Guest Post »

“Animafro” abre série de curtas de animação sobre mitos da cultura afro-brasileira

Pré-estreia do filme de Célia Harumi Seki será nesta sexta-feira (18), no MIS Campinas, às 20h. A entrada é gratuita

Do Campinas

“Animafro”, o mais novo trabalho da produtora audiovisual Célia Harumi Seki, que celebra a cultura afro-brasileira através da técnica da animação quadro a quadro (stop motion), terá pré-estreiano Museu da Imagem e do Som (MIS) de Campinas, nesta sexta-feira (18), às 20h. A entrada é gratuita.

O filme explora o aspecto mitológico da história de um dos principais Orixás do panteão africano, Iemanjá, oferecendo ao espectador uma visão da vida e da evolução da humanidade que tem a sua origem na África, fonte de uma cultura rica e enraizada no Brasil.

Na história, Iemanjá, a Rainha do Mar, recebe de Olodumare, o criador do Universo, o dom de criar as ondas para poder devolver à terra as sujeiras jogadas pelos homens na água. Através de elementos lúdicos, dos recursos visuais e da riqueza estética africana, vai sendo introduzida a cultura dos orixás e seus sistemas de conhecimento do mundo, alicerçados em visões originais e criativas, historicamente construídas e elaboradas em negociação com a cultura brasileira, sendo parte intrínseca da identidade nacional.

Realizado em linguagem simples e lúdica para o fácil entendimento infanto-juvenil, a narrativa apresenta o tema ecológico criando uma conexão da história mitológica com o contemporâneo. A opção estética da direção de arte foi utilizar a técnica de animação com sombras, que seduzem o olhar e possibilitam imaginar a partir das referências apresentadas. Além disso, a técnica de animação com sombras é fácil de ser reproduzida com materiais acessíveis, permitindo que o interlocutor se empodere da técnica compartilhada e possa desenvolver outras histórias, com celular e recortes em papel, por exemplo.

O projeto, apoiado pelo Fundo de Investimentos Culturais de Campinas, da Secretaria de Cultura da Prefeitura Municipal de Campinas, inclui também o site www.animafro.com.br com tutoriais de animação e informações dos bastidores do projeto visando o compartilhamento de conhecimentos.

Esse é o primeiro mito de uma série a ser desenvolvida celebrando a cultura afro-brasileira. Está prevista a distribuição gratuita do DVD com o filme para espaços de cultura, da administração pública, entidades culturais, bibliotecas públicas e a outros que se interessem pelo material.

Célia Harumi Seki é diretora da Primavera Filmes, formou-se em Antropologia, fez Mestrado e Doutorado na área de “Cinema e Literatura” pelo Departamento de Cinema do Instituto de Artes da Unicamp. Foi diretora, produtora, entrevistadora e editora de programas na Rádio e TV da mesma instituição. Dedicou-se à criação e produção de projetos experimentais, artístico-culturais em produções na área de cinema, vídeo e literatura, dentre eles curtas premiados, como o “Histórias de Concreto” e “Brincando de Gente Grande”, produção e organização de eventos como a Semana de Artes Visuais e Sonoras, as primeiras edições da Mostra Curta Audiovisual de Campinas – edições 1 a 3, o pré-lançamento do filme “Nina”, de Heitor Dhalia, e centenas de drops educacionais para a Saraiva Editora e vídeos entrevistas de arte/cultura para a Revista Raiz. Também realizou projetos gráficos, capas e editoração de livros.

Serviço:

Pré-estreia do curta de animação “Animafro”
Local: Museu da Imagem e do Som – Palácio dos Azulejos. Rua Regente Feijó, 859, Centro – Campinas
Data: 18 de dezembro
Horário: 20h
Entrada: gratuita

Related posts