“Boca de Cachorro Louco” relato de uma mulher que conviveu com a dor travestida de amor

Escritora cearense lança livro sobre relacionamento abusivo  

Um relato vívido de uma mulher que conviveu com a dor travestida de amor 

por Kah Dantas enviado para o Portal Geledés

capa

No livro “Boca de Cachorro Louco”, a escritora cearense Kah Dantas apresenta um relato de uma história dolorida que, ao ser narrada no momento em que acontece, poderia ser confundida com uma história de amor intenso se não fosse, na verdade, um relacionamento abusivo.

Segundo a autora, a história implorava para ser contada, pois, antes de tê-la vivido, Kah Dantas explica que não entendia como algumas as mulheres permaneciam presas a relacionamentos destrutivos. E, de certa forma, ela própria se achava imune a isso, pois nunca se vira emocionalmente dependente de outra pessoa e, muito menos, de um dia ser cúmplice do próprio abusador.

PARTE I 

– pérolas apressadas do [des]amor – 

“Puta. Vagabunda. Mentirosa. Tu quer dar pra ele, é? Tu já deu pra ele? Fala a verdade! Eu não quero conversa com puta não! Minha primeira namorada era virgem, sabia? Tem vergonha não?” 

Num país em que, segundo as estatísticas, a cada 7 minutos há uma nova denúncia de crimes contra mulheres, com boa parte deles sendo cometida por parceiros ou ex-parceiros, torna-se fácil entender a importância de se abordar o tema.

Na obra, a narrativa se desenrola em primeira pessoa. O ritmo da leitura é ditado pelo formato da pontuação, que é baseada na maneira de falar da autora, constituindo um estilo bem definido. Os capítulos têm uma independência entre si, conectados através de uma narração não linear. Através das palavras, são desenhados quadros de seu dia-a-dia com seu agressor. Trata-se de uma história forte, intensa e que ainda apresenta passagens repletas de emoções e sentimentos descobertos através das construções realizadas pela autora.

O leitor poderá confrontar-se com medos e com a dor, ou identificar-se com o sentimento expresso. Empatia ou repulsa. É um livro capaz de nos deixar pensando por horas a fio, mas que, ao final, concede-nos um alívio que poderia não ter sido possível caso o desfecho fosse outro.

Data do lançamento: 02/12/2016 

Local: Centro Urbano de Cultura, Arte, Ciência e Esporte (Cuca) – Mondubim 

Horário: 19h 

Convidados especiais: Vânia Mendes (Coach de relacionamentos) e Dolores Aronovich (Professora doutora da UFCE e dona do blog Escreva Lola Escreva- A confirmar) e Chris Louvrier (Voz e violão). 

Preço do livro: E-book R$ 10,21 (Amazon.com.br) | Livro artesanal R$15,00 (através do e-mail [email protected] ou da página Conta, Kah! No Facebook) 

leia também:

Ele nunca me bateu (Um relato de um relacionamento abusivo)

O que fazer para ajudar quem está num relacionamento abusivo

Como reconhecer a armadilha do relacionamento abusivo


screen-shot-2016-11-16-at-6-39-14-pmKah Dantas tem 25 anos, é cearense e pensa que gosta de escrever desde sempre. Tem alguns contos publicados e premiados em concursos literários, apresenta seus textos no canal Conta, Kah!, no YouTube, e este é seu primeiro projeto com mais de vinte páginas.

+ sobre o tema

Mãe Stella: O futuro a Deus pertence

Todo início de ano, que é entendido pela população...

Relacionamento Afrocentrado não é conto de fadas da Disney

Relações afrocentradas são aquelas que envolvem escolha de e...

EUA indicam militante gay para embaixador na República Dominicana

Enviado por Waltecy Alves Dos Santos via Facebook James Brewster é diretor...

Anencefalia: com placar de 5 a 1, STF retoma hoje julgamento

Brasília – Com placar de 5 a 1 a...

para lembrar

Juliana Alves fala sobre preconceito a revista: ‘Me sentia inadequada’

Juliana Alves posou deslumbrante para a capa da revista “GOL...

Agressor de mulher terá que pagar gastos do INSS

Medida começará por Espírito Santo e Brasília, mas deve...

África elege o seu primeiro deputado assumidamente gay

Zakhele Mbhele é ativista do movimento LGBT e, há...
spot_imgspot_img

O que está em jogo com projeto que torna homicídio aborto após 22 semanas de gestação

Um projeto de lei assinado por 32 deputados pretende equiparar qualquer aborto realizado no Brasil após 22 semanas de gestação ao crime de homicídio. A regra valeria inclusive para os...

Justiça brasileira não contabiliza casos de homotransfobia, cinco anos após criminalização

O STF (Supremo Tribunal Federal) criminalizou a homotransfobia há cinco anos, enquadrando o delito na lei do racismo —com pena de 2 a 5 anos de reclusão— até que...

Maria da Conceição Tavares: quem foi a economista e professora que morreu aos 94 anos

Uma das mais importantes economistas do Brasil, Maria da Conceição Tavares morreu aos 94 anos, neste sábado (8), em Nova Friburgo, na região serrana do Rio...
-+=