

Covid-19: cresce pressão por ação coordenada e lockdown nacional

É muito provável que março de 2021 se torne o...

Haters gonna hate: Quando Einstein aconselhou Marie Curie a ignorar o recalque

Marie Curie é um dos maiores cérebros do século...

Lewandowski apresentará normas para uso de câmeras corporais por policiais

O ministro da Justiça e da Segurança Pública, Ricardo Lewandowski, apresentará, nesta terça-feira (28/5), as diretrizes sobre o uso de câmeras corporais pelos policiais....

Defensoria Pública de SP recorre ao STF contra flexibilização nas câmeras corporais na PM

A Defensoria Pública do estado de São Paulo entrou com uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) nesta segunda-feira contra a tentativa do governo...

Imposto de renda: como apoiar projetos sociais na sua declaração

Pouca gente sabe, mas parte do seu imposto de renda devido pode ser direcionada para organizações sociais que trabalham para proteger direitos de crianças e adolescentes....
-+=