“Boca de Cachorro Louco” relato de uma mulher que conviveu com a dor travestida de amor

Escritora cearense lança livro sobre relacionamento abusivo  

Um relato vívido de uma mulher que conviveu com a dor travestida de amor 

por Kah Dantas enviado para o Portal Geledés

capa

No livro “Boca de Cachorro Louco”, a escritora cearense Kah Dantas apresenta um relato de uma história dolorida que, ao ser narrada no momento em que acontece, poderia ser confundida com uma história de amor intenso se não fosse, na verdade, um relacionamento abusivo.

Segundo a autora, a história implorava para ser contada, pois, antes de tê-la vivido, Kah Dantas explica que não entendia como algumas as mulheres permaneciam presas a relacionamentos destrutivos. E, de certa forma, ela própria se achava imune a isso, pois nunca se vira emocionalmente dependente de outra pessoa e, muito menos, de um dia ser cúmplice do próprio abusador.

PARTE I 

– pérolas apressadas do [des]amor – 

“Puta. Vagabunda. Mentirosa. Tu quer dar pra ele, é? Tu já deu pra ele? Fala a verdade! Eu não quero conversa com puta não! Minha primeira namorada era virgem, sabia? Tem vergonha não?” 

Num país em que, segundo as estatísticas, a cada 7 minutos há uma nova denúncia de crimes contra mulheres, com boa parte deles sendo cometida por parceiros ou ex-parceiros, torna-se fácil entender a importância de se abordar o tema.

Na obra, a narrativa se desenrola em primeira pessoa. O ritmo da leitura é ditado pelo formato da pontuação, que é baseada na maneira de falar da autora, constituindo um estilo bem definido. Os capítulos têm uma independência entre si, conectados através de uma narração não linear. Através das palavras, são desenhados quadros de seu dia-a-dia com seu agressor. Trata-se de uma história forte, intensa e que ainda apresenta passagens repletas de emoções e sentimentos descobertos através das construções realizadas pela autora.

O leitor poderá confrontar-se com medos e com a dor, ou identificar-se com o sentimento expresso. Empatia ou repulsa. É um livro capaz de nos deixar pensando por horas a fio, mas que, ao final, concede-nos um alívio que poderia não ter sido possível caso o desfecho fosse outro.

Data do lançamento: 02/12/2016 

Local: Centro Urbano de Cultura, Arte, Ciência e Esporte (Cuca) – Mondubim 

Horário: 19h 

Convidados especiais: Vânia Mendes (Coach de relacionamentos) e Dolores Aronovich (Professora doutora da UFCE e dona do blog Escreva Lola Escreva- A confirmar) e Chris Louvrier (Voz e violão). 

Preço do livro: E-book R$ 10,21 (Amazon.com.br) | Livro artesanal R$15,00 (através do e-mail [email protected] ou da página Conta, Kah! No Facebook) 

leia também:

Ele nunca me bateu (Um relato de um relacionamento abusivo)

O que fazer para ajudar quem está num relacionamento abusivo

Como reconhecer a armadilha do relacionamento abusivo


screen-shot-2016-11-16-at-6-39-14-pmKah Dantas tem 25 anos, é cearense e pensa que gosta de escrever desde sempre. Tem alguns contos publicados e premiados em concursos literários, apresenta seus textos no canal Conta, Kah!, no YouTube, e este é seu primeiro projeto com mais de vinte páginas.

+ sobre o tema

Dia Internacional da Mulher Indígena

Hoje, 05 de setembro, é Dia Internacional da Mulher...

Coisa de vagabunda – Por: Clara Averbuck

Isso é coisa de vagabunda. Mulher que se dá...

Eles não estão doentes, e nós não estamos loucas

Ontem, uma menina foi estuprada por 30 homens no...

para lembrar

Abusada por treinador, nadadora tem crise nervosa após entrevista de Xuxa

Joanna Maranhão sofreu e usou o Twitter para dar...

Dilma Rousseff enfatiza luta contra violência doméstica

A presidenta da República, Dilma Rousseff, afirmou que é preciso “reprimir...

Na época do Brasil colonial, lei permitia que marido assassinasse a própria mulher

Jorge Amado abre o clássico Gabriela, Cravo e Canela...
spot_imgspot_img

‘Não’ é ‘Não’, inclusive na igreja

No dia 29 de dezembro, o presidente Lula sancionou a lei do protocolo "Não é Não" (lei 14.786/2023), que combate violência e assédio sexual contra mulheres...

Lula sanciona lei que protege mulheres de violência em bares e shows

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou a lei que cria o protocolo Não é Não, mecanismo de combate ao constrangimento e à...

Menina de 15 anos é vítima de estupro coletivo na noite de Natal; amigos são suspeitos, diz polícia

Uma adolescente, de 15 anos, foi estuprada na madrugada de Natal, 25 de dezembro, em Campo Grande (MS). De acordo com a polícia, os suspeitos...
-+=