quarta-feira, julho 6, 2022
InícioÁfrica e sua diásporaAfricanos devem aumentar investimentos para combate à fome, ministro da agricultura

Africanos devem aumentar investimentos para combate à fome, ministro da agricultura

 

Luanda – Os países africanos devem aumentar os seus investimentos na área da agricultura e outras afins com vista ao combate da fome no continente, afirmou hoje (segunda-feira), em Luanda, o ministro da Agricultura, Desenvolvimento Rural e Pescas, Afonso Pedro Canga, de regresso ao país proveniente do Malawi.
O governante fez estas declarações à Angop, depois de ter participado, a 29 de Outubro, em Lilongwe (Malawi), na cerimónia de lançamento do “Dia africano para a Segurança Alimentar e Nutricional”, orientada pelo Presidente Bingo Wa Mutharika, que assumiu em Janeiro último a presidência da União Africana (UA).
De acordo com Pedro Canga, que participou igualmente numa cimeira de ministros da Agricultura do continente, realizada durante dois dias naquele país, o lançamento do referido dia, data que doravante passará a ser comemorado, apresenta aos Estados africanos grandes desafios.
Para o entrevistado, com vista a se ultrapassar tais desafios, “os países africanos têm que continuar a prestar maior atenção e aumentar os investimentos para que o flagelo da fome possa ser combatido e para que haja uma segurança alimentar e nutricional sustentável em África”.
Entretanto, “há necessidade de se mobilizarem todas as iniciativas e todos os recursos para que esta grande batalha seja enfrentada”, acrescentou o ministro.
Pedro Canga disse ainda que as perspectivas do governo angolano diante do desafio lançado no Malawi são a de continuar a fazer mais investimentos na área da agricultura, pescas e outras afins, no sentido de aumentar a produção para se atingir a segurança alimentar e diversificar a economia nacional.
A propósito, recordou que o executivo tem já realizado vários projectos concretos, assim como tem tomado medidas no sentido de incentivar o investimento privado, apoiar a agricultura familiar, bem como se esta a trabalhar para que a comercialização dos produtos agro-pecuários seja realizada da melhor forma possível, concluiu.
A República de Angola participou na conferência dos ministros da Agricultura de África, que decorreu de 28 a 29 de Outubro, na cidade de Lilongwe, capital do Malawi, sob a égide do Presidente Bingo Wa Mutharika, que assumiu em Janeiro último a liderança da União Africana (UA).
Estiveram presentes no Malawi, ministros da Agricultura africanos ou seus representantes, membros de organizações financeiras
internacionais, (FMI e BM), países doadores, assim como representantes de organismos que fazem parte do sistema das  Nações Unidas, tais como a FAO, PNUD, entre outras individualidades.
Fonte: Angop

 

 

Artigos Relacionados
-+=