Blogueira que teve cabelos alisados por madrasta volta a ter cachos

A blogueira mirim Isabella ganhou tratamento para os fios de um salão

no Correio 24h

Garotinha voltou a sorrir depois de ter os cabelos novamente cacheados (Foto: Reprodução/Facebook)

A pequena blogueira Isabella não precisa mais chorar por conta de ter seu cabelo cortado e alisado sem consentimento pela madrasta. O drama da garotinha acabou na última sexta-feira. Uma cabeleireira conseguiu reverter a situação em que o cabelo da menina se encontrava e Bella voltou a ter os cachos que sempre ostentou nas redes sociais.

“Tive muitas mensagens falando para ajudar nossa princesa Bella que teve seu cabelinho alisado e cortado recentemente e estava muito mal, com autoestima bem prejudicada, claro, eu e minha equipe nos sensibilizamos e entramos em contato com a mamãe Fernanda e hoje elas vieram para começarmos o tratamento da nossa princesinha Bella, tive o auxílio e apoio do top
JP Freitas (que também é cabeleireiro) que nos ajudou muito. Seguimos cuidando não só do cabelo mas da autoestima e confiança da nossa gatinha. Juntos somos mais fortes”, escreveu a cabeleireira em sua página no Facebook.

Mãe da blogueira, que tem uma conta no Instagram para dar dicas de beleza, que inclui cuidados com os cabelos cacheados, também usou a rede social para publicar as imagens da menina com o novo cabelo. No entanto no Instagram @dicas_da_bella a última postagem ainda é a que a mãe faz o desabafo sobre a madrasta da garota.

Garotinha voltou a sorrir depois de ter os cabelos novamente cacheados (Foto: Reprodução/Facebook)

Entenda o caso

Bella tem 8 anos, mora em Minas Gerais, mas é conhecida no país todo como uma mini digital influencer cacheada. A garotinha que esbanjava beleza, empoderamento e atitude em seu perfil, com ajuda da mãe Fernanda Taysa, teve os cabelos alisados e cortados pela madrastra. Fernanda usou as redes sociais para desabafar o que aconteceu com a filha sem sua autorização. A atitute gerou revolta entre os internautas.

“Na sexta ela foi pra casa do pai dela, com os cabelos lavados e penteados pra que ninguém tivesse o trabalho de encostar no cabelo dela pra pentear. Pois bem, ontem eu recebo um telefonema do pai me comunicando que a mulher dele cortou os cabelos da Bella sem a minha permissão e que foi só as pontinhas. Oi? Pontinhas ? Ela cortou o cabelo dela mais da metade e alisou e quando ela molhar o cabelo vai encolher mais ainda”, reclamou a mãe.

Ainda de acordo com o relato, a situação foi minimizada pelo pai da criança que disse que o cabelo dela cresceria novamente. “Cresce, porém é direito dela se sentir bem com a identidade dela, suas raízes, sua história. Isso não pode ser violado por vaidade nenhuma, a menos que a mesma queira e isso eu tenho a convicção que ela não quis”, disse na postagem.

Segundo Fernanda, Bella voltou para casa deprimida. “Bom, segundo o pai quando me ligou e comunicou que havia cortado os cabelos da minha filha , foi só as pontas e ela amou o cabelo liso. Nas imagens abaixo mostra a diferença das pontas e o quanto ela amou seu cabelo liso!”, escreveu publicando imagens do antes e depois da menina, que aparece triste nas fotos.

O desabafo da mãe no Facebook já teve mais de 250 mil curtidas e 80 mil compartilhamentos nesta segunda-feira. “Inveja mata! Um cabelo lindo desse..Foi uma perversidade!”, escreveu uma seguidora. “Dá pra ver no rostinho dela a tristeza, essa coisa merece um processo”, opina outra internauta. Bella já tem 113mil seguidores no Instagram.

+ sobre o tema

Presidente Municipal do PSOL diz que não aceitará filiação de homossexuais

“Não vai ter lugar para essa gente onde a...

Ketanji Brown Jackson toma posse como 1ª juíza negra da Suprema Corte dos EUA

Por Rafael Balago, da Folha de S. Paulo Ketanji Brown...

Quem autoriza a cultura do estupro?

Foram 33 homens estuprando uma menina de 16 anos....

para lembrar

Conheça a vereadora que desbancou políticos tradicionais e bateu recorde de votação em BH

Pela primeira vez na história de Belo Horizonte, uma...

Um bebê abandonado em uma sacola ‘gourmet’

Não há dor que possa absolver Sandra Queiroz, que...

Após ofensas homofóbicas, Manny Pacquiao perde contrato milionário com a Nike

Não demorou. Por Rafael Nardini, do HuffPost Brasil Menos de dois dias após...

O mapa da homofobia em São Paulo

O mapeamento  mostra todos os casos registrados na Decradi...
spot_imgspot_img

‘Abuso sexual em abrigos no RS é o que ocorre dentro de casa’, diz ministra

A ministra das Mulheres, Cida Gonçalves, considera que a violência sexual registrada contra mulheres nos abrigos que recebem desalojados pelas enchentes no Rio Grande...

ONU cobra Brasil por aborto legal após 12 mil meninas serem mães em 2023

Mais de 12,5 mil meninas entre 8 e 14 anos foram mães em 2023 no Brasil, num espelho da dimensão da violência contra meninas...

Após um ano e meio fechado, Museu da Diversidade Sexual anuncia reabertura para semana da Parada do Orgulho LGBT+ de SP

Depois de ser interditado para reformas por cerca de um ano e meio, o Museu da Diversidade Sexual, no Centro de São Paulo, vai reabrir...
-+=