Ato Público contra o Racismo Institucional e pelo fim do extermínio da juventude negra

 

Na última quinta feira, dia 02 de junho, os passageiros que transitavam no Terminal do bairro da Parangaba entre as 17 e 18 horas foram recepcionados por outro som além daquele comum dos ônibus. Foram os batuques do grupo Tambores de Safo que juntamente com integrantes do Movimento Feminista do Ceará e do Instituto Terramar realizaram um Ato Público com o tema: Contra o Racismo Institucional e pelo fim do extermínio da juventude negra. A manifestação foi organizada após uma companheira negra do movimento ter sido abordada e sua bolsa revistada por um agente da Guarda Municipal de Fortaleza, no mesmo terminal, sem nenhuma justificativa enquanto aguardava o ônibus para casa.

O ato teve a intenção de convidar as pessoas a refletirem sobre as diversas manifestações de racismo, principalmente no Ceará, e de que forma os negros/as tiveram historicamente seus direitos negados. Durante os momentos de fala, outra questão também destacada foi a representação da negritude na mídia, geralmente exercendo serviços domésticos, fato vinculado aos espaços com maior número de pessoas negras na sociedade, como bairros mais pobres e favelas onde encontramos as piores condições de vida.

Durante a manifestação foi distribuída uma nota pública onde os passageiros puderam compreender melhor o sentido da ação. Confira:

COMO ACONTECE O RACISMO NO CEARÁ?

Se você é negro, negra, pardo, moreno escuro, cor de jambo, marrom-bombom e etc… deve saber ou se perguntar por quê: pessoas negras, ou de cor, são sem “nenhuma razão” paradas pela polícia, principalmente os homens, para o famoso “baculejo”, e às vezes apanham por nada! Além de serem humilhadas sob revólveres, cassetes, escopetas e porradas, para os outros, a pessoa abordada passa a ser suspeita! essa “nenhuma razão”, não será sua cor, suas roupas, seus cabelos…?

Por que pessoas negras, ou de cor, são as principais escolhidas por seguranças de lojas para serem vigiadas, tratadas como suspeitas nos shoppings centers, terminais de ônibus, e outros estabelecimentos? Algumas são, inclusive, revistadas sob o pretexto de “rotina”!

Quantas pessoas você já notou que seguram a bolsa ou mudam de calçada com medo de serem roubadas por você? Quantos xingamentos e piadas desqualificando negros e negras você já ouviu?

Por que pessoas negras, ou de cor, mesmo apresentando bom currículo, capacidade e formação são as primeiras eliminadas em seleções de empregos?

Pessoas negras, ou de cor, nos postos de saúde e hospitais são maltratadas pelos médicos, atendentes e demais funcionários. “né não”?

Por que pessoas negras, ou de cor, são impedidas de entrar, ou maltratadas sem nenhuma razão, em determinados espaços públicos, como clubes, boates, centros culturais, bares, restaurantes, cinemas?

Já notou que, quando aparecem na televisão, as pessoas pretas são quase sempre mostradas como bandidas, violentas e em trabalhos serviçais? Pense nisso.

Pessoas negras, ou de cor, são pouquíssimas, quase nenhuma, na política (câmara de vereadores, assembléias legislativas e governos). Diga se não é? Quantos vereadores, deputados, governadores negros ou negras você já viu?

As crianças negras, ou de cor, são xingadas e maltratadas na escola, sofrem porque dizem que o melhor é ser branca acabam deixando a escola, e é por isso também que a população negra tem seis vezes menos estudos do que a branca. Quantas pessoas negras universitárias você conhece? Quantos médicos e médicas negras você já viu? observe todas as profissões melhor remuneradas e conte quantas pessoas negras você identifica…

Tudo isso significa racismo, discriminação que nos coloca em situação de violência e marginalidade! é por isso também que negros, negras, pardos, morenos escuro, cor de jambo, marrombombom e etc… são grande maioria dentre moradores e moradoras dos locais que tem piores condições de vida, de acesso aos serviços públicos e à participação política e cultural.

Mas pra quem não sabe racismo é crime, como diz a lei 7.716/1989 que prevê pena de 02 a 05 anos de prisão! Então se você é vítima de racismo denuncie. Vá na delegacia, faça um B.O (boletim de ocorrência) e brigue pra ser respeitado e respeitada! Não vamos nos calar. Denuncie! Só a nossa indignação e ação poderão mudar a situação!

 

Fonte: Lista racial

+ sobre o tema

Aline Dias fala de semelhanças com sua personagem, a batalhadora Joana em Malhação

Aline Dias, que será a protagonista de Malhação - Pro...

Filme Quilombo Rio dos Macacos será exibido no CCBB (RJ)

Filme Quilombo Rio dos Macacos será exibido no CCBB...

Naná Vasconcellos e as nações de maracatu ecoam em Recife

Este ano, nada de Caetano Veloso, Marisa Monte ou...

“Cidade Correria – Um Bando de Artistas” estreia no Circuito Spcine nesta quinta-feira (22)

Escrito e dirigido pela cineasta Juliana Vicente, idealizadora da...

para lembrar

UMBANDA: Orixá Regente 2014

  O ano de 2014 será regido por...

Cabelos curtos e cacheados

Muita gente acha que cabelo médio e curto não...

Semana da Consciência Negra 2010: Museu do Rio Cuiabá

Os apreciadores da arte poderão conferir durante o...
spot_imgspot_img

Mostra sobre Lélia Gonzalez vê negros e indígenas como centro da cultura nacional

As escolas de samba do Rio, os blocos afro da Bahia, as congadas de Minas Gerais, as comemorações da Semana Santa e do Natal. O que todas essas celebrações têm...

Aos 105, Ogã mais velho do Brasil, que ajudou a fundar 50 terreiros só no Rio, ganha filme e exposição sobre sua vida

Luiz Angelo da Silva é vascaíno e salgueirense. No mês passado, ele esteve pela primeira vez no estádio de São Januário, em São Cristóvão,...

Gilberto Gil afirma que não se aposentará totalmente dos palcos: “continuo querendo eventualmente cantar”

No fim de junho, saiu a notícia de que Gilberto Gil estava planejando sua aposentadoria dos palcos. Segundo o Estadão, como confirmado pela assessoria do...
-+=